Archive for março \30\UTC 2010

>Síntese econômica: Fusão cria a Máquina de Vendas

Posted on março 30, 2010. Filed under: emprego, Insinuante, Ricardo Eletro, Síntese econômica, Varejo |

>Fusão

A empresa resultante da fusão das redes de varejo Ricardo Eletro e da Insinuante, chamará Máquina de Vendas. Estimativa é faturar R$ 10 bilhões nos próximos 4 anos, dobrando o faturamento atual das duas companhias, de R$ 5 bilhões. A marca Insinuante será a bandeira das regiões Nordeste e Norte do país enquanto a Ricardo Eletro será utilizada no Centro Oeste e Sudeste. O número de lojas deverá 528 para mil.

Emprego

O número de empregados na construção civil atingiu novo recorde em janeiro, com crescimento de 2,55% em relação a dezembro, somando 2,519 milhões de trabalhadores, de acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foram contratados 62,755 mil trabalhadores.



Negativo

A balança comercial da indústria brasileira de fios e cabos e produtos semimanufaturados inicia 2010 negativa. O setor do cobre importou US$ 124 milhões e exportou US$ 67 milhões para mercados externos, déficit de US$ 56 mi.

Vendas

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) calcula que a missão empresarial Peru-Colômbia, que terminou na semana passada, tenha gerado negócios imediatos de US$ 2,375 milhões para os empresários participantes. Os negócios futuros previstos chegam a US$ 24 milhões.

Inauguração

A Nativ Pescados inaugura hoje a unidade em Sorriso. A empresa atua em toda a cadeia produtiva, desde a produção até a comercialização. A projeção é que a empresa fature R$ 36 mi em 2010, R$ 63 mi em 2011 e R$ 84 mi em 2012. Atualmente são 257 colaboradores com a previsão de 440 empregos diretos e 1,320 mil indiretos até 2012.

Milho

Cerca de 46 mil pequenos criadores e microindústrias de 21 estados adquiriram diretamente da Conab, em 2009, por meio do Vendas em Balcão, 158,1 mil (t) de milho. O programa visa estimular a manutenção de plantéis, com a comercialização de grãos destinados à ração animal. O produto é de estoques públicos, formados com recursos da Política de Garantia de Preços Mínimos.

Páscoa

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Ibedec) orienta o consumidor para a compra de ovos de Páscoa: Antes de comprar produtos de fabricação caseira aconselha-se degustar, verificar a higiene do local. Já os industrializados é necessário que seja feita pesquisa de preço, pois pode haver variação significativa. E no pós-páscoa verificar se realmente há desconto nos ovos quebrados.

Consumo de gás natural cresce 15,95%

<!– function paginaSlideShow228912(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–> O consumo de gás natural fechou o primeiro bimestre com alta acumulada de 15,95%, em comparação aos dois primeiros meses de 2009. Em fevereiro, o consumo foi de 41,2 milhões de metros cúbicos por dia. Segundo dados da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o resultado foi estimulado principalmente pela expansão de 33,05% na demanda industrial. A comercialização de gás natural teve um aumento de 24% de um ano para o outro e de 14% entre janeiro e fevereiro deste ano, apesar da crise financeira internacional.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Mato Grosso não vai ver o "trem"

Posted on março 30, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, Café com o Presidente, Ciretran, CUIABÁ, Ferronorte, ferrovia Centro Oeste, Lucas do Rio Verde, PAC 2 |

>

Amigos do Bom Dia Mato Grosso, meu dia foi bem cheio, passei quase 3 horas na 5ª Ciretran de Várzea Grande esperando por um sistema voltar ao ar, e como dezenas de outras pessoas que tem o que fazer, saimos sem ser atendidos.
Trilhos da Ferronorte paralisados em Alto Araguaia(MT) desde 2002
Como não sou jornalista formado, fui pesquisar a repercursão do anuncio por parte do governo federal no PAC 2, o tal Programa de Aceleração do Crescimento, que de acelerado nada tem, mas os sites dos grandes jornais e portais deram exatamente esta dimensão da informação, acrescentando que o tal programa nem seguer tem projetos, a não ser o rascunho de susgestões de obras para o próximo governo, que será eleito em outubro e assume o comando em 2011. 
 
