>Palocci e os novos números de seu patrimôneo

Posted on maio 31, 2011. Filed under: Sem-categoria |

>

Janio de Freitas
Se aceita a explicação de Lula para o caso Palocci, trata-se de um acerto de contas da imprensa com o ministro, mas pior do que o erro habitual de Lula é o desacerto de contas da imprensa.

A notícia de que o então deputado Antonio Palocci comprara, quando no exercício do mandato, um escritório por R$ 882 mil e um apartamento por R$ 6,6 milhões, foi acompanhada da informação de que assim aumentara o seu patrimônio em 20 vezes.

Fizera-o não muito tempo depois de declarar à Justiça Eleitoral, para o registro da candidatura à Câmara, o valor estimado do seu patrimônio: R$ 295 mil em 5 de julho de 2006, ou R$ 356 mil, ou R$ 375 mil, números usados nos mesmos jornais -inclusive este- a depender da notícia e do dia. Como informação complementar, e essencial, ao investimento imobiliário, a de que o mandato inteiro somava vencimentos de R$ 974 mil, não considerados os descontos em folha.

Com base no preço atribuído aos imóveis e em um dos valores do patrimônio quando ainda candidato, a notícia arredondou para 20 vezes o aumento dos bens. Mas logo viria a notícia de que o deputado faturou, por intermédio de sua empresa Projeto, R$ 20 milhões.

Das duas, uma: ou Palocci não faturou esses R$ 20 milhões ou seu patrimônio não aumentou 20 vezes. Tal faturamento e tal aumento, estão, porém, ligados em todo o noticiário e comentários de todos os jornais, TVs, revistas e rádios. Citam-se as 20 vezes e os R$ 20 milhões.

Acontece que, se tomado o valor mais alto entre os três citados como declaração de Palocci à Justiça Eleitoral, com os R$ 20 milhões o patrimônio cresceu 53 vezes em quatro anos e meio, e não 20 vezes. Se tomado o valor médio dos três citados como patrimônio inicial, o aumento foi de 56 vezes.

Está explicado, nessa depreciação ao feito do então deputado e hoje ministro da Casa Civil da Presidência da República, o aborrecimento de Lula e de seu protegido com a imprensa & cia. E também o seu, se leitor confiante. É melhor, no entanto, não procurar os motivos da incongruência numérica repetida há tantos dias.(Janio de Freitas/Folha de São Paulo)

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: