Blairo

>Pós-eleição

Posted on outubro 5, 2010. Filed under: Blairo, FHC, Lula, Pós-eleição, Silval |

>Por Alfredo da Mota Menezes*
1. Um exemplo doméstico talvez ilustre parte da votação do Pedro Taques. Um amigo me contou antes da eleição que na família dele, a esposa votaria em Blairo e no Pedro, a filha no Abicalil e no Pedro e ele no Antero e no Pedro. A maior parte do segundo voto do estado deve ter ido para o Pedro.

2. Blairo quebrou a escrita de governador que deixa mandato não ser eleito senador. Passa ser a liderança maior do estado. Um fato que já ocorreu com outros no estado. Quanto tempo dura essa liderança ninguém sabe. Outros antes tiveram que deixar a ribalta também.

3. Silval tem ainda como sombras políticas o Bezerra e o Maggi. Qual será seu comportamento com eles de agora para frente? Vai ter que criar seu caminho. Será uma coisa para se observar.

4. Blairo acabou ajudando mais o Silval do que o Lula. Este nem veio aqui.

5. Se o Serra ganhar o segundo turno em MT, Blairo e Silval não fariam boa figura em Brasília se a Dilma for presidente.

6. Ságuas Moraes pode perder a vaga de deputado federal se Pedro Henry conseguir se safar na Justiça. A carnificina eleitoral no PT estadual se completaria.

7. No PSDB, Nilson Leitão, com as derrotas da Thelma, Antero e Wilson, assume a liderança maior.

8. A urna, na eleição presidencial, mandou recado de que não se tente aventuras não democráticas no país.

9. Aloísio Nunes ganhou a eleição em São Paulo na defesa do governo FHC. No segundo turno, mesmo que perca a eleição, o Serra defenderia o governo FHC? Marcaria posição como oposição para o futuro?

10. Esta coluna dizia que o Aécio Neves poderia criar um novo partido depois da eleição. Com as vitórias do PSDB em Minas, São Paulo, Paraná, Tocantins e possibilidades em Alagoas, Goiás e Pará, não há campo para ele sair desse partido.

11.O Lula tinha que tomar um susto. A mensagem que se passou para o exterior não deve ter agrado a ele. Lá fora vão perguntar o que houve se a popularidade dele elegeria qualquer um.

12. Marina atrapalhou Dilma no Rio e no Nordeste. Também os evangélicos, em sua maioria, não votaram na Dilma. O aborto fez estragos aqui e fora.

13. A maior bancada de senadores é a do PMDB, a segunda é do PT e o PSDB a terceira. A base do governo tem agora 55 senadores. Aprova o que quiser. É um perigo. A maior bancada na Câmara não é mais do PMDB, é do PT. PMDB e PT comandarão as duas casas.

14. O PT e o PSDB, os dois da disputa presidencial, só fizeram um deputado estadual cada em MT.

15. Riva saltou de 82 mil votos na última eleição para 93 mil agora.


*Alfredo da Mota Menezes. E-mail: pox@terra.com.br; site: http://www.alfredomenezes.com

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Últimas impressões

Posted on setembro 30, 2010. Filed under: Agecopa, Alfredo da Mota Menezes, Blairo, Dilma, eleições 2010, FHC, impressões, Lula, Pedro Taques, PSDB, PT, Riva, Sérgio Ricardo, Silval, UPPs, votos, Wilson Santos |

>


Eleições 2010 – Imagino que cada um deve ter suas impressões sobre a eleição. Invento as minhas.

1 – A importância que a saúde tem hoje na vida do brasileiro. As UPAs ou unidades de pronto-atendimento, nascidas no Rio, são um achado. Não são esses quase pardieiros que são as policlínicas. Deve ser copiada pelo Brasil afora.

2 – Segurança é outro item que entrou na vida eleitoral mesmo. Mais classe em ascensão, mais gente preocupada com segurança. Vou outra vez ao Rio. As UPPs ou Unidades de Polícia Pacificadoras foi outro achado. Pode fazer o quase inimaginável: domar as favelas. Em MT a coisa está na fronteira com a Bolívia, gente.

3 – Educação, base para o futuro de um país, teve apelo menor.

4 – A campanha está terminando e o PSDB não toca no que fez o governo FHC. Nem mesmo em sucesso como foi a privatização da telefonia.