 
Nos blogs e site de Mato Grosso, vejo reclamções por a Ferronorte, aquela que está parada em Alto Araguaia desde 2002, e que já era pra ter chegado em Cuiabá, mas em comum acordo Blairo Maggi e Lula decidiram que não vão mesmo fazer esta obra. Eles não tem nenhum interesse por ela. Também tem que levar em conta que trata-se projeto iniciado por FHC e Dante, que já é um bom motivo para não ter continuidade. 
 
 
Assim como o governo do estado descartou a Termoelétrica Mário Covas instalada em Cuiabá, o gasoduto Bolívia/Mato Grosso, que também está enferrujando e deteriorando por falta de uso,  consequentemente manutenção,  inlui-se aí a Hidroelétrica de Couto Magalhães que também foi paralisada no início do governo Lula/Blairo.
 
 
Não faz diferença a Ferronorte não ter sido incluída no PAC 2, assim como não faz diferança a tal ferrovia Centro Oeste, com 1600 quilômetros de extensão, ligando os municípios de Uruaçu (GO) até Lucas do Rio Verde, e que custará cerca de R$ 5 bilhões à União, estar incluida, ambas não passa de promessas eleitoreiras. Esses obras não serão feitas e esses valores não serão aplicados, pois são programas a ser iniciado a partir de 2011. Tanto é verdade que a ministra Dilma arranjou uma desculpa para não comparecer ao “lançamento” em Lucas do Rio Verde.
 
 
Quem ouviu o programa de rádio do presidente Lula, o Café com o Presidente, desta segunda-feira, 29 de março, nota que ele citou diversas ferrovias pelo Brasil, mais nenhuma dessas que estão propagando em Mato Grosso.  
 
  • Agora pode comentar a vontade. Escreva o que você pensa sobre o assunto
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Fora de controle!

Posted on março 29, 2010. Filed under: controle, Dilma, hábito, Justiça, lei eleitoral, Lula, mensalão, presidente da República |

