CBF

>A verdade sobre Cuiabá e a Fifa

Posted on outubro 17, 2010. Filed under: Capital, católico apostólico, CBF, Centro Geodésico da América Latina, Copa do Mundo de 2014, CUIABÁ, estádio Verdão, Fifa, Mato Grosso |

>Por Félix Marques

Para quem não sabe, Cuiabá é a Capital do Estado do Mato Grosso, Brasil, situada no Centro Geodésico da América Latina e geograficamente posicionada na beira de um rio e atrás de um morro como situou Giovanni Melchior Bosco, o padre católico apostólico romano que após ordenar os primeiros salesianos em 1862, em Roma, passou a distribuí-los em missão pelo mundo e a primeira missão para o Brasil foi mandada para Cuiabá, quando o Santo Padre afirmou que os missionários iriam para o fim do mundo na beira de um rio atrás de um morro.
Cuiabá capital de Mato Grosso
Isso indicava o rio Cuiabá e o morro do Santo Antônio na província do Mato Grosso. E Fifa é a Federation Internationale de Football Association, mais conhecida pelo acrônimo Fifa e que congrega todas as associações de futebol do mundo. É essa entidade internacional que promove de 4 em 4 anos a Copa do Mundo em algum país do planeta. Desta feita, a Copa do Mundo de 2014 será realizada no Brasil e com subsedes em várias cidades brasileiras, dentre as quais Cuiabá, Capital do Mato Grosso.
Nesse contexto entendemos que é a nossa cidade quem deveria ser convocada para assumir o compromisso com a Fifa. Todavia, o Estado do Mato Grosso se antecipou e assinou o Termo de Compromisso com a Fifa e o Comitê Organizador no Brasil através da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e se comprometendo a cumprir as metas para evento, usurpando o legítimo direito de Cuiabá e de sua gente. Dessa forma a Capital do Mato Grosso foi extirpada do processo, servindo, apenas, de espaço físico para que a Fifa e o Estado do Mato Grosso implantassem aqui as obras e urbanizações, sem que Cuiabá fosse ouvida ou mesmo convidada para receber as modificações físicas estruturais e projetos de mobilidade urbana.
Estádio Verdão sendo demolido para construção do novo estádio em Cuiabá
Estão considerando que Cuiabá não tem um gerente, não tem alcaide, é uma cidade do sem-fim e sem dono e sem sociedade. Não. Aqui tem dono. Tem sociedade organizada. E nós exigimos respeito. Aqui tem prefeito. Aqui tem uma Câmara de Vereadores atuante. Sendo assim, quem tem que conclamar o mundo para voltar os olhos negros e azuis para Cuiabá é o senhor prefeito Francisco Galindo e não a Agecopa. Quem tem que dar entrevista para o mundo é tão somente o prefeito. Quem tem que apontar as obras que precisamos é o prefeito e a sociedade cuiabana. Quem tem que alertar a Fifa que Cuiabá necessita de uma rede de esgoto para receber o evento é o prefeito municipal. Quem tem que apresentar à Fifa que precisamos construir um esgoto mestre às margens do rio Cuiabá de ponta a ponta do município e nas duas margens e com estação de tratamento de esgoto de espaço em espaço é o prefeito. Quem tem que exigir a urbanização de toda extensão das margens do rio Cuiabá é o prefeito. Quem tem que exigir a canalização e cobertura de todos os córregos que cortam a cidade é o prefeito. Quem tem que exigir que se construa as unidades de mini-hospitais em Cuiabá para atender o evento é o prefeito. Quem tem que apresentar os projetos de melhorias de ruas, praças e avenidas na Capital é o prefeito. Quem tem que apresentar os projetos de reforma, adaptação e modernização das escolas municipais para bem receber o mundo é o prefeito.
Sem esses propósitos administrativos, a Copa do Mundo em Cuiabá vai ser um engodo, uma tapeação sem fim. Vão realizar obras de fachadas, maquiar Cuiabá para realizar o evento e vão embora e o que é pior esbanjando o erário e sugando o povo, quando, na verdade, todas essas melhorias e investimentos são unicamente da Fifa. Ela que é uma das entidades mais ricas do mundo sempre derramou dinheiro por toda parte por onde passou e não será diferente com Cuiabá. Basta cobrar.
Vamos nos organizar para enfrentar esse episódio antes que esse evento se torne um epílogo triste e cubra a nossa cidade com o véu negro da desgraça e do desespero social após a Copa. Como se há de notar, é grave o problema e de suma importância atrair o prefeito e a sociedade cuiabana para a questão que se mostra misteriosa e com previsões catastróficas pós-Copa, já que Cuiabá não vai ter orçamento para administrar a cidade após esse evento esportivo e urge a necessidade de se exigir do Estado e da Fifa provisão orçamentária para pelo menos dez anos após a Copa do Mundo sob pena de empurrar a nossa sociedade para a tragédia da fome, da miséria, da criminalidade generalizada e da desgraça sem fim. Cremos haver razões factuais e jurídicas em profusão para o manejo de actio popularis e ou ação mandamental com o fito de assegurar os direitos da sociedade cuiabana.



