Bom Dia Mato Grosso

>Bom Dia Mato Grosso em movimento

Posted on março 21, 2011. Filed under: Bom Dia Mato Grosso |

>

Oi gente, nossa conversa é curta, só para informar que por motivos de viagem, e falta de cobertura de nternet móvel por onde passamos, as notícias e colunas do Bom Dia Mato Grosso ainda não foram atualizadas.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Bom Dia Mato Grosso entrevista José Riva

Posted on fevereiro 3, 2011. Filed under: Bom Dia Mato Grosso |

>

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PP), reafirmou que o Parlamento dará condições de governabilidade ao governador Silval Barbosa (PMDB). No entanto, não abrirá mão de cumprir o seu papel de fiscalizar todas as ações do Executivo, especialmente, as obras de adequação à Copa do Mundo, investimentos na Saúde e Educação. Riva foi o entrevistado desta quarta-feira (02.02) do programa Bom Dia Mato Grosso, da TV Centro América, que é comandado pela jornalista Luzimar Collares.
“Vou continuar defendendo os interesses da sociedade. Às vezes, os próprios deputados de situação vão ter que debater com o governo. É o caso do sistema carcerário que nos preocupa muito”, avaliou.
Na oportunidade, Riva também garantiu a continuidade do processo de aproximação da sociedade à AL, considerado um dos maiores avanços da Casa. Questionado sobre a sua recondução à presidência da Mesa Diretora, falou que o resultado espelha a vontade da maioria dos deputados, fruto do trabalho que vem desenvolvendo desde o seu primeiro mandato.
“Os avanços foram inúmeros. Hoje a forma democrática de comando da Assembleia é o resultado do trabalho feito lá atrás. E tenho um projeto político, por isso não tem nenhum problema em continuar presidindo, pois quero completar o ciclo de abertura da Assembleia ao cidadão”.
Sobre o Fundo de Assistência Parlamentar (FAP), Riva explicou que a represtinação da lei causa algum temor. E que a maioria dos deputados é a favor da manutenção do veto do governador, que será apreciado em Plenário.
Ele ainda esclareceu sobre a finalização do relatório do Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE) que será entregue ao Executivo neste mês. Tanto que está prevista para o próximo dia 14, uma reunião com técnicos do governo para formatar a proposta. Outra novidade será a realização de sessões itinerantes mensais. Riva defende que unir forças da AL com Executivo para discutir os problemas municipais “in loco” resultará em ações para a promoção do desenvolvimento de cada região.
Já sobre os processos que enfrenta na Justiça, Riva informou que não interferem em seu mandato e que tem a consciência tranquila. Ele lembrou que a AL vivia uma situação dramática e que não mediu esforços para organizá-la. “Tenho a consciência tranquila de que nada fiz de errado. Aliás, também quero saber onde está o dinheiro que afirmam ter sido desviado”, questionou. Fonte: Megadebate
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Bom dia Mato Grosso

Posted on dezembro 2, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso |

>

Bom dia Mato Grosso, nesta quinta-feira, 02 de dezembro, o tempo amanheceu nublado e com uma temperatura agradável na Grande Cuiabá. Como todos sabem, não é sempre que isto acontece.
O Hospital Metropolitano de Várzea Grande, obra quase pronta, porém paralisada
Estamos acompanhando os movimentos do governador Silval Barbosa, principalmente os passos na direção do cumprimento das promessas na área da saúde, que continua um caos no estado. Ele prometeu que ao lado da presidente  Dilma Rousseff agilizaria a construção do Hospital Universitário e a construção de 100 UPAS. Para que isso ocorra, pelo menos 10 unidades dessas deve ser inauguradas em 2011. Por outro lado o Hospital Metropolitano de Várzea Grande continua as moscas.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Professor Alfredo da Mota Menezes lança o livro: Ingênuos, Pobres e Católicos

Posted on setembro 13, 2010. Filed under: América Latina, Bom Dia Mato Grosso, Editora Fundo de Cultura, Ingênuos, livro, Pobres e Católicos, Professor Alfredo da Mota Menezes, Rádio RSat |

