Archive for maio \31\UTC 2011

>Requião vai contra a decisão do PMDB e assinará CPI contra Palocci

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

José Cruz/ABr
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) informou nesta terça (31) que pretende assinar a CPI organizada pela oposição contra o ministro Antonio Palocci (Casa Civil). Em entrevista ao Portal Terra Magazine, ele explicou o motivo: “O Banco Itaú comprou o Banestado e fez o melhor negócio do mundo no Paraná, na época em que Jaime Lerner (DEM) era o governador.
Foi ótimo pro Itaú, e evidentemente péssimo para o Estado. Quando assumi, briguei para não pagar o que eles queriam. A Secretaria do Tesouro começou, indevidamente, a dizer que o Paraná estava em dívida e a cortar todas as transferências federais, como se fosse um cartório de protesto da banca privada. Sabe quem era o assessor do Banco Itaú? Palocci, à época ex-ministro da Fazenda.” Segundo o senador, “não existe a possibilidade do ex-ministro da Fazenda prestar consultoria a empresa privada”. Fonte: ClaudioHumberto
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Greve na educação de MT: Professores param dia 6 de junho

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

.fullpost { display: none; }

Trabalhadores da educação de 90 municípios de Mato Grosso aprovaram neste domingo (29) o indicativo de greve na rede estadual a partir do dia 06 de junho. A decisão tomada pelo Conselho de Representantes do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) será avaliada em assembleia geral, hoje (30), às 14h, na Escola Estadual Presidente Médici, em Cuiabá.

A categoria considerou, por unanimidade, que a proposta da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) não contempla a reivindicação. “Já realizamos estudos que comprovam que é perfeitamente factível o Piso Salarial de R$ 1.312,00 para os profissionais da Educação sem ultrapassar os 60% previstos na legislação”, ressaltou o presidente do Sintep/MT, Gilmar Soares Ferreira. Ele se referiu à Lei Complementar (LC) 388/2010, que fixa esse percentual no Art. 5°.

A última proposta enviada pela secretária de Estado de Educação, Rosa Neide Sandes de Almeida, à entidade previa, além dos 10% de reajuste, mais 3% em dezembro de 2011 e assegurava o Piso Salarial de R$ 1.312,00 no primeiro quadrimestre de 2012. O ofício foi encaminhado após audiência conjunta com os secretários ou representantes de Estado de Administração, Cesar Roberto Zilio; de Planejamento, José Gonçalves Botelho do Prado; de Fazenda, Marcel de Souza Cursi; e secretário-Auditor Geral, José Alves Pereira Filho.

Além disso, a aprovação, a toque de caixa, da Mensagem 31 do Governo do Estado pelos deputados estaduais, na quarta-feira (25) à noite, causou insatisfação aos trabalhadores da educação, pois fixa o subsídio dos Profissionais da Educação Básica e o vencimento dos Especialistas em Educação, rompendo com o processo de negociação com a categoria. “O desrespeito à LC 388/2010 e a falta de transparência do Poder Executivo está influenciando as decisões dos profissionais da educação da rede estadual”, acrescentou Gilmar Soares.

Ato público – Caso a assembleia geral do Sintep/MT confirme a greve, a categoria promoverá ato público, no dia 06 de junho, para marcar o início da paralisação. Às 14h, os profissionais irão participar de audiência pública sobre a Educação, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), seguida de protesto, em frente ao prédio da Casa de Leis. 
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>O sorriso de Abicalil

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Por Pedro Pinto de Oliveira
Onde está Abicalil? O ex-presidente do PT de Mato Grosso, ex-deputado federal e candidato derrotado ao Senado, não apareceu no julgamento do PT, realizado neste último domingo, que condenou a sua desafeta, a ex-senadora Serys Slhessarenko, a um ano de suspensão das atividades partidárias e a seis meses de suspensão para o vereador Lúdio Cabral.

Abicalil controla com mão de ferro a corrente majoritária no PT de Mato Grosso: exigiu a “punição” para os adversários internos e ela saiu. Por mais que Serys e Lúdio revertam a condenação na Executiva Nacional, Abicalil pode se sentir vingado: carimbou na testa de Serys e Lúdio o rótulo de “traidores”. O serviço político está feito.