>Ricardo Noblat

No passado, desdenhou o canudo da universidade. Por hábito, censura o comportamento da imprensa. Ridicularizou em Cuba a greve de fome e o conceito de direitos humanos. Na semana passada, para completar, debochou da Justiça. E logo após ter sido punido duas vezes com um total de R$ 15 mil em multas por fazer campanha fora de hora para Dilma.
Saiu no lucro, ressalve-se. O que representam R$ 15 mil para quem se ocupa há mais de um ano e meio em afrontar a lei eleitoral? No caso, a Justiça foi cega, lenta e conivente. Em benefício da solidez das nossas instituições, digamos, porém, que na maioria das vezes a Justiça se limita a ser cega e lenta.
Manda Paulo Okamoto, atual presidente do Serviço Brasileiro de Apoio a Micros e Pequenas Empresas, pagar a multa! Em 2004, Okamoto pagou do próprio bolso uma grana que Lula devia ao PT. Sindicalistas zelosos já se ofereceram para quitar a multa e agradar Lula. Sem problema.
Problema – e grave – é ver o presidente da República incitar seus seguidores a ignorarem a lei. Foi assim em Osasco, São Paulo, durante a inauguração de 106 apartamentos inacabados. A multidão começou a gritar o nome de Dilma. Conhecido por repreender com severidade multidões que vaiam seus aliados, como Lula reagiu?
Disse: “Se eu for multado, vou trazer a conta para vocês”. As pessoas acharam graça e fizeram com as mãos o gesto de assentimento. A faceta cada vez mais debochada de Lula com tudo e com todos combina com a faceta conhecida de um país galhofeiro, mas é imprópria para o titular do cargo mais importante do serviço público.
Nem os generais da ditadura, nem mesmo Jânio Quadros, por exemplo, ousaram tanto. Os militares aviltaram a democracia, mergulhando o país numa treva de duas décadas. O folclórico Jânio avacalhou o voto popular mergulhando sua alcoolizada presidência num porre de sete meses que acabou, três anos depois, com a ressaca do golpe militar.
Mas os generais conseguiram manter a pose e a circunstância ensaiadas em suas academias militares, embora a tortura rolasse nos porões. E Jânio fingiu uma sobriedade expressa em bilhetinhos nervosos que projetavam um bafo austero sobre a administração. Diferente deles todos, Lula não mascara o que é, nem finge o que não é.
Isso é bom quando ele atravessa a barreira que sempre separou governantes de governados e procura atender às necessidades primárias do povo. É ruim quando do alto de seus impressionantes 76% de aprovação popular e no ocaso de uma administração histórica, sente-se no direito de desafiar qualquer coisa, até mesmo a Justiça.
Com freqüência, a língua nada presa e muitas vezes irresponsável de Lula vergasta instituições, idéias, princípios e verdades. Em Osasco, ela justificou a falta de revestimento nas paredes dos apartamentos com uma desculpa malandra: “Tem gente que vê o azulejinho de uma cor e na semana seguinte tira e coloca outro”.
Qualquer cidadão tem o direito de criticar a imprensa. Eu diria o dever. Ela é poderosa demais para ficar imune a críticas. E se não lhe faltarem sabedoria e bons propósitos, aprenderá com elas. Mas esse não é o objetivo de Lula ao admoestá-la. Lula é um governante populista e autoritário. Esse tipo de gente prefere uma imprensa servil.
“Não consigo entender a predileção [da imprensa] pela desgraça. Há tanta coisa boa no cotidiano do povo brasileiro”, repetiu ele outro dia. O lamaçal que derrubou o governo de José Roberto Arruda não arrancou de Lula uma só palavra de indignação. “Imagem não quer dizer tudo”, afirmou de cara limpa. Referia-se aos vídeos do escândalo.
OK. Lula foi apenas coerente. Afinal, o mensalão jamais existiu. O preso político cubano Orlando Zapata morreu “porque decidiu fazer uma greve de fome”. E preso político é igual a preso comum. Pois “imagine se todos os bandidos que estão presos em São Paulo entrassem em greve de fome e pedissem liberdade”.

E-mail para esta coluna: noblat@oglobo.com.br

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Exposição Agropecuária de Sinop espera bater recordes

Posted on março 29, 2010. Filed under: Acrinorte, Agropecuária, exponop, Exposição, Sinop |

>

Um evento promete movimentar o meio rural mato-grossense, a 26ª Exposição Agropecuária de Sinop (Exponop), cuja organização espera um público de mais de 250 mil pessoas este ano, superando 2009. A Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte) espera um aumento na movimentação comercial em relação ao ano passado. O evento é terceiro do Estado nessa modalidade, precedido da Expoagro, em Cuiabá, e Exposul, em Rondonópolis.