>

O professor Alfredo da Mota Menezes, que tem uma participação relevante do Programa Chamada Geral, ancorado por Lino Rossi, transmitido através de uma rede de rádio no estado de Mato Grosso, gerado pela Rádio RSat, de segunda a sexta-feira das 06:00 às 08:00 horas da manhã, você pode ouvir também pela internet clicando aqui ,  lança nesta semana no Rio de Janeiro, pela Editora Fundo de Cultura, o livro INGÊNUOS, POBRES E CATÓLICOS:A Hitória da Relação dos EUA com a América Latina. Alfredo é  PhD em História da América Latina pela Tulane University, EUA, lugar onde também lecionou como professor visitante. Publicou os livros “A Herança de Stroessner”, “Do Sonho à Realidade: A Integração Econômica Latino-Americana”, “Guerra do Paraguai: Como Construímos o Conflito”, “Integração Regional: Os Blocos Econômicos nas Relações Internacionais com Pio Penna”, “Momento Brasileiro: Do Fim do Regime Militar à Eleição do Lula” e “A Morte de Totó Paes: Política no Interior do Brasil”.
Professor Alfredo da Mota Menezes
O livro conta a história desse complicado relacionamento. Também trabalha com fatores e teorias que levam aquele país à crença numa superioridade com os vizinhos mais ao sul do continente.
Se aceita nos EUA que fatores como religião, raça, clima e a herança ibero-católica teriam gerado o espírito não democrático (governos autoritários seria um fato natural) e não capitalista da América Latina.
Em diferentes momentos da história associam a América Latina com uma criança ou um símbolo feminino e também é negra ou mestiça. E acreditam que o comportamento é igual em todos os países. Também a mídia e o cinema atuam de acordo com essa visão histórica.
Nunca a América Latina foi olhada como um parceiro confiável.
A maioria dos norte-americanos não acredita, em síntese, que os latino-americanos tenham criado nada de útil para a evolução da humanidade. 
O Bom Dia Mato Grosso deseja ao professor muito sucesso no novo projeto, pois seu profissionalismo e esmero dedicado a tudo que faz nos dá a garantia da qualidade o novo livro.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Incêndio arrasador destroi parque industrial, residências e coloca a cidade de Marcelândia em pânico

Posted on agosto 12, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, Corpo de Bombeiros, desabrigadas, fogo, Incêndio, madeireiras, Marcelândia |

>

O Bom Dia Mato Grosso ficou sabendo logo cedo do trágico incêndio na cidade de Marcelândia, (distante 720 quilômetros de Cuiabá), porém não tínhamos informações seguras que pudéssemos apoiar para publicar e informar nossos leitores. Por isso só agora postamos a matéria publicada pelo site Só Notícias, a quem agradecemos e parabenizamos pela ampla cobertura. As fotos e o vídeo nessa matéria é crédito do site.
 Incêndio gigantesco em Marcelândia MT
As chamas que aterrorizam os moradores de Marcelândia (210 km de Sinop) “entraram” noite adentro e serão combatidas, nesta 5ª feira de manhã, por dois aviões que, juntos, têm capacidade para jogar 4,5 mil litros de água. O “socorro” chegou tarde (fogo começou a ganhar grande proporção por volta das 12h), mas é indispensável porque o saldo do “incêndio gigante” é arrasador: pelo menos 15 madeireiras atingidas – maioria foi destruída totalmente. 
Outras tiveram parte da estrutura atingida. São cerca de 60 casas que também foram completamente destruídas. Um bar e uma mercearia também foram destruídos.
As primeiras equipes dos bombeiros e defesa civil chegaram esta tarde a Marcelândia. Um helicóptero está dando apoio. Os oficiais sobrevoaram a área e repassaram informações para as cúpulas e a Casa Militar do Governo Estadual que definiram a operação emergencial. 
 Fogo por todos os lados
“Montamos uma estrutura inicial de combate, orientando a população, atendendo prioridades. As chamas ainda estão e a situação continua crítica.  Estamos fazendo combate efetivo ao fogo e trabalho preventivo. Mas ainda não temos em levantamento exato da área destruída. 
Mas é grande”, afirmou, ao Só Notícias, o major Aluizio Metelo Junior, do Corpo Bombeiros, que está em Marcelândia.
Um estado marcado pelas grandes queimadas, não está preparado para combater grandes incêndios, mesmo em área urbana.
As imagens são semelhantes a de um filme de terror. A destruição deixou rastro quilométricos. 
 Indústria madeireiras e residências em chamas
O fogo começou no lixão, perto do setor industrial e passou para algumas áreas rurais. O vento forte fez as chamas se espalharem e atingiram um barracão de madeireira passando para a primeira colônia (conjunto de casas de madeiras usadas pelos funcionários). As madeireiras e casas ficavam próximas uma das outras. As chamas altas e o vento forte fizeram com que, cada vez mais, o fogo aumentasse, causando muito mais destruição e desespero.
Marcelândia não tem Corpo de Bombeiros. Mas, sua gente, tem muita solidariedade. Não demorou muito para que dezenas de pessoas passassem a ajudar os que estavam na “linha do fogo”. Móveis, roupas, comida e demais pertences eram retirados das casas e colocados no outro lado da rua. Pás carregadeiras arrastavam madeira e toras que estavam nos pátios de outras madeireiras. Parte dos maquinários também foi salva. Mas com o avanço rápido do jogo, pouco foi salvo. Alguns poucos tanques, rebocados com tratores e com bombas, jogavam pequena quantidade de água. A rede elétrica foi desligada para evitar mais problemas.
 A impotência: o município e o estado não tem meios para combater o incêndio
O desespero tomava conta de empresários, funcionários, mulheres, crianças. 84 foram encaminhadas para o hospital municipal, com intoxicação da forte fumaça e alguns com queimaduras. Cerca de 14 ainda permancem hospitalizadas para terem outros cuidados. Nenhuma corre risco de morte.
Mais de 100 pessoas desabrigadas foram levadas para escolas municipais e salão paroquial da Igreja Católica, onde ficarão nos próximos dias. Precisam de roupas e comida. 
Posteriormente, contarão com solidariedade para ganharem alguns móveis e recomeçarem a vida.
Ainda não é possível calcular o prejuízo com a destruição das madeireiras. Nesta 5ª, após os focos serem debelados, é que começa ser feito levantamento. A tragédia terá forte impacto na economia de Marcelândia, que tem a atividade florestal como um dos fortes pilares.