Lúdio comparou o julgamento a um tribunal de exceção. A punição dificulta a sua pretensão de ser o candidato do PT à prefeitura de Cuiabá, mas ainda acredita que possa, mais à frente, contar com os votos da corrente dominada por Carlos Abicalil.

Serys foi direta: acusou Abicalil de covarde, por não ter comparecido ao julgamento, ato que mobilizou todas as correntes do PT. “Amarelou, amarelou, amarelou”, disse e repetiu a petista para criticar o “sumiço” de Abicalil.

Abicalil não compareceu por que é a “vítima” dos traidores? Difícil de ver o líder da corrente majoritária nesta condição, se lembrar como ele comandou o processo que excluiu a candidatura de Serys à reeleição ao Senado em favor da sua própria candidatura fracassada.

O silêncio de momento não inocenta Abicalil. Ele foi o articulador do julgamento que condenou e carimbou Serys e Lúdio como os “infiéis” do PT.

Abicalil terá que falar. Político de tantos argumentos, poderá dizer se está satisfeito com o resultado do julgamento petista. Se agora é um homem justiçado e feliz. De quebra, pode explicar se esse processo serve de alguma forma ao futuro do PT de Mato Grosso. Há do que sorrir? Fonte: PnBonline
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Palocci e os novos números de seu patrimôneo

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Janio de Freitas

Se aceita a explicação de Lula para o caso Palocci, trata-se de um acerto de contas da imprensa com o ministro, mas pior do que o erro habitual de Lula é o desacerto de contas da imprensa.

A notícia de que o então deputado Antonio Palocci comprara, quando no exercício do mandato, um escritório por R$ 882 mil e um apartamento por R$ 6,6 milhões, foi acompanhada da informação de que assim aumentara o seu patrimônio em 20 vezes.

Fizera-o não muito tempo depois de declarar à Justiça Eleitoral, para o registro da candidatura à Câmara, o valor estimado do seu patrimônio: R$ 295 mil em 5 de julho de 2006, ou R$ 356 mil, ou R$ 375 mil, números usados nos mesmos jornais -inclusive este- a depender da notícia e do dia. Como informação complementar, e essencial, ao investimento imobiliário, a de que o mandato inteiro somava vencimentos de R$ 974 mil, não considerados os descontos em folha.

Com base no preço atribuído aos imóveis e em um dos valores do patrimônio quando ainda candidato, a notícia arredondou para 20 vezes o aumento dos bens. Mas logo viria a notícia de que o deputado faturou, por intermédio de sua empresa Projeto, R$ 20 milhões.

Das duas, uma: ou Palocci não faturou esses R$ 20 milhões ou seu patrimônio não aumentou 20 vezes. Tal faturamento e tal aumento, estão, porém, ligados em todo o noticiário e comentários de todos os jornais, TVs, revistas e rádios. Citam-se as 20 vezes e os R$ 20 milhões.

Acontece que, se tomado o valor mais alto entre os três citados como declaração de Palocci à Justiça Eleitoral, com os R$ 20 milhões o patrimônio cresceu 53 vezes em quatro anos e meio, e não 20 vezes. Se tomado o valor médio dos três citados como patrimônio inicial, o aumento foi de 56 vezes.

Está explicado, nessa depreciação ao feito do então deputado e hoje ministro da Casa Civil da Presidência da República, o aborrecimento de Lula e de seu protegido com a imprensa & cia. E também o seu, se leitor confiante. É melhor, no entanto, não procurar os motivos da incongruência numérica repetida há tantos dias.(Janio de Freitas/Folha de São Paulo)
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>As regras não existem na cultura petista

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Por Júlio César Cardoso *
A cartilha do descompasso linguístico (MEC) do governo petista, que está sendo distribuída a alunos da escola pública, é um desrespeito à cultura e só pode ser uma homenagem ao Lula. Só pode ser! Quem mais maltratou o vernáculo nesses últimos tempos? Esses negócios de regras não existem na cultura petista. E eu falo de regras “lato sensu”. Veja, até as regras jurídicas são desrespeitadas pelo PT. Você não viu o Lula reclamar do TCU, que havia reprovado as contas do PAC? Você não vê como o PT quer flexibilizar as licitações públicas para obras da Copa do Mundo de 2014? As regras jurídicas dificultam muito a vida do PT.