O presidente da entidade, Fernando Pereti Porcel, diz que a expectativa é chegar a R$ 32 milhões comercializados entre os dias 5 e 13 de junho. Em 2009 o volume de negócios atingiu R$ 25 milhões. Ele explica que os valores são obtidos levando em consideração toda a comercialização da Exponop. “A organização está otimista, pois a procura dos empresários para o aluguel de espaço para expor na Exponop é grande”. Segundo o diretor da Acrinorte, Álvaro Rezende, os primeiros contratos começaram a ser fechados em fevereiro, 10 já foram fechados, fora a participação garantida de empresas com espaço cativo e daqueles que reservaram terreno.
Outra atração é o rodeio. Neste ano as montarias serão em touros, cavalos (masculino e feminino) e burros, resgatando o rodeio mais tradicional do país. A competição é dividida em duas etapas. No qualifying os peões disputam vaga para a fase final.
Outra novidade para a 26ª edição da feira é que as montarias vão valer pontos para a Copa Mato Grosso de Rodeio. A 3ª etapa da Copa será entre os dias 10 e 13 de junho. Serão distribuídos R$ 60,00 mil em premiação, sendo um carro, duas motos e o restante em dinheiro. Para o público especializado, as atrações são nove leilões com expositores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo, além de seminários, palestras e simpósios. A Acrinorte também realiza julgamento de bovinos da raça nelore, sendo a segunda em número de animais em Mato Grosso, só perdendo para Cuiabá.
São esperados 200 expositores de todo o país. Tradicionalmente, a Exponop recebe empresas e criadores de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.
Os atrativos para o público são shows com grupo Skank, Déjávu do Brasil, Gino e Geno e com tetra campeão da Copa Brasil de Motocross Estilo Livre, Gilmar Flores, o “Joaninha”. O Show de Prêmios sorteará três caminhonetes S-10, um Celta, três motos e um terreno no bairro Jardim Maringá. As cartelas serão vendidas a R$ 60,00 e podem ser divididas em cinco vezes no cartão de crédito Visa. Porcel adianta que os empresários dos ramos hoteleiro, restaurante e transporte também estão mobilizados para oferecer o melhor tratamento possível aos visitantes. Fonte: A Gazeta
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Futebol: Mixto vence o REC por 3 a 0

Posted on março 29, 2010. Filed under: Campeonato Mato-grossense de Futebol, FUTEBOL, Mixto, REC |

>O Mixto venceu o Rondonópolis Esporte Clube (REC), esta tarde, por 3 a 0, no estádio Dutrinha, com dois gols de Patric, aos 32 e 37 minutos do primeiro tempo, e um de Sérgio Rafael, aos 18 da etapa final, foi a 11 pontos na chave B do Campeonato Matogrossense e mantém chances de permanecer na primeira divisão do futebol mato-grossense.

Para ficar na “elite” bastará empatar com o Palmeiras do Porto, que tem dez pontos, em jogo a ser realizado no meio de semana. Já o REC ficou com oito pontos e para não cair vai ter que vencer o Araguaia, na quarta-feira.

Caso o clube de Rondonópolis vença, vai a 11 pontos e terá que esperar o resultado de Mixto e Palmeiras para saber que desce à segundona. De acordo com o artigo 14 do regulamento, dois times cada chave caem para a segunda divisão.

No outro jogo de domingo à tarde, o Operário empatou com o Luverdense, em 2 a 2, foi a 22 pontos e necessita apenas de um empate na última rodada, contra o Cuiabá, para chegar às quartas de final. Os gols do tricolor várzea-grandense foram marcados por Jean Carlos e Douglas. Os tentos do time de Lucas foram anotados por Junior Rocha e Paulinho Marília. O Luverdense, já classificado, foi a 26 pontos e permanece na vice-liderança da chave A.

À noite, o Vila Aurora empatou com o União, em 2 a 2, com gols de Souza e Zumbi para o “Tigrão da Vila” e, Romeu e Didi Cearense para o “Colorado”. O Vila foi a 23 pontos e garantiu o primeiro lugar do grupo B. Com a liderança da chave, o Tigrão tem vantagem de decidir o “mata-mata” das fases finais no estádio Luthero Lopes. O União, por sua vez, já classificado, fica com 18 pontos na terceira colocação e pode cair para quarto, caso o Araguaia pontue na quarta-feira.

Confira a classificação:

Chave A:

Sorriso – 27 *
Luverdense – 26 *
Crac – 22 *
Operário – 22

Cuiabá – 21
Sinop – 19
Cacerense – 8 **
Cáceres – 0 **

Chave B:

Vila Aurora – 22 *
Barra do Garcas – 21 *
União – 18 *
Araguaia 17*

Mixto – 11
Palmeiras – 10
REC – 8

Zona de classificação

* classificados
** rebaixados

Na quarta-feira (31) acontece a última rodada da primeira fase, com todos os jogos no mesmo horário. Valerá para definir o último classificado da chave A, sendo que Operário e Cuiabá estão disputando e o Sinop já está eliminado; definir os rebaixados do grupo B e, quem termina melhor posicionado em ambas as chaves.