Veja ainda
Vídeo com imagens do grande incêndio em Marcelândia

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleições 2010: Instituto Mark apresenta nova pesquisa com Silval Barbosa em primeiro

Posted on julho 27, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, eleições 2010, instituto Mark, Mauro Mendes, pesquisa eleitoral, RDNews, Silval Barbosa, TRE MT, Wilson Santos |

>O Blog RDNews, do jornalista Romilson Dourado, acaba de divulgar pesquisa eleitoral onde o governador Silval Barbosa (PMDB) ganhou um ponto percentual nos últimos 30 dias e mantem liderança na disputa à reeleição, enquanto o ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) perdeu três pontos. Já o empresário Mauro Mendes (PSB) subiu dois pontos e continua na terceira colocação. É o que revela a nova pesquisa estimulada do instituto Mark, realizada em parceria com o RDNews, entre 21 e 25 deste mês. Esta é a primeira amostragem divulgada em Mato Grosso sobre intenções de voto para o Palácio Paiaguás após as convenções e a quarta do mesmo instituto feita em âmbito estadual neste ano.

    
Nesta pesquisa estimulada com os quatro concorrentes, feita a praticamente dois meses do pleito, o nome de Silval aparece com 38,3% das intenções de voto. Ele ganhou um ponto se comparado à amostragem do mês passado. O peemedebista conseguiu recuperar o bom desempenho que tinha sido registrado em maio. Enquanto isso, Wilson está com 24,3%. Perdeu 2,8 pontos percentuais no intervalo de um mês. Em junho, figurava com 27,1%. O melhor percentual alcançado pelo candidato tucano neste ano se deu em abril, quando estava com 30,2%, empatado literalmente com Silval. Nesta época, Wilson já havia deixado o cargo de prefeito da Capital, enquanto Silval acabara de assumir a cadeira de governador.
   
Segundo a pesquisa, Mendes conta hoje com 18%. Ele cresceu praticamente 2 pontos em um mês. Foi o que registrou maior ascensão nas intenções de voto. Em junho, detinha 16,1%. O candidato do PSOL, administrador Marcos Magno (PSOL), segura a lanterna, com somente 0,4%. Os indecisos somam 17%. Se as eleições fossem hoje, 1,9% votaria em branco ou anularia o voto.
    
Os pesquisadores ouviram 1.138 eleitores durante os cinco dias deste mês em 49 municípios, distribuídos em 9 regiões (Baixada Cuiabana, Sul/Leste, Oeste, Médio-Araguaia, Baixo-Araguaia, Noroeste, Norte, Extremo-Norte e Médio-Norte). A margem de erro é de 3% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TRE-MT, sob protocolo 22.960.