Félix Marques é advogado, presidente da Comissão de Defesa do IBDI/SP. E-mail felixmarques@terra.com.br

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Mano Menezes é apresentado e convoca seleção com Ganso e Neymar

Posted on julho 26, 2010. Filed under: CBF, FUTEBOL, Ganso, Mano Menezes, Neymar, seleção brasileira, treinador |

>

O presidente Ricardo Teixeira pediu renovação e o técnico Mano Menezes, em sua primeira convocação, acatou. Nesta segunda-feira (26), o novo treinador da seleção brasileira foi apresentado oficialmente e relacionou os jovens santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso entre os jogadores que participarão de amistoso contra os Estados Unidos, no dia 10 de agosto, em New Jersey.
Mano Menezes, técnico da Seleção Brasileira de Futebol
A convocação agrada a boa parte da população brasileira, que já queria a convocação de Paulo Henrique Ganso e Neymar para a disputa da Copa do Mundo, algo que Dunga não fez.

O treinador não pôde contar com vários jogadores de destaque no futebol europeu pelo fato de alguns ainda desfrutarem dos seus últimos dias de férias e outros ainda estarem em período de pré-temporada.

Com isso, se viu obrigado a fazer de qualquer forma a sonha renovação pretendida pelo presidente da CBF. Após a eliminação do Brasil no Mundial de 2010, o dirigente declarou que exigiria do próximo comandante um rejuvenescimento da seleção brasileira, que disputou a Copa da África do Sul com um time com média de idade bastante avançada, acima de 29 anos, a maior de sua história.

Com isso, o ex-treinador do Corinthians dá início ao seu ciclo no comando canarinho, após ter sido anunciado como novo comandante do Brasil apenas no sábado (24) pela manhã. O gaúcho terá a missão de preparar a seleção brasileira até a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no país.

Como sede, o Brasil não disputará as eliminatórias, pois, por ser o país sede, já está classificado para o Mundial. Até lá, a seleção disputará apenas dois torneios oficiais: a Copa América de 2011, na Argentina, e a Copa das Confederações, em 2013, no Brasil. O técnico também deve estar à frente da seleção olímpica, com jogadores de até 23 anos, que tentará o ouro inédito nos Jogos de Londres-2012.

Além do amistoso contra os Estados Unidos, marcado para o dia 10 de agosto, em New Jersey, Mano Menezes ainda deverá ter outras convocações para fazer em 2010, já que até o fim do ano haverá mais cinco datas reservadas pela Fifa para jogos de seleções, e a CBF pretende aproveitar todas elas.

Alexandre Pato
André
André Santos
Carlos Eduardo
Daniel Alves
David Luis
Diego Tardelli
Ederson (Lyon)
Ganso
Henrique
Hernanes
Jefferson
Jucilei
Lucas
Marcelo
Neymar
Rafael
Ramires
Renan
Rever
Robinho
Sandro
Thiago Silva
Victor

Fonte: R7
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Mano Menezes despede do Corinthians com vitória, liderança e carinho da torcida

Posted on julho 26, 2010. Filed under: Bruno César, Campeonato Brasileiro, CBF, Corinthians, Esportes, FUTEBOL, Guarani, Jorge Henrique, Mano Menezes, Mazola, seleção brasileira |

>”Espero fazer um grande jogo aqui para comemorar”, não escondia Mano Menezes, antes mesmo de a bola rolar. “O torcedor ajudou muito e isso fica marcante em nossas vidas e, certamente, vai deixar saudade”, disse. Despedida feita, ele se concentra agora nos compromissos com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Será apresentado nesta segunda, no Rio.