O PT está tentando impor ao país a sua forma ditatorial de governar em todas as áreas da sociedade. Se não houver reação, aos poucos o PT vai corroendo a sociedade com o seu idealismo socialista comunista. É impressionante como o Lula conseguiu bestializar os chamados intelectuais petistas. E como ele soube arrebanhar a turma estrategista de José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e outros indecorosos para dar sustentação ao governo em busca da troca de favores. Agora mesmo Lula, Dilma, Sarney e demais chaleiristas saíram em defesa de Palocci, chamando-o de homem inocente e vítima de armação política. É tão inocente que a Caixa Econômica só agora resolveu sustentar que ele tinha relação com a violação do sigilo bancário do caseiro Francelino. Dizer que Palocci já foi inocentado no STF, não é nenhuma vantagem, pois até o Collor também já foi inocentado no STF, tribunal de indicação política.

O PT quer se transformar numa espécie de partido único, sobrepujando-se às demais agremiações, para implantar aqui a chamada mexicanização. O PT, hoje, não só quer cassar as regras gramaticais, como também o voto direto do eleitor. Está estampado na revista Veja: “Um projeto costurado pelo PT pretende alterar a Constituição para tirar dos brasileiros o direito de votar diretamente em seus representantes nas eleições do Poder Legislativo”. O Chamado Voto em Lista Fechada. O falecido senador amazonense, Jéfferson Peres, já havia alertado o país do perigo da mexicanização brasileira pelo PT. E tudo está se confirmando.

Senhores, o voto em lista fechada é um golpe eleitoral na democracia popular. O PT e seguidores estão mexendo em casa de abelhas. Quem desconhece o que está ocorrendo do outro lado do mundo, em que a população começou a reagir contra as tiranias de governos? Não faz muito tempo houve aqui o golpe militar para afastar os comunistas. O PT vai corroendo a democracia até que um dia povo explode. Onde já se viu o povo não poder votar no seu candidato? Isso não é manobra autoritarista? Votar no escuro só interessa aos corruptos, aos solertes, aos traidores da democracia, ao PT, à parcela do PMDB e ao caciquismo político que quer se perpetuar.

O único sistema eleitoral capaz de moralizar o país – de menor custo, de maior fiscalização do eleitor e que favorece candidatos de menor condição financeira se eleger – é o VOTO DISTRITAL PURO. Lista fechada é uma escolha no escuro.

*Júlio César Cardoso é Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Ciro Gomes ataca Lula e sua falta de discrição