5 – Lula se mostrou raivoso com a imprensa.

6 – O “apoio” esquisito do Zé Carlos do Pátio ao Wilson Santos.

7 – Wilson Santos apanhou muito antes da campanha e durante a maior parte do horário gratuito se comportou como se fosse candidato na Inglaterra. Deve ser a tal da qualitativa.

8 – A surpresa Pedro Taques.

9 – Silval tem o apoio do Blairo, Dilma, Lula e grande parte das lideranças políticas e, interessantemente, não conseguiu deslanchar. Teve um breque de mão puxado que precisaria ser mais bem analisado.

10 – Lula não deu o ar da graça em MT. Ele viria, se fosse um candidato ao governo do PT?

11 – A disposição que o Júlio Campos demonstra ainda com a política.

12 – Apesar do enorme prestígio do Lula, há mais de 50% de brasileiros que não votam onde ele e o PT querem.

13 – Outro assunto que precisa de tese acadêmica: como e por que ocorreu o desgaste do Wilson Santos em apenas 15 meses?

14 – A inexpressividade política do Murilo Domingos, prefeito do segundo colégio eleitoral do estado.

15 – Como na capital se sabe pouco do que se passa na eleição no interior do estado.

16 – A briga no PT estadual também chamou a atenção.

17 – O caso do aborto estancou o crescimento eleitoral do Abicalil.

18 – Carlos Bezerra não abriu a boca nesta eleição.

19 – Até agora não apareceu nenhuma acusação à Agecopa de se meter na eleição.

20 – A diferença de aceitação eleitoral de comunicadores conhecidos como Maksuês e Rabelo, se comparada com a eleição passada.

21 – Sérgio Ricardo pode bater Riva em votos. Credencia-se para tentar a prefeitura em 2012.

22 – Você sabia que não há mais voto “em branco?” Que se clicar nele, ele se transforma em nulo?

ALFREDO DA MOTA MENEZES é professor universitário e articulista políico.
pox@terra.com.br;  www.alfredomenezes.com

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleições 2010: Pesquisa Ibope para senado em MT aponta Blairo 75% e Antero 35%

Posted on maio 8, 2010. Filed under: Antero Paes de Barros, Blairo, Carlos Abicalil, eleições 2010, Ibope, Pedro Taques, pesquisa, Senado |

>

O Tv Centro América, afiliada da Rede Globo em Mato Grosso, divulgou no telejornal MTTV 2ª edição deste sábado, 8 de maio. A pesquisa foi feito pelo Ibope e foram ouvidos 812 eleitores.

A pesquisa estimulada foi realizada entre os dias 1º e 04 de maio. Foram ouvidas 812 pessoas e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional eleitoral sob o número 10.612/2010.

Com a pergunta, se as eleições fosse hoje, em qual desses candidatos você votaria para senador? 

                                        Blairo Maggi  75%                   Antero de Barros 35%                 

                                    Pedro Taques 9%                           Carlos Abicalil  24%

Os votos brancos e nulos somam 3%; não souberam responder, 11%
Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

>Dante, Blairo e a Ponte Sérgio Motta

Posted on dezembro 29, 2009. Filed under: Blairo, Dante, Ponte Sérgio Motta |

>

A internet é realmente um instrumento fantástico. Outro dia, enquanto realizava uma pesquisa na web, deparei-me com uma entrevista dada pelo então candidato ao governo Blairo Maggi, o qual tecia duras críticas ao governador da época, Dante de Oliveira.


Blairo denunciava o desperdício de recursos públicos com a construção da ponte Sérgio Motta, que segundo ele teria custado R$ 11 milhões de reais (na verdade foram R$ 15 milhões). Prosseguia, afirmando que faria a obra com R$ 5 milhões de reais, sendo que o valor gasto a mais poderia servir para a construção de outras pontes, ou ainda, para a realização de obras de maior prioridade.


Decorrido mais de sete anos, hoje governador reeleito no término de seu segundo mandato, Blairo Maggi, ao que parece, não é mais o mesmo. Imagina o que diria o saudoso ex-governador Dante de Oliveira ao saber que o atual Governo do Estado se propôs recentemente a gastar, somente com projetos e consultorias mais de R$ 20 milhões de reais; e pior, sem licitação pública.