Na despedida de Mano Menezes, Corinthians ganha do Guarani no Pacaembu
por 3 a 1, com show de Bruno César, e volta à ponta do Brasileirão

Presente.
Jorge Henrique, um dos jogadores preferidos de Mano Menezes ao longo dos três anos e meio, foi quem retribui a confiança e a gratidão logo no primeiro minuto de jogo. Bruno César cobrou o escanteio, William desviou na primeira trave e o atacante cabeceou para o fundo do gol.

Mesmo com o gol cedo, o time não se acomodou. Só os corintianos jogavam e a pressão era revertida em mais e mais oportunidades de gol. Os jogadores pareciam reverenciar sim Mano, mas também mostrar serviço para o novo técnico da seleção e também para Adílson Batista, que será apresentado na terça-feira.

O time de Campinas tentava alguma reação a partir dos rápidos contra-ataques de Mário Lúcio e Mazola. O problema é que o atacante Ricardo Xavier não soube aproveitar as oportunidades na cara do gol.

Toda a velocidade do início da partida não se repetiu na etapa complementar. Os times bem que criavam as chances, mas o time pareceu preso. Mais do que isso, se perdeu em lances bobos.

Lances bobos.
Com os corintianos preguiçosos, o Guarani resolveu atacar. O veterano Baiano deu lindo passe para Mazola, que passou com tranquilidade pelos zagueiros, entrou na área e tocou para o fundo do gol. Era o empate no Pacaembu.

Como se não bastasse, no lance seguinte, Dentinho se deixou levar pelo gol sofrido e deixou duas vezes o braço no meia Mário Lúcio. O atacante recebeu o cartão vermelho e, assim como Roberto Carlos, está suspenso para o clássico contra o Palmeiras. Em lance isolado, o árbitro Rodrigo Pereira do Amaral encontrou uma expulsão do zagueiro Ailson.

Xodó da Fiel.
Mas o Corinthians tem um candidato a ídolo no clube. Bruno César, que começou a jogada do primeiro gol, chamou a responsabilidade de novo e fez o segundo. O meia-atacante, contratado no meio da temporada, cobrou falta com perfeição, sem chance para o goleiro. Na comemoração, foi em direção à torcida, escorregando de joelhos – gesto semelhante a de Neto, que brilhou nos anos 90 no Parque São Jorge.

Não precisava de mais nada, mas Bruno César cadenciou o jogo e ainda teve tempo de marcar mais um. Roberto Carlos cruzou na área, a zaga do Guarani não cortou e o meia-atacante, desta vez, mergulhou para marcar. Ovacionado, deixou o campo nos minutos finais para a entrada de Danilo.

Três pontos garantidos, os últimos da Era Mano Menezes, que após a partida deu uma volta olímpica no Pacaembu. Os jogadores ainda carregaram nos braços o agora técnico da seleção brasileira.

No próximo domingo, às 16 horas, já pela 12.ª rodada, o Corinthians tem pela frente o clássico contra o arquirrival Palmeiras – o adversário será o mandante no Pacaembu. Um dia antes, às 18h30, o Guarani encara o Atlético Goianiense, fora de casa.

Fonte: Estadão

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Técnico Muricy Ramalho está acertando detalhes da saída do Fluminense para assumir Seleção Brasileira

Posted on julho 23, 2010. Filed under: CBF, Fluminense, Muricy Ramalho, Seleção Brasileira de Futebol, técnico Muricy |

>

Zeca Resendes/Gillette Golf Cup/Divulgação
Muricy conversa com Ricardo Teixeira e Rodrigo Paiva após reunião
Seleção Brasileira de Futebol – O  técnico Muricy Ramalho foi convidado pelo presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, para ser o novo técnico da seleção brasileira, no lugar de Dunga, e aceitou. “Só falta falar com o Fluminense”, disse o técnico à ESPN Brasil à saída de uma reunião com o cartola em um clube de golfe da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no final da manhã desta sexta-feira.
O próprio presidente da CBF confirmou o convite ao treinador e disse que só espera a definição de Muricy com o Flu para o anúncio oficial. “É só ver o currículo dele. Ele assumiu ontem a liderança do Campeonato [Brasileiro] e o dado importante é que fizemos questão de não fazer nenhum convite antes dos dois jogos de ontem e do fim de semana para não causar qualquer transtorno. Só ontem, depois do jogo, é que fizemos o contato. Agora, as coisas estão com ele, para ele resolver”, afirmou Teixeira à TV Globo.
Muricy só falou com a repórter Patrícia Lopes, da ESPN Brasil. Além de ter afirmado que ainda precisava falar com o Flu, ele também foi questionado se gostaria de assumir o comando do time nacional. A resposta foi clara: “Quem não gostaria”, afirmou.