Como nas pesquisas anteriores o Mark continua apresentando o candidato a governador Silval Barbosa com ampla vantagem em relação aos demais candidatos. Outros institos apresentam números bem diferentes.

O Bom Dia Mato Grosso publica todos deixando seu leitor fazer juízo sobre os números dos institutos de pesquisa.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Ideb mostra "abismo" entre escolas de Mato Grosso

Posted on julho 19, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, Educação, Ensino Fundamental, Ensino Médio, escolas, Ideb, Mato Grosso |

>
O Jornal A Gazeta, na edição de segunda-feira, 19 de julho, publicou matéria assinada por Raquel Ferreira, onde mostra diferença entre as notas do Ideb de 530%, o que evidência a falta de uma política de educação consistente.

Devido a relevância do tema, decidimos publicá-lo na íntregra no Bom Dia Mato Grosso.
 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) mostrou um abismo no ensino público de Mato Grosso. A diferença das notas chega a 530% entre a pior e a melhor escola, todas geridas pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Várzea Grande abriga a unidade de ensino com o pior índice (1,3). Na outra ponta está Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), que conseguiu atingir 6,9 na avaliação, a melhor. As diferenças entre as 2 instituições são evidentes.

Absurdo
Reforma da Escola Estadual  Júlio Müller, no bairro Cristo Rei, na cidade de Várzea Grande, ultrapassa a 1 ano e meio.
 

Rua Manoel Vargas – Cristo Rei
Várzea Grande – MT, 78118-120
(0xx)65 3685-1163

 
Em último no ranking no Ensino Fundamental, séries finais, a Escola Estadual Júlio Strubing Müller, em Várzea Grande, é o retrato da falta de infraestrutura, que atinge outras unidades no Estado. Há 1 ano e meio começou uma reforma e os alunos do período da manhã usam salas de uma universidade particular do município, espaço garantido por meio de um convênio. Mas este convênio terminou e as obras não. Diante disso, os alunos enfrentam mais um problema. As férias foram antecipadas e vão durar mais do que prevê o calendário. No período da noite, as aulas são na escola pública Domingos Sávio. Os 1,3 mil alunos são das turmas do 8º e 9º ano e Ensino Médio.

O diretor Sandro Donizette de Morais aponta que a escola tem apenas 3 salas de 8º ano (antiga 7ª série) e 2 de 9º ano (antiga 8ª série) e que os alunos chegam na unidade com sérios problemas de formação básica, como leitura e cálculos. “Fica complicado ensinar a base para os estudantes que estão em anos adiantados”.

Sandro destaca ainda a ausência dos pais na vida escolar dos filhos e afirma que só 15% comparece às reuniões. “A participação da família é um ponto crucial para a educação”.
A maioria dos alunos da escola Júlio Müller é carente, sofre com a desestrutura familiar e mora em bairros distantes. O diretor diz que existem muitos estudantes desinteressados, delinquentes e usuários de drogas. Apesar das justificativas, Sandro afirma que no próximo semestre conversará com os professores para identificar a fundo os problemas e buscar meios para melhorar o Ideb, que historicamente é baixo no Júlio Müller – alcançou 2,1 em 2007 e 2,0 em 2005.

Na outra ponta – A melhor nota do Ideb em Mato Grosso foi da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus, em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá). A unidade teve médias 5,7 nas séries finais e 6,9 nas séries iniciais, a melhor do Estado.

Para a diretora irmã Fátima Lima o diferencial da escola é o atendimento personalizado dispensado aos alunos com dificuldade, envolvimento dos pais na educação, equipe profissional integrada e comprometida com a educação. “Fazemos um trabalho sério e não damos trégua para os alunos, cumprimos um calendário rigoroso de ensino. Tenho que ressaltar ainda o empenho da equipe, que está sempre se aperfeiçoando”.

O Sagrado Coração de Jesus tem 650 alunos, que desfrutam de salas de informática, auditório, biblioteca, salão aberto com palco, pátio arborizado e gruta. Irmã Fátima destaca que a maioria dos estudantes são de famílias carentes, com problemas semelhantes aos vivenciados por todas as outras unidades escolares. “Nossa evasão aqui é 0. Fazemos um trabalho próximo com a família da criança, entendendo que nem sempre a família atual é nosso antigo conceito”.