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Sem mandato há seis meses e afastado da cena política nacional, o ex-deputado federal Ciro Gomes (PSB) reapareceu, nesta segunda-feira, e criticou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela falta de discrição ao aparecer publicamente em Brasília, na semana passada, na tentativa de conter a crise a partir da divulgação do crescimento vertiginoso do patrimônio do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci.
Para Ciro, Lula cometeu um erro e pode ter prejudicado o capital político da presidente Dilma Rousseff (PT).
– Ele, inclusive, na minha opinião, cometeu um erro: se ele quer ajudar, faça isso pelo telefone, discretamente. Mas essa ida a Brasília liquida com qualquer capital político que a Dilma possa e deva acumular, que é inerente à liderança que ela tem como presidente – disse após participar como palestrante no evento sobre Economia Verde na Assembleia Legislativa do Ceará.
Ciro também não concorda com a opinião de Lula de que sem Palocci o governo se “arrastaria” até o fim. Esse teria sido um comentário do ex-presidente para conseguir o apoio da bancada do PT no Senado na defesa do seu ex-ministro.
– Discordo completamente até porque o Lula teve que demitir o Palocci. Ele próprio. Nós estaríamos como país muito mal parados (sic) se dependesse do Ciro Gomes, da Dilma, do Lula. O Lula tem esse equívoco – disse.
– Se depende só do Lula o Brasil? Eu sou contra isso. Depende só do Ciro? Depende só da Dilma? Depende só do Palocci? Que conversa é essa?
Para Ciro, o ministro Palocci tem o direito da presunção de inocência. No entanto, ele acha que o episódio sobre seu patrimônio, que aumentou vinte vezes em quatro anos, merece explicações cabais.
– Acho que ele tem uma massa de serviço prestado ao Brasil, que faz com que eu reforce aquilo que deve estar a disposição de todos cidadãos: a presunção da inocência. Eu o presumo inocente. Dito isto, é muito constrangedor o que está acontecendo. É preciso que seja resolvido isso com cabal explicação – disse, acrescentando que não é razoável que não haja explicações e que não se dá por satisfeito com as justificativas apresentadas até agora.
Além de comentar a atuação de Lula e da crise envolvendo Palocci, Ciro defendeu maior protagonismo do PSB em 2014.
– Time que não joga, não faz torcida. O processo político brasileiro confiando a hegemonia PT e PSDB, e hegemonizado pelo processo de São Paulo tem feito imenso mal ao Brasil – disse.
Para ele, a disputa entre esses dois partidos fez com que quem estivesse no poder nas duas últimas décadas se atracasse com “a escória”da política brasileira.
– O governo Fernando Henrique e o Governo Lula vivem se dizendo um o oposto do outro. Não é bem verdade não. Mas vivem se dizendo. Quem era o lider do governo Fernando Henrique no Senado? Romero Jucá, do PMDB (RR). Quem é o líder do governo Lula no Senado e do governo Dilma no Senado? Romero Jucá. Vá se dormir com um barulho desse.
Ao comentar a vitória do grupo de Aécio Neves, seu amigo, sobre o de José Serra, seu desafeto, na convenção do PSDB do último final de semana, disparou contra o candidato derrotado à Presidência da República no ano passado
– O Serra como trambolho continua aí e vai derrotar o trabalho do Aécio – disparou.
Ciro negou que vá sair do PSB e ir para o PDT. Os rumores da mudança cresceram depois que vieram à tona as diferenças entre ele e o presidente do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Segundo Ciro, os defeitos do PSB são compensados por suas qualidades, enquanto no PDT, honraria o inverso.
Coordenador da campanha de Dilma no Nordeste, Ciro reclamou mais verbas federais para o estado que é governado pelo seu irmão, Cid Gomes (PSB). Recentemente, o governador xingou o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, pelas condições ruins das BRs.
– Está faltando atenção do governo federal em relação às estradas. Mas se nós compararmos o que Pernambuco tem recebido na prática e o que o Ceará tem recebido na prática… o Ceará não está recebendo o dinheiro prometido, não.
Para ele, o governo terá que “lutar pesado” para conseguir mais verba. Sobre a bancada federal cearense, disse que ela “está extremamente agarrada com os privilégios da sombra do poder”.

Fonte: O Globo

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Seguro desemprego a trabalhadores rurais, prevê projeto

Posted on maio 30, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Blog da Rebecca Garcia
Foto
DEPUTADA REBECCA GARCIA
Um projeto de Lei da deputada Rebecca Garcia (PP-AM), que concede seguro-desemprego para agricultores atingidos por enchentes, está em análise na Câmara. Segundo o texto, o benefício será pago ao trabalhador rural ou extrativista que tenha suas terras atingidas por enchentes sazonais durante períodos definidos pela Agência Nacional de Águas. 
Segundo a deputada, o auxílio pode ajudar o agricultor a superar suas perdas financeiras e até mesmo atenuar o impacto sentimental causado pelas cheias que devastam plantações, criações e casas de famílias do campo. Caso a proposta seja aprovada, o benefício deverá ser pago pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador, ao ruralista que apresentar comprovantes de suas atividades de produtor ou extrativista, além de cadastro no INSS e documento de sindicato ou cooperativa que indique que a área tenha sido inundada.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>OAB exige imediato afastamento de Palocci

Posted on maio 30, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Eugênio Novaes

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, acaba de defender que o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci, apresente imediatamente à presidente Dilma Rousseff o seu pedido de afastamento do cargo até que estejam completamente esclarecidas denúncias formuladas contra ele e a sua empresa de consultoria. “O pedido de afastamento é algo que soaria muito bem no âmbito da sociedade. 
É algo que deixaria o governo Dilma muito mais tranqüilo. No entanto, isso vai depender de uma avaliação política e interna por parte do governo. Do ponto de vista da sociedade o afastamento daria muito mais credibilidade para a versão que vem sendo apresentada pelo ministro Palocci”. Fonte: Claudio Humberto
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>PMDB acabará derrotado

Posted on maio 30, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Por Carlos Chagas