CARREIRA DE MURICY COMO TREINADOR

1993 – Puebla-MEX 2002 – Figueirense
1994-1996 – São Paulo 2003 – Internacional
1997 – Guarani 2004 – São Caetano
1998 – Shenhua-CHN 2004-2005 – Inter
1999 – Ituano 2006-2009 – São Paulo
1999 – Botafogo-SP 2009-2010 – Palmeiras
2000 – Santa Cruz 2010 – Fluminense
2001-2002 – Náutico 2010 – seleção

TÍTULOS DE MURICY COMO TREINADOR

Pelo São Paulo:
– Copa Conmebol: 1994
– Campeonato Brasileiro: 2006, 2007, 2008
Pelo Shenhua-CHN:
– Copa da China: 1998
Pelo Náutico:
– Campeonato Pernambucano: 2001, 2002
Pelo Internacional:
– Campeonato Gaúcho: 2003, 2005
Pelo São Caetano:
– Campeonato Paulista: 2004

Perfil pré-definido

O portal UOL Esporte falou com a assessoria de imprensa da CBF, que confirmou a conversa, mas disse que o acerto ainda não foi oficializado. A escolha de Muricy confirma o perfil anunciado pela entidade dois dias depois da derrota do Brasil para a Holanda pelas oitavas de final da Copa de 2010. Como noticiou o UOL na ocasião , o novo técnico não seria outro “gênio da lâmpada”, como passou a ser classificada a opção feita por Dunga quatro anos antes, e sim um nome consagrado.
Sem nenhuma experiência como técnico, Dunga foi ungido ao cargo mais importante do futebol brasileiro logo depois do fiasco da seleção na Copa de 2006, na Alemanha. Esperança de renovação, o técnico neófito contrariou as expectativas e acabou levando para a África do Sul uma das seleções com idade média mais alta do torneio.
O namoro entre Muricy e CBF começou só na noite de quinta-feira, após a vitória do Fluminense sobre o Cruzeiro. Ricardo Teixeira mandou um representante ao Maracanã, que conversou com o treinador e marcou a reunião desta sexta-feira. O encontro durou cerca de 1h30 no Itanhangá Golfe Clube. “Não queria atrapalhar o Fluminense nessas duas rodadas e fiz questão de só entrar em contato com ele após a rodada”, disse Teixeira.
O Fluminense e a assessoria do treinador não deram informações sobre a reunião. Os porta-vozes do clube afirmaram que o técnico só tem compromisso à tarde, para os treinamentos agendados. Já a assessoria de Muricy não confirmou nem negou o encontro com o presidente da CBF.
A conversa com o Fluminense, no entanto, não deve ser das mais amistosas. Presidente do clube, Roberto Horcades ficou irritado com as perguntas sobre o treinador. “O ‘seu’ Muricy tem contrato com o Fluminense. Pronto e acabado”, afirmou, bruscamente.
Após a divulgação do encontro entre Muricy e Teixeira, cogitou-se que o treinador poderia trabalhar no Fluminense até o fim do ano, quando seu contrato com o clube termina. Diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva afirmou que “não existe essa possibilidade”.
Na seleção, Muricy começa a trabalhar já na segunda-feira, quando faz a convocação para o amistoso contra os EUA, em Nova Jersey, no dia 10 de agosto. Para essa partida, ele só chamará atletas que atuam no futebol nacional.
“Ele sabe do nosso projeto para 2014 e concordou com ele. Sabe que o plano é de renovação, mas que isso tem que ser feito paulatinamente, para não ter nenhuma precipitação. 
Todos sabem que o nosso objetivo é a Copa de 2014″, completou o presidente da CBF.
Muricy chegou ao Flu no dia 26 de abril, após a demissão do Palmeiras. Ele tinha contrato até o final do ano, mas já tinha declarado que pensava em iniciar as negociações para renovação.
No clube, ele chegou reclamando da infraestrutura e cobrando a criação de um CT. Nas três primeiras partidas que comandou pelo time, o Fluminense foi derrotado: duas vezes para o Grêmio, pela Copa do Brasil, e uma vez para o Ceará, na estreia do Campeonato Brasileiro. 
Desde então, no entanto, fez o time render e o Flu venceu sete vezes em nove partidas.
Nos últimos dias, outro nome era apontado como o favorito para assumir a seleção brasileira: Mano Menezes, do Corinthians.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Como Ronaldo faz as pazes com Ricardo Teixeira da CBF

