agência AFP

>Alegria, mineiros soterrados no Chile são alcançados por perfuradora

Posted on outubro 9, 2010. Filed under: agência AFP, mineiros soterrados no Chile |

>Sob expectativa crescente dos familiares, do governo chileno e de uma orla de jornalistas de todo o mundo, a perfuradora T-130 alcançou na manhã deste sábado o local onde os 33 mineiros estão soterrados desde 5 de agosto, na mina de San José, em Copiapó, norte do Chile. A notícia foi anunciada a todos os presentes com uma sirene que causou correria até o local do Plano B, que terminou assim seus 624 metros de túnel.

O resgate, contudo, deve acontecer somente na terça-feira (12), segundo estimativas do governo chileno. Após escavar o poço, as equipes de resgate devem passar uma câmera para avaliar a segurança das paredes do túnel. Se elas forem uniformes e fortes o suficiente, vão preparar o túnel para a passagem da cápsula que trará, um a um, os mineiros isolados.
“Isso é muito forte, é um grande sentimento. Eu posso imaginar o que meu irmão deve estar sentindo lá dentro”, disse à agência AFP Gastão Henrique, irmão de um dos mineiros, que espera por ele fora do site.

Roberto Candia/AP
Policial chileno abraça parente de um dos 33 mineiros soterrados na mina San José, no norte do país
Policial chileno abraça parente de um dos 33 mineiros soterrados na mina San José, no norte do país

“Estamos muito felizes, porque nestes dois meses temos sofrido muito. Aguardamos agora que saiam logo para podermos abraçá-los e trazê-los para casa”, disse Wilson Avalos, que tem dois irmãos enterrados na mina San José.

A grande dúvida no momento é se o túnel será ou não protegido com placas de aço, uma garantia para que as paredes não desmoronem durante o resgate. O processo pode atrasar por no mínimo cinco dias o resgate.

Segundo o ministro de Mineração, Laurence Golborne, as placas de aço suficientes para cobrir todo o túnel pesariam mais de 150 toneladas –o que poderia causar um colapso na instável mina e atrasar muito mais o resgate. “E esta estrutura pode ser colocada em uma posição que bloqueie a passagem da Phoenix [cápsula de resgate]. Não é uma decisão fácil”.
Nesta sexta-feira, o ministro da Saúde, Jaime Mañalich, afirmou apenas a primeira parte do túnel aberto pela T-130 será protegido, o equivalente aos primeiros cem a 200 metros.
“A última parte (do túnel), que provavelmente será em rocha maciça, sem proteção, precisa ser muito bem polida. É o que está planejado até hoje, o mais viável”, disse Mañalich, acrescentando que a próxima terça-feira é a data provável para o início do resgate. O ministro também pediu paciência aos chilenos, enquanto o complicado processo de perfuração e resgate é realizado.

Quando o túnel de resgate estiver pronto, uma cápsula de aço, projetada pela Marinha chilena e construída especificamente para este propósito, será utilizada para retirar os trabalhadores da mina. A cápsula tem 54 cm de diâmetro, oxigênio para cerca de três horas e cintos para prender os mineiros e protegê-los, em caso de desmaio.
O plano é que oficiais da Marinha desçam para avaliar a situação e ajudar os mineiros a utilizar a cápsula. O processo de retirada de cada um dos homens presos deve durar uma hora.

SIRENE
Do lado de fora da mina, os familiares do acampamento Esperança, montado para pressionar as autoridades no resgate dos mineiros, passaram uma noite de ansiedade a espera da sirene. Quando ela tocou, muitos correram eufóricos até o local.
Os chilenos –e todo o mundo– foram cativados pelo drama dos mineiros, que passaram 17 dias sem que se soubesse nem ao menos se estavam vivos. O resgate se tornou uma questão de prioridade nacional.

Mas até o resgate, as equipes têm uma decisão difícil a fazer: a ordem dos mineiros resgatados. Entre as famílias dos mineiros, vários defendem que o primeiro deve ser o mais velho, Mario Gomez, o homem que mandou o bilhete “Estamos todos bem no refúgio, os 33”.
Mas o governo não está disposto a seguir esse critério. Segundo o ministro Golborne, que lidera as equipes de resgate, o primeiro deverá ser alguém que reúna saber técnico em geologia com força física. Com vários dedos amputados em decorrência de acidentes com explosivos, é quase certo que Mário Gomez seja descartado como “primeiro homem”.
Os mineiros devem ser divididos em três grupos: o primeiro será o dos técnicos mais capazes (e saudáveis). Resolvidos os problemas que eventualmente surjam, devem começar a subir os que mais necessitem de cuidados médicos imediatos. Por fim, irão os demais.

Fonte: Folha

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...