Última rodada:

C.R.A. X Luverdense
Sinop X Sorriso
Cuiabá X Operário
Palmeiras X Mixto
Araguaia X Rondonópolis

Fonte: Olhar Direto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Marqueteiros divulga vídeo de Wilson Santos no YouTube

Posted on março 29, 2010. Filed under: Marqueteiros, vídeo, Wilson Santos, YouTube |

>

Os marqueteiros do pré-candidato Wilson Santos a governador de Estado de Mato Grosso começaram a investir numa das mídias mais explosivas do momento,produziram um vídeo e postram no youtube com duração de 8min30seg , onde mostra uma síntese dos 21 anos de vida pública do hoje prefeito de Cuiabá. 
A produção tem momentos marcantes como do saudoso Vincente Vuolo pedindo para continuar a luta pela ferrovia e o transporte intermodal para Mato Grosso e Blairo Maggi elogiando o trabalho do então deputado.

Assista e tire suas próprias conclusões.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Ex-Procurador Pedro Taques filia-se ao PDT para disputar o senado por MT

Posted on março 29, 2010. Filed under: Deville, Deville Cuiabá, Deville Hotel, Hotel |

>Pedro Taques, que pediu exoneração do cargo de procurador da República para disputar as eleições deste ano, já revela a senha de que será candidato a senador da elite. Marcou o ato de sua filiação no PDT para o Deville, hotel cinco estrelas de Cuiabá.

 http://www.dilos.com/picture/hotel/92664
 Hotel Deville Cuiabá

A solenidade será nesta segunda, às 9h. Ao invés de optar por um ambiente simples, como estratégia para se aproximar do povão, Taques fez questão de escolher algo luxuoso. Sua aposta são os chamados formados de opinião que, em MT, sozinhos, nunca elegeram ninguém, ainda mais para cargo majoritário. Fonte: RDN

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>A conta que nunca vai ser paga

Posted on março 28, 2010. Filed under: Carlos Chagas, Casa Civil, Dilma Rousseff, eleições, Imposto de Renda, Justiça Eleitoral., PAC II |

>Por Carlos Chagas
A progressão, por enquanto, é aritmética: a primeira  multa foi de 5 mil, a segunda de 10 mil reais. Continuando as coisas como vão, é possível que a Justiça Eleitoral recorra à progressão geométrica. Sendo assim,  quando outubro chegar o presidente Lula estará devendo alguns bilhões pela prática de propaganda eleitoral antecipada.

O singular nessa história é que S. Exa. não vai pagar um centavo, menos pelos recursos interpostos às  decisões do Tribunal Superior Eleitoral, mais porque já encontrou a solução para poupar o seu dinheiro: em praça pública,  no interior de São Paulo, pediu que levantassem o braço quantos estivessem dispostos a pagar por ele. Foi uma floresta de braços.

Ficamos irritados ao receber multas,  seja do Imposto de Renda, seja do Detram. Muitas vezes pela injustiça, outras pela falta de fundos. Já com  o primeiro-companheiro é diferente. Ele ri, faz gozação e dá de ombros, mesmo reconhecendo a culpa.  Está debochando da decisão do Judiciário e, pelo jeito, continuará levando Dilma Rousseff a tiracolo, pedindo votos para a  candidata. 

Na mesma oportunidade, o presidente comentou que nem vento bate nas costas de político sem mandato, referindo-se à sua situação, depois de 31 de dezembro. Negativo. Se Dilma for eleita, ele funcionará como oráculo ostensivo. Se perder, assumirá a chefia da oposição.

 
 

QUEM SAI E QUEM FICA?