Posted on maio 19, 2010. Filed under: CBF, Copa de 2006, Corinthians, Dunga, Lulu Santos, Michael Jackson, Ricardo Teixeira, Ronaldo, Ronaldo Fenômeno, Traffic Sports |

>

RONALDO NAZARIOok

Rompidos desde a Copa de 2006, Ricardo Teixeira e Ronaldo voltaram às boas. Dirigente e jogador tiveram um reencontro afetuoso, segunda, no fim da concorrida festa de 30 anos da Traffic Sports, em São Paulo.

A aproximação teve ares de novela. Acompanhado de dois seguranças e de Bia, sua mulher, o craque repetiu o mesmo script desde o fiasco brasileiro na Alemanha: ignorou o presidente da CBF. Chegou ao evento após o show do cover de Michael Jackson e se refugiou no fundo do salão do Hotel Unique. Em uma mesa reservada, assistiu ao show de Lulu Santos, sempre com uma taça de champanhe na mão.

Ao perceber a saia justa, J.Hawilla entrou em campo. Conversa daqui, conversa de lá, e o anfitrião costurou a paz. Já passava da meia-noite quando o Fenômeno cruzou o salão e deu um longo abraço de urso no desafeto, que retribuiu com um beijo no rosto. “Não tinha motivo essa divergência”, celebrou o “embaixador” Hawilla. “Foi a imprensa que brigou ‘ele comigo e eu com ele’. Quando duas pessoas se abraçam e se beijam, isso quer dizer o quê? Que elas se gostam. Precisa de mais alguma coisa?”, pergunta Ricardo Teixeira.

E logo uma roda de amigos se formou. “Cuidado, Andrés. O Dunga vai dar muita ‘porrada’ na Copa”, brincou Ronaldo com Andrés Sanchez, presidente do Corinthians e escolhido para chefiar a delegação brasileira na África do Sul. Teixeira e Ronaldo ficaram de almoçar juntos assim que agenda deles permitir.

Muitos tucanos pousaram na festa, mas só um petista apareceu: Marta Suplicy. E da coligação lulista, estava Protógenes Queiroz que passou a noite distribuindo… cartões de visita do PC do B. Fonte: Estadão

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Para Fifa as obras da Copa 2014 no Brasil estão 2 anos atrasadas

Posted on abril 24, 2010. Filed under: CBF, Copa 2014, Fifa, FUTEBOL |

>

As obras dos estádios no Brasil e a preparação em geral do País para a Copa de 2014 estão atrasadas em dois anos. Essa é a avaliação feita pela cúpula da Fifa. Publicamente, a ordem é manter o tom diplomático. Mas, longe das câmeras, as críticas são duras. A entidade vai pressionar as autoridades de forma mais contundente depois do Mundial da África do Sul, mas as cobranças já começaram. Os dirigentes não entendem como o Brasil concorreu sozinho para organizar o evento, recebeu a concessão em 2007 e, até agora, as obras ainda estão em sua fase inicial ou nem isso. A publicação do edital de licitação das obras do Maracanã foi adiada e São Paulo não sabe onde mandará os jogos. No restante do País, obras estão praticamente paradas.

A entidade máxima do futebol insiste que o Brasil não tem quatro anos para se preparar, mas apenas três. Isso porque, em 2013, o País terá de usar a Copa das Confederações como espécie de ensaio geral para o Mundial, um ano depois. “Por que é que os projetos e editais de licitação não foram já iniciados em 2008?”, questionou um funcionário da Fifa, que preferiu não se identificar. “O Brasil perdeu pelo menos dois anos.”