Nas poucas horas em que permanecerá no Uruguai, hoje, a presidente Dilma Rousseff será substituída pelo vice Michel Temer. Na base aérea de Brasília, a transmissão do cargo imitará a cerimônia do cachimbo da paz que os militares americanos celebravam com os peles-vermelhas, assegurando-lhes a permanência em terras que logo depois seriam tomadas. Nem Dilma nem Temer fumam, mas a dúvida é saber quem será o general Custer. Porque o dia de Little Big Horn está próximo. Depois dos inusitados acontecimentos da semana passada, unem-se as diversas tribos do PMDB para cercar e tentar liquidar o general Antônio Palocci. Tanto faz, pois a verdade é que apesar de uma suposta vitória efêmera, com o passar do tempo os índios acabarão dizimados e confinados em sórdidas reservas ministeriais, com os brancos ocupando todo o território.
A imagem sugere o PMDB sendo afinal vencido pela força do governo. Dos seis ministros que o partido indicou, até agora três já fizeram chegar à presidente Dilma que ficam com ela. Os outros três estão chegando. Ao mesmo tempo as bancadas no Congresso já começaram a se dispersar, abandonando o chefe Cavalo Louco, perdão, Henrique Alves. Que digam os senadores, prontos para alterar o texto do Código Florestal de acordo com as instruções do palácio do Planalto.
Em suma, prevalece aquela história de que ganha quem tem a caneta, não o cachimbo. O PMDB acabará confinado às suas reservas.
Ministério

O governo exagera na mania de investigar as fontes de qualquer notícia que pareça incômoda. Preocupa-se mais com o meio do que com a mensagem. Essa distorção nasceu junto com o PT, naqueles idos sob intensa barragem de fogo de adversários intransigentes que não admitiam um partido verdadeiramente de esquerda, disposto a ser diferente dos outros. Agora que não é mais, nivelando-se ao conjunto fisiológico e interesseiro, o PT contamina o governo com a obsessão não só de saber a origem das informações, mas, de quando em quando, até de tentar impedi-las. Precisam ser lembradas as lições do saudoso comandante Amaral Peixoto, presidente do PSD: “notícia não se desmente. Dá-se outra…”

O mistério, semana passada, era saber quem havia passado para a imprensa detalhes do diálogo amargo entre Antônio Palocci e Michel Temer. Pode ter sido muita gente…

Três incômodos comensais

Ignora-se a presença ou não dos senadores Jarbas Vasconcelos, Pedro Simon e Roberto Requião no almoço que a presidente Dilma Rousseff oferecerá à bancada do PMDB. São imprevisíveis, apesar de o pernambucano assumir por inteiro a condição de oposicionista, ao tempo que os outros dois rotulam-se de independentes. De qualquer forma, se comparecerem, não será apenas para manejar garfo e faca. Vão falar, muio mais do que amenidades. José Sarney, Renan Calheiros e Romero Jucá estarão a postos para a marcação individual.
À espera da tréplica

Sábado, a vitória foi de Aécio Neves, derrotado na batalha do ano passado pela candidatura tucana de José Serra, agora vencido na tentativa de presidir o PSDB e até mesmo o Instituto Teotônio Vilela. Ficará confinado a um Conselho Político sem regras nem espaço para funcionar. É bom que se preparem os vencedores liderados pelo ex-governador de Minas, porque Serra, desde ontem, prepara a tréplica. Há quem suponha que ela virá com sua candidatura a prefeito de São Paulo, ano que vem. Fonte: ClaudioHumberto
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Lula usou ex-ministro para intimidar emissoras

Posted on maio 30, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

A audiência da presidenta Dilma ao ex-jornalista e ex-ministro Franklin Martins foi uma jogada de Lula para tentar estancar o sangramento de Antônio Palocci e calar emissoras de rádio e tevê, que, para ele, faziam “campanha” para derrubar o ministro da Casa Civil. A notícia da “iminente nomeação” de Martins para o Ministério das Comunicações foi uma ameaça velada às  emissoras, que têm pavor à ideia.
O plano de Lula, “vazado” para a imprensa, seria deslocar Paulo Bernardo para a Casa Civil e nomear Franklin Martins em seu lugar.
O “plano maquiavélico” de Lula falhou porque as emissoras não se intimidaram com Franklin Martins, que prega o controle da imprensa. Fonte: www.claudiohumberto.com.br
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

« Entradas Anteriores

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...