 

Marcada para quarta-feira a solenidade de demissão coletiva dos ministros candidatos às eleições de outubro,    ainda sobram dúvidas sobre o número dos presentes. Tem ministros perdendo o sono, sem saber se saem ou se ficam.  Também não estão definidos os nomes de todos os novos  ministros. Tudo indica que o presidente nomeará os secretários-executivos em exercício, com uma ou outra exceção. Resta saber quais.

Os ministros que permanecem mantém acesa a chama da esperança de aproveitamento  no governo Dilma Rousseff, se a candidata for eleita. Há também os que já pensam em cuidar da vida, mas, ao contrário de ex-ministros de outros governos, nenhum deles cogita fundar bancos. Nem mesmo Henrique Meirelles, por sinal um dos que hesita em ficar ou sair do Banco Central.

 
 

O PAC II

 

Será conhecido amanhã o PAC II, com direito a toda pompa e circunstância na festa de sua apresentação. Poderá ser a derradeira  aparição de  Dilma Rousseff como chefe da Casa Civil. Caberá a ela detalhar as novas obras propostas no plano, bem como explicar porque parte do PAC I não se realizou. Vai ser difícil, mas a candidata está aprendendo a fazer da limonada um limão, pela proximidade com o chefe.

A solenidade marcará o inicio do festival de despedidas do presidente Lula, a se estender até 31 de dezembro.

 

ATÉ VOCÊ, SERRA?

 

Causou mal-estar no ninho dos tucanos a crítica de José Serra aos jornais, numa imitação barata do presidente Lula. O governador chamou  a mídia de leviana, acentuando que nenhum dos dois grandes matutinos de São Paulo escapava.  Referiu-se, é evidente, ao “Estadão” e à “Folha”, sem perceber estar arremessando  “fogo amigo” contra os jornais que não escondem a simpatia por sua candidatura. 

Como no caso do primeiro-companheiro, Serra acusou a imprensa por registrar a inauguração de obras inacabadas. Fica difícil concordar com os dois, porque as imagens falam mais do que as palavras. Se o presidente inaugura conjuntos residenciais  semi-prontos, sem pintura nem ladrilhos, o governador entrega à população centros de saúde sem  os equipamentos necessários ao seu  funcionamento. De quem é a culpa?  Como sempre, dos meios de comunicação… Fonte: ClaudioHumberto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Cartão de Crédito na Mão

Posted on março 28, 2010. Filed under: Cartão de Crédito, dinheiro, financiamento |

>
Cartão de crédito na mão é vendaval na vida de um sonhador. Quanta gente aí se engana e cai da cama com toda a ilusão que sonhou. E a grandeza se desfaz. Mas é preciso viver, e viver não é brincadeira, não. Da música do Paulinho da viola troquei o “dinheiro na mão” por “cartão de crédito na mão” para ilustrar a mudança de que hoje em dia quem tem dinheiro na mão fica com dó de gastar, mas já com o cartão magnético a situação muda e, facilmente, lá se vai o dinheiro como num vendaval.

Quantas vezes fazemos compromissos com nós mesmos, dizendo: – Este mês nada de gastar além do programado. E quando menos esperamos estamos diante da visão tentadora do objeto desejado. Ele brilha e reflete dentro de nós a vontade irrefreável. Qual o valor? Diz o vendedor – somente uma ninharia. É muito, pensamos, mas aí vem a frase mortal: – Fazemos em 6 vezes no cartão. Já fisgou.

Aconteceu com um cliente meu. O seu laptop ainda teria uns dois anos de condições para atender às suas necessidades. E no seu projeto de independência financeira todo dinheiro que economiza vai para investir. Mas chegou o dia fatal. Como se no íntimo ele já previsse que isso iria ocorrer, foi atraído pela presença dele. O novíssimo e atualíssimo notebook. Com todas as novidades atraentes. Windows, câmera e filmadora acoplada, mouse vira calculadora. “Ai! Quatro mil reais é muito”.