No mesmo sentido, como reagiria Dante ao tomar conhecimento dos milhares de reais gastos pelo Governo estadual com sistemas de informática, como por exemplo, o software de cadastro de bens que custou aos cofres públicos a bagatela de R$ 11,5 milhões de reais. Que por sinal, conforme divulgado por alguns veículos de comunicação foi fornecido por uma empresa de informática de Brasília, suspeita de participar do esquema de corrupção da administração do governador do Distrito Federal José Roberto Arruda.


O que diria Dante, conhecedor que era das carências e das necessidades do povo mato-grossense, sobretudo na área de saúde, educação e segurança, ao assistir o atual Governo enterrar aproximadamente R$ 650 milhões de reais, na demolição do atual estádio do verdão, e na construção de um novo. Isso porque o atual verdão, na condição que está, vale por baixo mais de R$ 200 milhões de reais, e o novo custará aos cofres públicos algo próximo a R$ 450 milhões de reais.


Veja bem, não queremos aqui vender a falsa idéia de que o Governo anterior era perfeito, sem falhas, sem problemas. Apesar dos avanços obtidos, tais como: o equilíbrio das contas públicas, a chegada da Ferronorte a Mato Grosso (hoje encontra-se parada), a vinda do gasoduto (agora sem gás), a construção da termoelétrica em Cuiabá (atualmente em vias de desativação), a conclusão da usina de Manso e outros. A administração anterior teve sim vários problemas, alguns sérios, diga-se de passagem.


Muito menos, diferentemente do que propôs o Governador Blairo Maggi, não pretendemos fazer comparações entre o Governo anterior, e o atual, mesmo porque, quase tudo o que foi feito por esta gestão, só foi possível, principalmente, graças aos recursos do Fethab, no passado tão combatido e criticado pelos atuais inquilinos do Palácio Paiaguás.


Entretanto, na qualidade de eleitores que somos nos sentimos no direito e no dever de cobrar dos nossos governantes, um mínimo de coerência entre o discurso adotado em época de eleição e os atos praticados no exercício do poder. Mesmo porque, nada é mais pernicioso ao exercício da democracia do que o malfadado fenômeno político da memória curta, seja por parte de quem vota, seja por parte de quem é votado.


Autor: AURO GUILHERME DE MATOS ULYSSÉA – Advogado e especialista em Direito Público

Fonte:Midia News

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Blairo, Mauro, Silval e Bezerra

Posted on outubro 27, 2009. Filed under: Bezerra, Blairo, Mauro, Silval |

>

  • Alfredo da Mota Menezes

Você acredita no argumento que Blairo Maggi voltou a aceitar a candidatura ao Senado para não ser visto como traidor da candidatura do Silval Barbosa? Talvez haja outros motivos por trás dessa decisão que mexeu com a política no estado.

Um deles pode ser a decisão do Mauro Mendes em ir para o PSB, em querer criar sua trajetória política sem tutelas. A atitude do Mauro foi de quem tem liderança. Se sai candidato ao governo e ganha tomaria aquela liderança que o Maggi tem hoje no setor empresarial. O Mauro é empresário, presidente da Fiemt, quer ter luz própria e preencheria o espaço que o Maggi deixasse ao ficar sei lá quantos anos fora da política.

Quando pensasse em voltar o assento já estaria tomado. Mesmo que o Mauro não ganhasse a eleição para o governo, se atuasse politicamente em outra posição, poderia ser referência do grande negócio no estado. Blairo Maggi, se ficasse afastado, perderia o lugar.

O Mauro Mendes poderia também ser até o representante do agronegócio. A atividade econômica mais dinâmica do estado não teria um nome de peso a representá-la? Depois da morte do Jonas Pinheiro quem representa o setor? Esse setor tem o Silval, Wilson ou Jaime como apoio firme para seus interesses?

O agronegócio poderia, sem Blairo na política, pender para o Mauro. O governador percebeu o que poderia acontecer e se colocou outra vez na disputa. Não quis dar o lugar para o Mauro. A distância política e eleitoral entre o Blairo e o Mauro hoje é enorme, mas o que aqui se aventa era a hipótese do Blairo fora da política e o Mauro dentro.