Cuiabá – As disparidades de notas também são realidade do ensino da Capital, onde as Escolas Estaduais Souza Bandeira e Nilo Póvoas se contrapõem. A primeira alcançou média 5,6 no Ensino Fundamental séries finais, enquanto a segunda teve nota 2,2.

A coordenadora do Nilo Póvoas, Laura Vicuña Ribeiro Nascimento, questiona o resultado do Ideb e destaca que a nota dos alunos na Prova Brasil foi de 4,65, bem acima da média apresentada. Ela destaca que a reprovação e a evasão escolar foram responsáveis pela queda dos pontos. “Em termos de ensino o Nilo Póvoas não é um colégio ruim. A forma de avaliação do Ideb foi injusta com os alunos e com a escola, além de não representar a realidade do colégio. Temos o projeto Mais Educação, Poesia Necessária, entre outros para segurar e dar apoio a esse aluno”.

A ausência dos pais também é destacada pela coordenadora. “Temos 1,1 mil alunos matriculados e a participação dos pais não chega a 100. Entendo a situação. Muitos pais trabalham, atendemos alunos de 52 bairros distantes, temos alunos de Santo Antônio do Leverger, da Guia”.

Laura destaca que é frequente a participação de estudantes do Nilo Póvoas nas Olimpíadas de Matemática, Deputado Mirim, entre outros projetos de destaque nacional, mostrando que a escola não é ruim. Ela afirma ainda que todos os professores são graduados, muitos se preparando para fazer doutorado.

O desinteresse do próprio aluno também é lembrado pela coordenadora, que aponta deficiência de estudantes vindos de outras unidades de ensino. “Tem que ser artista para conseguir prender a atenção deles. Sem contar que muitos vem de outras escolas com problemas sérios de base”.

Destaque – Do outro lado, está a Escola Estadual Souza Bandeira, que comporta 920 alunos do Ensino Fundamental. Com baixa evasão escolar, a coordenadora Angela Maria Xavier Dornelas comenta que a proposta educacional da escola é bastante visada pelos pais. “Nossos alunos entram pequenos e saem somente para fazer o Ensino Médio. Conhecemos a família, as dificuldades do aluno e fica mais fácil para trabalhar”.

A coordenadora destaca o comprometimento dos profissionais, os projetos estratégicos diferenciados e o “olhar cuidadoso” ao aluno, como alguns elementos que fazem o sucesso do Souza Bandeira perante a sociedade. Como parte do atrativo estão os laboratórios de informática, sala de vídeo, biblioteca, projeto de fanfarra. Para reforçar as deficiências, este ano foi implantada a sala de articulação.

Seduc – O Ideb avalia escolas e alunos do Ensino Fundamental – divididos em séries iniciais (1º ao 5º anos) e séries finais (6º ao 9º ano) – e Ensino Médio de todo o país. As médias escolares são feitas com base na nota dos alunos no Prova Brasil, reprovação e evasão escolar de cada unidade de ensino.

Em Mato Grosso, a Seduc comemorou as notas do Ensino Fundamental, que alcançou média acima dos números nacionais. A média brasileira das séries iniciais foi de 4,6 e das séries finais de 4,0, enquanto a rede pública estadual conquistou 4,9 e 4,2, respectivamente. Já o Ensino Médio do Estado se mostrou preocupante frente aos seus 2,9 contra a média brasileira de 3,6.

A secretária-adjunta de Polícias Educacionais do Estado, Fátima Resende, destaca que a orientação pedagógica é igual para todas as escolas geridas pela Seduc, porém os gestores têm a liberdade de administrar conforme a sua realidade e entendimento. Ela destaca ainda que a interação da comunidade com a escola tem peso no rendimento e atração dos alunos pelo seu colégio.

Fátima comenta que a reforma da Escola Júlio Müller pode ter fragilizado o processo pedagógico, mas entende que o espaço físico não é o fator determinante para o aprendizado. “A melhor escola do Rio Grande do Sul no Ideb está dando aulas dentro de contêiners. O que determina é a pedagogia aplicada, que deve atender as expectativas das crianças e adolescentes. Isso é uma escola atrativa. Os projetos pedagógicos devem cativar os alunos”.

