Cgaed

>Micros e pequenas empresas foram responsáveis por 71,3% dos empregos mês de maio

Posted on junho 26, 2010. Filed under: Cgaed, emprego, Sebrae |

>

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, apontam que as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 71,3% dos 298.041 empregos com carteira assinada criados no mês de maio. Os números confirmam uma tendência de liderança do setor na geração de empregos no país.
O mais interessante é que os empreendimentos menores são os mais eficientes quando o assunto é geração de postos de trabalho. As microempresas com até quatro empregados contribuíram com 48% do saldo total de empregos. As pequenas empresas, que empregam entre 20 e 99 pessoas, foram responsáveis por 13,8%, seguidas daquelas com cinco a 19 empregados, com 9,5%.
O setor de serviços se mantém na dianteira na geração de postos de trabalho, com 19,5% do saldo total, mas a grande novidade é a inclusão do setor de agricultura e pecuária em segundo lugar, com 14,4%, ultrapassando o comércio, que ficou na terceira classificação com 13,1%, construção civil com 12,6% e a indústria de transformação, com 10,8%.
Tais números refletem a força crescente do segmento na economia brasileira. As micro e pequenas empresas (MPEs) respondem por 98% das empresas, 67% das ocupações e 20% do Produto Interno Bruto (PIB). Essenciais para o desenvolvimento brasileiro, elas têm sido alvo de políticas públicas específicas com destaque para a Lei Geral das MPEs, que cria, entre outros, facilidades tributárias como o Super Simples, institui o Empreendedor Individual, visando reduzir as altas taxas de informalidade no Brasil, e põe em prática mecanismos para privilegiar a comercialização dos produtos do segmento. Há que se ressaltar o trabalho sério e constante de instituições como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em prol do desenvolvimento real do pequeno negócio.
Mesmo assim, empresários e empreendedores que atuam no segmento de pequenos negócios ainda enfrentam muitas dificuldades. Prova disso é o relevante índice de “mortalidade” nos primeiros anos de vida dos pequenos negócios.
É claro que há aí muitos outros fatores a serem considerados, entre eles a questão educacional, afinal desenvolvimento e educação, no seu sentido mais amplo, estão intimamente atrelados. Fonte: A Gazeta

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...