O assunto está aberto à especulação. O que não dá é aceitar como único motivo que o Blairo deu esse cavalo de pau só porque o Jaime Campos falou que a ida do Mauro para o PSB tinha sido combinada e que isso era trairagem contra o Silval.

O Silval Barbosa caminha para ter uma liderança mais forte no PMDB estadual. Ele, diferente de outros personagens em outros momentos, não confronta o Bezerra. Leva na maciota e vai aumentando sua força internamente.

No passado, o Bezerra enfrentou inúmeras divergências e defecções partidárias. Numa tacada saíram quatro deputados federais (Palma, Sucena, Figueiredo e Sobrinho), um senador (Louremberg) e três deputados estaduais (França, Kazu e Soares). Mais tarde saíram Dante, Antero, José e Márcio Lacerda, Percival, Hermes de Abreu e um número expressivo de sem-votos que ajudaram a crescer o partido no estado. O Bezerra tomou conta do PMDB.

Depois da derrota para o Senado em 1990, ele se elegeu prefeito de Rondonópolis em 1992. Em 1994 quis ser candidato ao governo, um grupo interno o desafiou e leva a agremiação a apoiar o Dante. Bezerra se elege senador. Em 1998, mesmo com direito a mais quatro anos, disputa e perde para o Senado. Fato repetido em 2002. Em 2006 se elege deputado federal. O partido funcionava em torno dele e suas candidaturas.

Agora vemos o Silval crescer sua influência. E não dá mais a esta altura do campeonato para haver, digamos, traições. Se houver alguma coisa maior contra sua candidatura ele pode reverter isso na direção nacional do partido.

Junto com outras lideranças, mesmo de outros partidos, é capaz de fazer até a Dilma e o Lula entrarem na disputa para garantir a candidatura ao governo. Ganhe ou perca o Silval, ele pode ser o novo líder do PMDB no estado.

Autor:Alfredo da Mota Menezes . E-mail: pox@terra.com.br; site: http://www.alfredomenezes.com

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Blairo voltou dos Estados Unidos afirmando proposta para manter floresta em pé

Posted on dezembro 11, 2008. Filed under: bioma amazônico, Blairo, Blairo Maggi, desmatamento, Estados Unidos, floresta, floresta de pé, mudanças climáticas, questão ambiental |

>

Blairo diz que tem proposta para manter floresta de pé

Após retornar de sua viagem aos Estados Unidos, o governador Blairo Maggi (PR) voltou a defender a tese de que a solução para o problema do desmatamento é remunerar tanto os produtores rurais como a população que vive no bioma amazônico para que estes deixem a floresta de pé.

“A floresta só será salva quando o sujeito que depende dela for retribuído financeiramente para não desmatá-la”, sugeriu Maggi, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (11).

De acordo com o governador, diferentemente do que ocorre no Brasil, a proposta de agregar valor econômico a floresta de pé foi bem recebida pela comunidade americana. “Essa rejeição só existe no Brasil. Nos EUA a proposta foi bem aceita. A pergunta é quem vai pagar essa conta?”, indagou, isentando-se dessa responsabilidade como gestor público, sob a alegação de que o Poder Executivo estadual não teria recursos para tanto.

Ainda falando sobre a questão ambiental, Blairo Maggi adiantou que pretendente, logo no primeiro semestre de 2009, apresentar um projeto de lei voltado para as mudanças climáticas.

Segundo Blairo, a proposta estará diretamente relacionado com o projeto de Zoneamento Sócio-econômico Ecológico, que já está sendo discutido, por meio de audiências públicas, no interior do estado.

Questionado sobre quais medidas estariam sendo estudadas nesta proposta, Blairo esquivou-se, limitando-se a dizer que “o assunto será discutido mais para frente”. “A idéia é discutir com a sociedade políticas de mudanças climáticas”, afirmou.

Política

Apesar de ter sido indagado pela imprensa local, Blairo preferiu não falar sobre política. Dentre os temas que Maggi se absteve de comentar, está a mudança do seu secretariado. Conforme o líder governo na Assembléia Legislativa, deputado Mauro Savi, as articulações para que ao menos um deputado passe a integrar o staff de Maggi estão a todo vapor.

Ainda de acordo com o parlamentar, está prevista ainda para esta semana uma reunião entre os deputados que compõem a base do governo e o chefe do Poder Executivo.

(Luana Braga – Fonte: PnBOnline)

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...