Ao Estado, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, confirmou ontem que “nenhum estádio está hoje pronto no Brasil para o Mundial”. Criticou algumas vezes o Morumbi e, agora, se mostra insatisfeito com o projeto de reforma do Maracanã, que terá de ser revisto. “Estamos de fato agora focados no Maracanã para ver como faremos.”

A Fifa e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vão se reunir em breve para rediscutir o caso. A CBF previa que o edital da concorrência seria lançado ainda nesta semana. Mas, diante da insatisfação da Fifa com o projeto, os planos foram revistos e a data de publicação do edital foi adiada de forma indefinida.

Sem desculpa. Após as chuvas que atingiram o Rio recentemente, a Fifa recebeu informações das condições do Maracanã. A entidade insiste que todo o sistema de drenagem do campo e as saídas de água dos vestiários terão de ser refeitos.

A Fifa também fez questão de dizer que as chuvas não podem ser usadas como desculpa pelos brasileiros. Técnicos da entidade revelaram ao Estado que já estiveram no estádio meses antes das chuvas e, ainda assim, os problemas eram visíveis.Fonte: Estadão

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

>Copa do Mundo 2014 no Brasil custa mais que o dobro da africana

Posted on fevereiro 17, 2010. Filed under: África do Sul 2010, BNDES, CBF, Copa do Mundo, Copa do Mundo 2014, esporte, FUTEBOL, gol |

>

Maquete do Estádio Verdão em Cuiabá

A quatro anos e meio de seu início, a Copa do Mundo do Brasil-2014 já tem previsão de gastos 120% maior que o investido na África do Sul-2010. Ou seja, o evento brasileiro tende a custar mais que o dobro do africano. Detalhe: o Mundial no território nacional tem estimativa de custo incompleta, enquanto o torneio deste ano está próximo da conta definitiva.

No início de fevereiro, o governo federal divulgou uma primeira lista de projetos para a Copa-2014. Incluiu 59 obras, sendo 12 delas em estádios.

O custo total previsto é de R$ 17,52 bilhões, incluindo verba federal, estadual e privada. Desse valor, são R$ 5,343 bilhões para construção e reforma de arenas. O restante é para transporte e obras nos entornos das praças esportivas.

A Copa da África do Sul tem gasto total previsto de 33 bilhões de rands (R$ 7,968 bilhões), montante informado à Folha pela porta-voz do Tesouro Nacional sul-africano, Thoraya Pandy. “Esse valor inclui infraestrutura, estádios, comunicação, segurança e desenvolvimento esportivo”, explicou.

O investimento em arenas foi de 13 bilhões de rands (R$ 3,1 bilhões) e, em transporte, atingiu 14 bilhões de rands (R$ 3,38 bilhões). “Acho que esse valor é muito maior. Tenho convicção de que é maior que isso”, afirmou o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., a respeito das cifras sul-africanas.

Há dinheiro para reforma de aeroportos que não entra na conta da África do Sul. Mas o Brasil também não incluiu o setor aéreo em suas obras.

Ressalve-se que o Mundial brasileiro tem número maior de sedes do que a África do Sul: são 12 contra 9. Também terá mais arenas: 12 contra 10.

Proporcionalmente, isso justificaria aumento de um terço no investimento total e de um quinto em estádios. A diferença, porém, é de R$ 9,5 bilhões.

E há tendência de alta. Os custos de estádios, únicos que tinham estimativa feita no projeto da CBF, já mais do que dobraram em relação a 2007.

Mais: ainda não houve previsão sobre os gastos com segurança, tecnologia e infraestrutura esportiva, como CTs.

Em comum, Brasil e África do Sul tem onipresença estatal para bancar as obras.
Um total de 94% dos custos dos estádios será de responsabilidade dos governos federal e estadual, segundo documentos do Ministério do Esporte. O restante será pago pelos clubes – Atlético-PR, São Paulo e Internacional, donos de arenas.

Estados, clubes e União assinaram termo em que foi estabelecida a fatia de cada um.
Todos os gastos em infraestrutura estarão na conta dos governos, sendo dois terços deles financiados pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Na África, a presença estatal é mais forte, já que o governo federal bancou quase tudo. Houve, em menor porte, aportes privados e de municípios.

