COL

>Fifa visita Cuiabá e recebe garantia que prazos serão cumpridos para Copa 2014

Posted on maio 14, 2010. Filed under: aeroporto, COL, Copa 2014, Copa das Confederações, Copa do Pantanal, Fifa, Infraero, Mobilidade Urbana |

>

A sede da Copa do Pantanal está cumprindo rigorosamente todos os compromissos e prazos estabelecidos pela FIFA para a realização da Copa 2014. A garantia foi dada esta manhã pelos diretores e técnicos da Agecopa aos arquitetos do Comitê Organizador Local (COL), órgão que fiscaliza em nome da FIFA os trabalhos desenvolvidos pelas doze sedes brasileiras.
Equipe da Fifa em visita a obra do Verdão em Cuiabá

As obras de construção da Arena Multiuso – Novo Verdão começaram no dia 26 de abril, oito dias antes do prazo final (3 de maio) e prosseguem em ritmo acelerado. A demolição do antigo estádio deve ser concluída em um mês, segundo estimativa do consórcio Santa Bárbara /Mendes Júnior. Paralelamente à principal obra física para a Copa 2014, estão sendo projetados os dois Centros de Treinamento, o Fan Park (espaço adequado para grandes públicos assistirem aos jogos) e a ampliação do aeroporto Marechal Rondon, a cargo do governo federal por meio da Infraero.
A Agecopa também já finalizou os projetos das principais intervenções no sistema viário por intermédio do Plano de Mobilidade Urbana. Os projetos que incluem a construção de viadutos, trincheiras, duplicação ou alargamento de pistas, pontes e os dois corredores exclusivos para ônibus, BRTs (Bus Rapid Transit) vão garantir mais qualidade no transporte coletivo e individual, facilitando o deslocamento da população e visitantes durante e depois da Copa.
Parte destas obras devem ficar a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, órgão do Ministério dos Transportes, já que estão localizadas nas rodovias federais BR-163, 364 e 070, nos trechos em que elas cortam o perímetro urbano sobrepondo-se às avenidas Fernando Corrêa, Miguel Sutil e FEB, respectivamente.
Vistoria: A equipe do Departamento de Estádios do Comitê Organizador Local (COL) da Copa 2014 visitou esta manhã o canteiro de obras da nova Arena. Os arquitetos Carlos De La Corte e Tiago Pelakauskas e o engenheiro Fábio Carvalho vistoriaram a obra e checaram o cumprimento do cronograma dos trabalhos que devem estar concluídos em dezembro de 2012, a tempo de Cuiabá se candidatar a sede da Copa das Confederações em 2013. A vistoria técnica dos estádios brasileiros começou no dia 5 de maio em São Paulo e será concluída no dia 20 de maio, em Salvador.
Carlos de La Corte defendeu tese de doutorado sobre os estádios brasileiros, comparando-os com estádios europeus desde a década de 80 até o ano 2000. Ainda recém-formado se filiou à Iaks (The International Association for Sports and Leisure Facilities), a principal organização internacional dedicada a instalações esportivas e recreativas. O arquiteto é hoje o principal avaliador de estádios a serviço da FIFA, que receberá relatórios detalhados sobre a situação das obras em cada cidade-sede. (Assessoria).
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Fifa visita Cuiabá para vistoriar as obras no "Novo Verdão"

Posted on maio 13, 2010. Filed under: COL, Copa 2014, Copa do Pantanal, Fifa, FUTEBOL, Verdão |

>


.fullpost{display:none;}

Desenho da arena do novo estádio Verdão para Copa de 2014
A Fifa, através do COL, Comitê Organizador Local, da Copa 2014 de futebol, visita nesta quinta-feira, 13 de maio, as obras de remoção e reconstrução no novo estádio Verdão em Cuiabá, a sede da Copa do Pantanal.

A imprensa poderá registrar a visita, mas o arquiteto Carlos De La Corte e demais integrantes do Departamento de Estádios não prestarão declarações à imprensa. Esta é uma norma da Fifa que vem sendo aplicada em todas as cidades-sedes visitadas.

