Comitê de Política Monetária dos Estados Unidos

>Fed mantém juro a 0,25% ao ano e vai comprar US$ 600 bi em títulos

Posted on novembro 3, 2010. Filed under: Banco Central, Comitê de Política Monetária dos Estados Unidos, economia, Fed, recuperação |

>

Em comunicado, o Comitê de Política Monetária dos Estados Unidos anunciou que irá expandir sua base monetária com o objetivo de fortalecer o ritmo de recuperação da economia.

O membro Thomas M. Hoenig votou contra a decisão pela sétima vez consecutiva

Após já ter comprado cerca de US$ 1,7 trilhão em títulos desde a eclosão da fase mais crítica da crise, a fim de reativar as condições de crédito da economia, a autoridade informou que irá comprar uma quantia adicional de US$ 600 bilhões em papéis de longo prazo do Tesouro americano até o final do segundo trimestre de 2011, em um ritmo de cerca de US$ 75 bilhões por mês.

Em tempos de juro próximo a zero nos Estados Unidos, tal ferramenta permite pressionar ainda mais as taxas de juro de maturação mais distante, barateando, em tese, o custo de capital das empresas e das famílias.

O Fed se comprometeu também em continuar a política de reinvestir o pagamento dos principais recebidos dos ativos securitizados em sua posse.

O comitê declara estar ” preparado para realizar ajustes adicionais, se necessário, para ajudar a recuperação econômica”.

Juro entre zero e 0,25%

Para justificar a taxa neste intervalo, o colegiado repetiu o discurso de que o cenário econômico, com baixa utilização da capacidade, inflação controlada e expectativas estáveis para os preços, fundamenta esse nível de juro básico por um “longo período”.

O banco central dos Estados Unidos destacou também que a retomada da produção e do emprego desacelerou nos últimos meses. Os empresários seguem relutantes em iniciar novas contratações.

“Os gastos das famílias estão aumentando gradualmente, mas continuam retraídos pela elevada taxa de desemprego, pelo crescimento modesto da renda e pelo aperto no crédito”, apontou o Fed.

Embora o comitê trabalhe com uma previsão de retorno gradual aos patamares mais altos de utilização da capacidade em um contexto de estabilidade nos preços, “o progresso para essas metas tem sido desalentadoramente baixo”.

Voto contra

Mantendo sua posição contrária à decisão do comitê de política monetária do Fed, o membro Thomas M. Hoenig votou contra pela sétima vez consecutiva.

Para ele, o cenário não permite prometer a continuidade de juro baixo por mais tempo, ao passo que isso pode levar a um desequilíbrio dos mercados e elevar os riscos de longo prazo para o panorama macroeconômico.

Fonte: Brasil Econômico

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...