Também em comum, Brasil e África do Sul têm renda per capita próxima, em torno de US$ 10 mil (R$ 18,7 mil). O país africano tem desigualdade social um pouco maior, o que é indicativo de mão de obra mais barata. O eventual custo menor com salários dificilmente cobriria a diferença de mais de R$ 2 bilhões entre as obras de estádios no Brasil e na África do Sul. Fonte: Folha de S. Paulo

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Fifa confere hoje se Cuiabá pode subsediar a Copa 2014

Posted on fevereiro 3, 2009. Filed under: CBF, Copa 2014, Copa 2014 em Cuiabá, CUIABÁ, Fifa |

>

MT está preparado para receber membros da FIFA, diz Yuri

<!–

Atualizada em 20/05/2006 às 20:51

–>

Guilherme Filho

Em reunião com a imprensa nesta segunda-feira, 02 de fevereiro, o secretário de Estado de Desenvolvimento do Turismo, que também é presidente do Comitê Pró-copa do Mundo de futebol em Cuiabá, Yuri Bastos Jorge, falou sobre os preparativos do Estado para a visita da comitiva da Fifa/CBF a Cuiabá.

A comitiva realizará uma inspeção na quarta-feira (04.02) onde sobrevoará áreas como o Aeroporto Marechal Rondon, o Estádio Verdão e o Centro Histórico de Cuiabá.

Yuri Bastos destacou o esforço que o Governo do Estado está fazendo para que Cuiabá seja sede dos jogos da Copa. O secretário relembrou que desde 2007 o Governo vem se empenhando para atender três pontos básicos: a unidade política, que demonstra a vontade política em trazer o evento para Cuiabá; o planejamento que o Comitê Pró-copa está realizando para que Mato Grosso tenha a estrutura necessária para receber visitantes, jogadores e organizadores dos jogos; e o financiamento para as obras.

Segundo ele, o Governo do Estado está preparado para realizar os investimentos necessários para a realização dos jogos em Mato Grosso. Segundo o secretário, já existe um Fundo “Pró Copa”, que já soma R$ 100 milhões.

“Mas o dinheiro que o Estado vai investir não chega nem perto dos recursos que virão através do Governo Federal e da iniciativa, que devem beirar os R$ 8 bilhões”, disse Yuri Bastos. “Além disso, Cuiabá e cidades vizinhas receberão investimentos nas áreas de Saúde, Infra-estrutura e Segurança Pública que vão gerar emprego e melhorar a qualidade de vida de todos”.

Para o secretário, trazer a Copa para Mato Grosso também é uma oportunidade de mostrar o potencial do Estado em diferentes setores, além de acelerar o desenvolvimento econômico e social. “É uma oportunidade única de mostrar Mato Grosso para o mundo”, destaca ele.

MOBILIZAÇÃO – A população cuiabana está sendo convidada a recepcionar o Comitê Organizador da Copa do Mundo, à partir das 18 horas. A intenção é mostrar a mobilização popular e o apoio dos cuiabanos à realização dos jogos em Cuiabá. A Prefeitura de Cuiabá declarou ponto facultativo nas repartições nesta terça-feira, a partir 15 horas.

Os membros do Comitê serão recepcionados pelos caciques Megaron Txucarramãe e Raoni Metuktire que realizarão uma saudação aos membros da comitiva. Segundo Yuri, eles serão a comissão de frente da recepção, já que Mato Grosso, além de ter belezas naturais e turísticas, desenvolvimento econômico, é também um Estado rico em diversidade cultural, marcado por respeito às diferenças e principalmente à integração das diferentes culturas.

IMPRENSA – Durante a reunião, os profissionais de imprensa puderam conhecer o roteiro da Comitiva, e ter acesso às normas para a atuação da imprensa, que prevêem somente a participação de profissionais credenciados. Outra informação repassada é que apenas o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, irá falar com a imprensa ao final da visita na quarta-feira.

Virão a Mato Grosso, representando o Comitê organizador da Copa do Mundo de 2014, além de Ricardo Teixeira, Joana Havelange, Rodrigo Paiva, Mário Rosa, Carlos Geraldo Langoni e Alexandre Silveira; e representando a FIFA virão Carlos de La Corte, Thierry Weil, Dick Wiles e Fulvio Danilas.

Fonte: Olhar Direto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...