convenção

>Eleições 2010: PPS decide em encontro nacional que convenção decidira se apoiará Wilson Santos ou Mauro Mendes

Posted on maio 24, 2010. Filed under: convenção, eleições 2010, Mato Grosso, Mauro Mendes, partido, PPS, Wilson Santos |

>

O PPS que era visto como a grande dúvida no Movimento Mato Grosso Muito Mais, que dá sustentação política a candidatura do empresário socialista Mauro Mendes (PSB), passou a deixar de ser incomodo, já que no Encontro Nacional da sigla em São Paulo no último final de semana, foi referendada a decisão de que será respeitada a vontade da maioria do partido, fato que só se confirmará com a realização da convenção que segundo a legislação eleitoral é no mesmo prazo para todos os partidos, ou seja, de 10 a 30 de junho.
Mauro Mendes e Wilson Santos, pré-candidatos a governador de Mato Grosso
Mesmo assim o deputado e presidente do PPS em Mato Grosso, Percival Muniz que é o articulador do movimento e avalista da candidatura Mauro Mendes, que em 2008 passou pela sua primeira experiência na política, lançado pelas mãos do então governador Blairo Maggi (PR) e seu grupo, quando disputou a Prefeitura de Cuiabá contra o então prefeito e candidato a reeleição, Wilson Santos (PSDB), hoje pré-candidato ao governo do Estado, não deverá correr o risco em sua plataforma.
Percival é colocado como pré-candidato a vice na chapa de Mauro Mendes para segurar o PPS na coligação divergente da nacional que é pró-PSDB e José Serra, em que pese os pepessistas que apóiam os tucanos garantirem que a maioria do partido não quer seguir Muniz, mas sim a candidatura tucana por causa da ligação nacional do PPS com José Serra. Acredita-se que na Executiva Regional a maioria segue Percival Muniz, mas, na convenção onde todos os filiados podem votar o resultado seria o contrário.
Os desafetos de Muniz vão trabalhar até o último momento para que seja revertida a decisão pró-Mauro Mendes e se não conseguirem protelarão ao máximo, até no último momento da convenção para criar um clima de racha interno no partido, que hoje vive mais de críticas do que propriamente de construir um entendimento sólido.
A presença de José Serra na abertura do encontro em São Paulo, leva junto a pressão para que se assegure nos Estados o palanque a candidatura tucana, o que não deverá acontecer em Mato Grosso, já que Mauro Mendes tem três pré-candidatos a presidente em seu palanque. Wilson Santos que se mantém recluso, sem dar entrevistas, tem nos bastidores cobrado José Serra e a cúpula tucana o apoio do PPS, no melhor estilo deixar de somar para os adversários. Autor/Fonte: Marcos Lemes – A Gazeta
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...