O período de vistoria técnica dos estádios e também de avaliação do cronograma de obras em cada uma das 12 sedes começou no dia 5 em São Paulo e encerrará no dia 20 de maio, em Salvador.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Especulação coloca Cuiabá com risco de perder sede da Copa 2014

Posted on setembro 8, 2009. Filed under: COL, Copa de 2014, Copa do Mundo, CUIABÁ, Fifa |

>

Novo projeto no estádio Verdão

Atrasos e capacidade financeira devem reduzir a dez as cidades no Mundial

Insatisfeitos com projetos e descrentes quanto ao financiamento, executivos da entidade e organizadores já estudam a mudança

A Copa de 2014 corre o risco de encolher. Executivos da Fifa e do COL (Comitê Organizador Local) podem eliminar até duas cidades antes do fim do ano, reduzindo o total de sedes a dez.

O atraso no cumprimento dos prazos exigidos pela Fifa e a desconfiança dos estrangeiros com a saúde financeira dos Estados para bancar as obras são os principais pontos de descontentamento da entidade.

Nenhum dos nove governos estaduais lançou o edital de licitação das obras das arenas do Mundial até a última segunda, como estabeleceu o COL.

Por terem estádios privados, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre estão livres da exigência.

Na sexta-feira, os projetos dos estádios teriam que ser apresentados ao COL. Os documentos foram entregues, mas ainda não foram examinados.

Se considerados insatisfatórios, os projetos podem ser excluídos. As cidades não seriam substituídas e se chegaria a um total anteriormente previsto pela Fifa (que as aumentou para 12 após pressão da CBF).

O número é o mesmo da Copa do Mundo da Alemanha, em 2006. Já na África do Sul, local do próximo Mundial, dez cidades abrigarão jogos.

Por causa da série de atrasos, o COL teme um vexame em 28 de fevereiro, data estabelecida para o início das obras nos estádios que vão abrigar o torneio.

A preocupação é com a capacidade financeira de execução das obras de algumas cidades menores. Cuiabá, por exemplo, já mudou o projeto duas vezes em menos de seis meses.

Estádios como os de Natal, Recife e Manaus, que foram apresentados apenas em maquetes, também deixam os organizadores temerosos.

Sem conseguir atrair parceiro privado, o governo do Amazonas já anunciou que bancará sozinho a pesada obra do novo Vivaldão, que terá capacidade para 47 mil pessoas e já foi orçada em R$ 400 milhões.

Os executivos da Fifa também não gostaram de alguns projetos. Pelo menos duas cidades pretendem construir “”puxadinhos” em seus estádios para abrigar os jogos da Copa.

Salvador e Cuiabá apresentaram no mês passado seus projetos com parte da arquibancada sendo desmontada após a realização do campeonato. Os projetos não foram vetados na hora, mas dificilmente deverão emplacar. Nenhum estádio adotou estrutura semelhante nos últimos Mundiais.

Para tentar receber jogos das semifinais da competição, o estádio da Fonte Nova, em Salvador, projetado para 50 mil torcedores, teria um novo setor de arquibancada de estrutura móvel para chegar à capacidade de 60 mil espectadores. Custará cerca de R$ 500 milhões.

Já em Cuiabá, o Verdão terá parte da arquibancada erguida “”em estrutura desmontável”.
Segundo o arquiteto Sérgio Coelho, a estrutura, que existe em competições de futebol de praia organizadas pela Fifa, seria aparafusada no concreto e depois retirada do estádio.

Pelo projeto, o Verdão ficaria com uma capacidade para cerca de 40 mil pessoas durante a competição internacional que seria reduzida após o evento para cerca de 30 mil.

A explicação para encolher o Verdão é que o futebol local não tem capacidade para atrair tantos torcedores. O orçamento é de R$ 440 milhões.

(Sérgio Rangel – Folha de São Paulo)

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...