Para a secretária, a má-formação de alunos vindos de outras escolas também não é justificativa para os gestores, uma vez que é missão do colégio integrar este estudante e reparar as suas dificuldades. “A escola funciona em rede. O aluno com problema deve ser trabalhado para melhorar”.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Mato Grosso não vai ver o "trem"

Posted on março 30, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, Café com o Presidente, Ciretran, CUIABÁ, Ferronorte, ferrovia Centro Oeste, Lucas do Rio Verde, PAC 2 |

>

Amigos do Bom Dia Mato Grosso, meu dia foi bem cheio, passei quase 3 horas na 5ª Ciretran de Várzea Grande esperando por um sistema voltar ao ar, e como dezenas de outras pessoas que tem o que fazer, saimos sem ser atendidos.
Trilhos da Ferronorte paralisados em Alto Araguaia(MT) desde 2002
Como não sou jornalista formado, fui pesquisar a repercursão do anuncio por parte do governo federal no PAC 2, o tal Programa de Aceleração do Crescimento, que de acelerado nada tem, mas os sites dos grandes jornais e portais deram exatamente esta dimensão da informação, acrescentando que o tal programa nem seguer tem projetos, a não ser o rascunho de susgestões de obras para o próximo governo, que será eleito em outubro e assume o comando em 2011. 
 
 
Nos blogs e site de Mato Grosso, vejo reclamções por a Ferronorte, aquela que está parada em Alto Araguaia desde 2002, e que já era pra ter chegado em Cuiabá, mas em comum acordo Blairo Maggi e Lula decidiram que não vão mesmo fazer esta obra. Eles não tem nenhum interesse por ela. Também tem que levar em conta que trata-se projeto iniciado por FHC e Dante, que já é um bom motivo para não ter continuidade. 
 
 
Assim como o governo do estado descartou a Termoelétrica Mário Covas instalada em Cuiabá, o gasoduto Bolívia/Mato Grosso, que também está enferrujando e deteriorando por falta de uso,  consequentemente manutenção,  inlui-se aí a Hidroelétrica de Couto Magalhães que também foi paralisada no início do governo Lula/Blairo.
 
 
Não faz diferença a Ferronorte não ter sido incluída no PAC 2, assim como não faz diferança a tal ferrovia Centro Oeste, com 1600 quilômetros de extensão, ligando os municípios de Uruaçu (GO) até Lucas do Rio Verde, e que custará cerca de R$ 5 bilhões à União, estar incluida, ambas não passa de promessas eleitoreiras. Esses obras não serão feitas e esses valores não serão aplicados, pois são programas a ser iniciado a partir de 2011. Tanto é verdade que a ministra Dilma arranjou uma desculpa para não comparecer ao “lançamento” em Lucas do Rio Verde.
 
 
Quem ouviu o programa de rádio do presidente Lula, o Café com o Presidente, desta segunda-feira, 29 de março, nota que ele citou diversas ferrovias pelo Brasil, mais nenhuma dessas que estão propagando em Mato Grosso.  
 
  • Agora pode comentar a vontade. Escreva o que você pensa sobre o assunto
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Bom Dia Mato Grosso, seu lugar é aqui

Posted on fevereiro 9, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso |

>

Um blog arrojado, dinâmico e abrangente, assim é o Bom Dia Mato Grosso! Aqui você encontra notícias sempre atualizada. As colunas nas margens direita e esquerda são as mais lidas e comentados do Brasil.

Abordamos economia e dinheiro, televisão com as principais novidades do mundo das celebridades. Temos também política do Estado de Mato Grosso e a nível nacional. Esportes, Concursos, oportunidades de negócios, links para as vagas de emprego do Sine, também para as diversas áreas dp agronegócio, e cada dia você tem novidades.

Por isso recomendp que leia de cima até embaixo, com toda certeza, você encontrará extamente o que procura.

Bom Dia Mato Grosso, aqui você tem sempre mais, com simplicidade e interatividade.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Grande Cuiabá tem madrugada e manhã chuvosa

Posted on janeiro 31, 2010. Filed under: Bom Dia Mato Grosso, CUIABÁ, Grande Cuiabá, Mato Grosso |

>

Bom Dia Mato Grosso, neste domingo, 31 de janeiro, a Grande Cuiabá teve madrugada chuvosa e continua chovendo nesta manhã.

Segunda a Clima Tempo a madrugada e manhã chuvosa ocorre em grande parte do estado.

Deixe seu comentário abaixo nos informando como está o tempo na sua cidade.

Se ocorreu algum fato/notícia interessante na sua cidade ou região, nos envie através do e-mail: agvirtual@hotmail.com, e nos publicaremos aqui no Bom Dia.

Desejamos ótimo domingo a todos.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

« Entradas Anteriores

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...