Alto Araguaia

>ALL anuncia o início das obras da Ferronorte de Alto Araguaia a Rondonópolis

Posted on julho 16, 2009. Filed under: ALL, Alto Araguaia, BNDES, Ferronorte, Ferrovia, Rondonópolis |

>

Depois de cerca de 7 anos com obras paralisadas, com a liberação de financiamento no valor de R$ 691,6 milhões, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a América Latina Logística (ALL) anuncia o início das obras da ferrovia Senador Vicente Vuolo, a Ferronorte. O trecho em questão tem um total de 251 quilômetros ligando Alto Araguaia a Rondonópolis. O montante será aplicado pela empresa na viabilização da construção, operação, exploração e conservação do trecho.

As obras estavam previstas para começarem entre o fim de junho e início de julho, conforme cronograma anunciado pela diretoria da ALL em maio passado, quando a diretoria recebeu do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Licença de Instalação de um trecho que compreende 13 km, entre Alto Araguaia e Mineirinhos, ambas no Estado. O documento era fundamental para qualquer ação por parte da empresa e até mesmo para qualquer movimentação financeira. À época, o diretor de Relações Corporativas da ALL, Pedro Roberto Almeida, informou que os primeiros 13 mil metros ficariam prontos em até quatro meses.

Por meio de nota, a empresa afirma que o fundo FI-FGTS também negocia com a ALL sua entrada no projeto, cuja obra terá início este mês. Segundo a empresa, o potencial apresentado pela região é interessante, principalmente para a movimentação de soja, milho, açúcar, algodão, madeira de reflorestamento, contêiners, além de combustíveis. Também está prevista a construção de um terminal intermodal em Rondonópolis. A capacidade para movimentação inicial é de 12 milhões de toneladas por ano, com picos de até 1 mil caminhões diariamente. O novo terminal poderá movimentar até 25 milhões de toneladas por ano.

Hoje à tarde, o Fórum Pró-ferrovia, que acompanha a construção da Ferronorte, apresentará à imprensa durante entrevista coletiva, a data exata do início das obras. O presidente do fórum, vereador Francisco Vuolo, adianta que será apresentado um cronograma de ações, que inclui visitação à ferrovia, para acompanhar a construção. Ele explica que cada trecho depende da liberação de uma licença. Estes documentos serão concedidos pelo Ibama de forma seccionada, ou seja, a cada etapa.

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Unemat publica gabarito oficial do Vestibular 2009/1

Posted on dezembro 10, 2008. Filed under: Alta Floresta, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Gabarito da Unemat, Juara e Colíder, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop, Tangará da Serra, Unemat em Cáceres, Vestibular 2009/1 Unemat |

>

Ensino Superior

A Coordenadoria de Concursos e Vestibulares (Covest) da Unemat divulgou o gabarito Oficial do Vestibular 2009/1, após análise de recursos. No total, cinco questões foram anuladas e uma teve a opção alterada.

Nesta edição do Vestibular foram oferecidas 1.800 vagas, distribuídas em 44 cursos de licenciatura e bacharelado, ministrados nos campi da Unemat em: Cáceres, Sinop, Tangará da Serra, Alto Araguaia, Alta Floresta, Pontes e Lacerda, Nova Xavantina, Barra do Bugres, Juara e Colíder. Do total, 25% são destinadas a candidatos cotistas.

O resultado final será divulgado a partir de 23 de dezembro. As aulas têm início em 2 de março.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Em Alto Araguaia prefeito é condenado a devolver dinheiro público

Posted on dezembro 5, 2008. Filed under: Alto Araguaia, dinheiro, logomarca, público, prefeito, réu |

>


Prefeito é condenado a ressarcir cofres públicos

O prefeito de Alto Araguaia (a 395 km de Cuiabá), Jerônimo Samita Maia Neto, terá que devolver integralmente o dinheiro retirado dos cofres públicos do município, conforme determinação do juiz Carlos Augusto Ferrari. O valor a ser ressarcido ainda será estipulado, após investigação de uma equipe de peritos designada para o caso. Maia Neto é acusado de utilizar dinheiro público para promover marketing pessoal e deve responder pelos crimes de responsabilidade e desobediência.

O prefeito, ao longo do seu mandato, usou recursos do patrimônio público para confeccionar logomarca com as iniciais “M” e “N”, as quais caracterizariam o nome pelo qual é conhecido, Maia Neto. Depois de consolidada a marca, o prefeito teria passado a utilizá-la em todas as obras inauguradas, em latões de lixo, nos uniformes dos garis, nos uniformes escolares, placas de inaugurações, placas e faixas de propaganda, nos órgãos públicos municipais, nos veículos de propriedade do município.

Em sua decisão, o magistrado considerou que a conduta do réu ao longo do seu mandato “configurou-se atentatória aos princípios da impessoalidade e moralidade administrativa ao longo do seu mandato”. O juiz sublinhou que os poderes estatais não se destinaram a permitir aos agentes públicos utilizá-los para impor suas preferências pessoais, tendências políticas, mesmo porque, quando a lei confere poderes discricionários à autoridade, trata-se, apenas, de uma margem de liberdade para melhor atender ao interesse público. (Flávia Borges)

Fonte: RDNews


Hitman: Versão Estendida + Boné Exclusivo por R$ 29,90

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...