A frase fatal chegou da voz suave e melodiosa da atendente – Faço em seis vezes no cartão, a ainda você leva isso e aquilo de brinde. Foi a glória e a morte ao mesmo tempo. Enquanto voltava para casa sorria e chorava com o novo notebook na mão. É quase impossível hoje resistir à enxurrada de propagandas atrativas. Tudo é preparado para convencer os consumidores de que com as prestações se pode tudo. Além disso, são tantos os desejos – disfarçados de necessidades – que se transformam em uma roleta russa. Qual é a bala da vez?

O meu cliente nunca teria coragem de sacar do bolso quatro mil reais, mas passar o cartão numa maquininha e receber um boleto com as inscrições: “em 6 parcelas – financiamento pela loja”. Ora, foi aí que quatro mil viraram 666 reais. O novo valor é mensal, mas traz a mesma sensação de ter ganho um desconto grande. Como na música do Paulinho da viola: “Viver não é brincadeira, não”. E a grandeza se desfaz na vida de um sonhador. Justamente quando mais se quer economizar caímos em armadilhas, tão irresistíveis que, depois se cai da cama com toda ilusão que sonhou. Os resultados financeiros são frutos de como ganhamos, como gastamos e como investimos nosso dinheiro. Frequentemente damos muita importância ao quanto ganhamos e descuidamos dos gastos e de investir.

Pense nisso, mas pense agora!

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Murilo Domingos anuncia que fica e dará mais poderes ao vice, Tião da Zaeli

Posted on março 27, 2010. Filed under: Copa do Mundo, entrevista, Murilo Domingos, PAC Várzea Grande, prefeito, Tião da Zaeli, Várzea Grande |

>

O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR), decidiu permanecer no cargo e descumprir acordo firmado com o vice, Tião da Zaeli, que esperava governar a cidade nos dois últimos anos do mandato, com a renúncia do titular, que sairia para concorrer a deputado federal. O comunicado aconteceu ontem, durante um almoço na casa de Murilo, do qual também participaram o empresário Heitor Trentin, o irmão e conselheiro do prefeito, Toninho Domingos, e o secretário geral do PR, Emanuel Pinheiro. Foram três horas e meia de conversa, que se iniciou de forma tensa, mas acabou em acordo entre o prefeito e o vice.

Tião da Zaeli e o prefeito Murilo Domingos, que não renuncia ao mandato

De acordo com Emanuel Pinheiro, ficou acertado que Tião da Zaeli vai deixar a Secretaria de Educação e adquirir poderes equivalentes ao do prefeito. “Será uma gestão compartilhada entre Murilo e Tião da Zaeli”, destacou Pinheiro. Outro acordo firmado entre eles foi o de que Tião da Zaeli será o candidato do grupo à Prefeitura de Várzea Grande, na eleição de 2012.


Até lá, o vice-prefeito vai elaborar o projeto de um novo modelo de gestão, que permite alteração no staff e inclui a possibilidade de fusão ou mesmo extinção de secretarias. O objetivo é tornar a administração mais enxuta e mais dinâmica. “O Tião será o coordenador desse projeto”, enfatizou Pinheiro.


Justificativas – O prefeito Murilo Domingos justificou ao vice que não teve tempo de preparar sua candidatura de deputado federal, em uma disputa que se mostra mais acirrada nesta eleição.


Murilo disse ainda que ponderou com a família e viu que este não é o momento de deixar a prefeitura. Depois de passar por cinco anos de crise na gestão, ele tem agora a possibilidade de colher os frutos, com as obras resultantes do PAC e dos jogos da Copa do Mundo.


Tião da Zaeli destacou que não está à procura de cargos, mas que mantém seu desejo de imprimir um novo ritmo à gestão da cidade. Em entrevista ao jornal A Gazeta, há cerca de 15 dias, ele disse que só entrou na política pelo desejo de um dia ser prefeito de Várzea Grande.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

« Entradas Anteriores

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...