>Eletrobras investirá R$ 10 bilhões até 2015

Posted on maio 22, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

A Eletrobras vai investir cerca de R$ 1 bilhão por ano até 2015 para se tornar uma empresa internacional. O anúncio foi feito ao Grupo Estado pelo presidente da estatal, José da Costa Carvalho Neto. O investimento total da Eletrobras é de R$ 10 bilhões nos próximos 5 anos e, segundo o executivo, 10% desse montante será reservado para a expansão no exterior. “Depois desse período, os investimentos internacionais vão continuar, mas podem ser ajustados para mais ou para menos”, diz Carvalho Neto.
A integração das ações da Eletrobras nas mais diversas áreas na América do Sul e na América Latina é uma das metas da estatal durante o governo da presidente Dilma Rousseff, destaca. A primeira ação concreta nessa área será a construção de uma linha de transmissão que interligará o Brasil com o Uruguai. A linha, de 500 quilovolts, começará a ser implantada no início do segundo semestre. “Essa é uma integração em que todos os países têm a ganhar, tanto em termos de qualidade e segurança, como de custo”.
Nesse novo projeto, a Eletrobras vai trabalhar com a UTE, uma companhia uruguaia. “É uma obra que vai ser iniciada agora. E esses 500 kV vão movimentar uma parcela de energia importante”. A linha de transmissão interligará Candiota, no Rio Grande do Sul, a San Carlos, cidade próxima a Montevidéu. “Esse empreendimento ficará pronto no final de 2012”, garante o presidente da estatal. O projeto tem 390 quilômetros de extensão, dos quais 60 quilômetros estarão em território brasileiro.
Há também um estudo de viabilidade para a construção de uma linha de transmissão de 400/800 kV de 1,4 mil quilômetros em Moçambique. A Eletrobras já tem sucursais na cidade do Panamá, além de Lima e Montevidéu.
Usinas – Outra frente de internacionalização, dessa vez na área de geração, também está sendo avaliada pela Eletrobras: a construção das usinas hidrelétricas de Inambari, no Peru, com capacidade instalada de 2,6 mil megawatts (MW), e a de Tumarín, na Nicarágua, com capacidade de 253 MW. Há ainda estudos de viabilidade para a construção da hidrelétrica binacional de Garabi, com capacidade de 2 mil MW, entre o Brasil e a Argentina.
“Esse é um ponto muito importante para integração da América do Sul e da América Latina, pela complementaridade hidrológica das diferentes bacias, além da melhoria da qualidade”, ressalta Carvalho Neto.
Também há estudos de pré-viabilidade de outras 4 usinas no Peru, com capacidade instalada total de 7,7 mil MW. A Eletrobras tem planos até mesmo para a Hidrelétrica de Belo Monte, que será construída no Rio Xingu (PA). Segundo Carvalho Neto, está sendo estudada uma futura integração de Belo Monte com usinas da Venezuela. Fonte: A Gazeta

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: