>O que fez Palocci enriquecer tão rapidamente?

Posted on maio 16, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Palocci (1): Nos últimos quatro anos como deputado federal, Antonio Palocci, Chefe da Casa Civil da presidência da República, multiplicou por 20 o valor do seu patrimônio, segundo reportagem publicada pela Folha de S. Paulo. O que tinha em 2006 valia R$ 375 mil. Há um ano comprou um escritório em área nobre da capital paulista por R$ 882 mil. Pouco antes de virar ministro, e na mesma cidade, comprou um apartamento de luxo por R$ 6,6 milhões. Como deputado, em quatro anos, recebeu em salários R$ 974 mil, brutos.
 
Palocci (2): Resposta: serviços de consultoria. Quais foram seus clientes? Não diz. Quanto recebeu de cada um deles? Não diz. Qual a natureza da consultoria prestada? Não diz. Seus clientes tinham negócios com o governo? Não diz. Seus clientes passaram a ter negócios com o governo depois que ele lhes deu consultoria? Não diz. Servidor público comum é proibido de exercer cargo de administração em empresa privada. Servidor público eleito, pode. Até prova em contrário, Palocci é um político honesto, e agora rico. Mas que deve explicações ao distinto público.
 
Semanas antes de assumir o cargo mais importante do governo Dilma Rousseff, oministro Antonio Palocci (Casa Civil) comprou um apartamento de luxo em São Paulo por R$ 6,6 milhões.

Um ano antes, Palocci adquiriu um escritório na cidade por R$ 882 mil. Os dois imóveis foram comprados por uma empresa da qual ele possui 99,9% do capital. Em 2006, quando se elegeu deputado federal, Palocci declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio estimado em R$ 375 mil, em valores corrigidos pela inflação. Ele tinha uma casa, um terreno e três carros, entre outros bens.

Com o apartamento e o escritório, Palocci multiplicou por 20 seu patrimônio nos quatro anos em que esteve na Câmara -período imediatamente posterior à sua passagem pelo Ministério da Fazenda, no governo Lula.

Nos quatro anos em que exerceu o mandato de deputado, Palocci recebeu em salários R$ 974 mil, brutos. A quantia é insuficiente para pagar os dois imóveis que ele adquiriu. Os dois já foram quitados, de acordo com documentos aos quais a Folha teve acesso.

Procurado pela reportagem, Palocci disse que as compras foram feitas com recursos da sua empresa, a Projeto Administração de Imóveis. O ministro da Casa Civil não quis identificar seus clientes nem informou o faturamento da empresa.

Segundo Palocci, a Projeto foi criada como ‘uma empresa de consultoria financeira e econômica‘ e ‘encerrou as suas atividades de consultoria em dezembro de 2010 – fato registrado na Junta Comercial de São Paulo‘.

A assessoria de Palocci deixou sem resposta várias outras questões apresentadas pela Folha ao ministro. A assessoria preferiu não indicar as empresas para as quais a Projeto deu consultoria, não informou quem era responsável pela prospecção de clientes, como era sua rotina e quais as atribuições que Palocci exercia na firma.

O ministro também não deu informações sobre o faturamento e os lucros obtidos pelaProjeto nem quis discutir como conciliava suas atividades de deputado federal com ade consultor. Também não esclareceu por que mantém uma empresa para administrar somente dois imóveis
 

E-mail para esta coluna: noblat@oglobo.com.br
BLOG DO NOBLAT:  www.oglobo.com.br/noblat

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: