desfiliação

>Depois do vídeo dinheirada, governador Arruda pede desfiliação do DEM

Posted on dezembro 10, 2009. Filed under: DEM, desfiliação, governador Arruda |

>

Ameaçado de expulsão, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), ligou hoje para a base aliada na Câmara Legislativa local. Segundo a líder no DEM na Casa, Eliana Pedrosa, ele comunicou por telefone que estava se desligando do partido.


Segundo ela, Arruda não deu explicações para a sua decisão. “Não muda nada na questão dos processos contra ele que tramitam na Casa. É claro que tira o fator pressão desse caso, que é o fator político. Ele deixa de ser filiado a esse ou aquele partido”, disse.


A saída de Arruda também foi confirmada pelo vice-governador, Paulo Octavio (DEM), à Folha Online. Arruda deve fazer um pronunciamento ainda hoje sobre o assunto.


Ao pedir o desligamento, ele teria menos desgaste político do que diante de uma expulsão, que já vem sendo dada como certa até por seus aliados dentro do partido.


A executiva do DEM havia marcado para amanhã uma reunião que iria decidir a expulsão de Arruda. A reunião ainda não foi desmarcada. O governador tinha até o final do dia de hoje para apresentar sua defesa à legenda.


Antes de se desfiliar, Arruda recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo o cancelamento do processo aberto pelo DEM. A ministra Cármen Lúcia negou hoje o pedido de liminar feito no mandado de segurança impetrado por ele.

Compartilhe

Fonte: Folha Online

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>DEM parece que tomou juizo e prepara desfiliação do governador do Distrito Federal por corrupção

Posted on novembro 29, 2009. Filed under: corrupção, DEM, Democratas, desfiliação, Distrito Federal, Escândalo, expulsão |

>

Pressionado internamente, o comando nacional do Democratas prepara a desfiliação e futuramente a expulsão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM).

Escândalo no Distrito Federal

Reprodução
Acusado de coordenar um suposto esquema complexo de corrupção, Arruda vai se explicar amanhã, às 14h, à cúpula de seu partido sobre as denúncias. Ele passou este domingo telefonando para os colegas de partido.

“Existe um fato e denúncias. Contra fatos e denúncias o combate são fatos e não versões. É assim que funciona. Vamos dar ao governador o espaço que ele precisa para se explicar. Mas o clima de desconforto é grande. Aguardamos a defesa dele, mas grande parte do DEM pensa na desfiliação e até na expulsão”, disse à Agência Brasil o senador Demóstenes Torres.

Demóstenes contou que Arruda passou o domingo conversando, por telefone, com cada integrante da executiva nacional do DEM. Nas conversas, o governador tentou explicar as imagens em que aparece recebendo dinheiro do então assessor Durval Barbosa.

Segundo o senador, Arruda afirmou que as imagens são do período da sua campanha de 2006, quando recebia recursos para repassar aos que trabalhavam com ele. De acordo com as explicações do governador, tudo foi relatado ao Tribunal Regional Eleitoral (TER) e também ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

OAB compara Arruda a peruano que renunciou após denúncias de corrupção

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, afirmou neste domingo (29) que o vídeo que mostra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), recebendo dinheiro é comparável à situação do ex-presidente peruano Alberto Fujimori, forçado a renunciar no ano 2000 após denúncias de que seus assessores compravam apoio político de parlamentares.

No microblog Twitter, o líder do DEM na Câmara, Ronaldo Caiado (GO), avisou que se for constatada irregularidade, haverá punição.

“O Democratas não vai se portar como o PT. Se houve erro, haverá punição de acordo com o que uma democracia prevê. O Democratas exige seriedade sempre. Não vamos empurrar nada para baixo do tapete. São denúncias graves”.

Outros líderes do DEM ouvidos pela Agência Brasil afirmaram que a tendência na legenda não é favorável a Arruda, mas que aguardam as explicações do governador para evitar possíveis injustiças.

Arruda e seu vice, Paulo Octávio, ambos do DEM, assessores do governo do Distrito Federal, deputados distritais e empresários estão no centro das denúncias investigadas pela Polícia Federal que apontam a existência de um suposto esquema de corrupção com superfaturamento de contratos, irregularidades em licitações e pagamentos de propinas.

Segundo as apurações da Polícia Federal, cerca de R$ 600 mil foram arrecadas de empresas privadas que mantêm contratos com o governo do Distrito Federal.

Depois de uma nota oficial, informando que aguarda as explicações de Arruda, o presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), disse à Agência Brasil que espera a reunião com o governador para manifestar-se. Os principais líderes do Democratas vieram a Brasília nos últimos dias para analisar o assunto. A questão foi potencializada com a divulgação de imagens nas quais Arruda aparece recebendo dinheiro supostamente destinado ao pagamento de propina.

Fonte: UOL #uolcelular { clear: both; margin:1.5em 0 0 0; font-size:0.8em; } #uolcelular h3 { background:#efefef;color:#000;font:bold 1.1em arial;padding:3px;height:12px;display:block;margin:0;padding-left:1em;} #uolcelular #borda { height:3em;border:1px solid #efefef;color:000;font:normal 13px arial;background:url(http://img.uol.com.br/wap-ico.gif) 1em 0.4em no-repeat;padding:0;padding-top:1.1px; } #uolcelular #borda #txtCel { margin: 0.2em 0 1em 4em; *margin-bottom:1em; } #uolcelular #borda #txtCel a {color:#666666; text-decoration:none; } #uolcelular #borda #txtCel a:hover { text-decoration:underline; } #uolcelular #borda #txtCel a strong {color:#000000;}

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Deputada Chica Nunes se desfilia do PSDB

Posted on setembro 25, 2009. Filed under: Chica Nunes, deputada, desfiliação, PSDB |

>

A deputada Chica Nunes entregou há pouco a carta de desfiliação para executiva Estadual do PSDB. Ela deve comunicar ainda hoje ao Tribunal Regional Eleitoral sobre seu rompimento com o partido.


O prefeito Wilson Santos (PSDB) adiantou que o partido se comprometeu em não recorrer do cargo, porém tanto o Ministério Público, quanto qualquer outra pessoa poderá mover uma ação de infidelidade partidária contra a parlamentar. “Eu falo pela instituição. O partido atendeu um pedido dela e não irá recorrer pelo cargo”, afirmou.


Com a saída de Chica Nunes do partido o processo que corria na Comissão de Ética e pedia a expulsão da deputada será extinto, já que perde o objeto.


A desfiliação da parlamentar pode resultar na cassação dela por infidelidade partidária e assim perder o foro privilegiado, já que responde pelo rombo de R$ 6 milhões na Câmara de Cuiabá, durante sua gestão como presidente da Casa.

A parlamentar também já foi cassada por compro de voto pelo Tribunal Regional Eleitora, porém se mantém no cargo por força de uma liminar conquistada junto ao Tribunal Superior Eleitoral. O destino da parlamentar deve ser o DEM, segundo informaram fontes muito próximas da deputada.

Fonte: Olhar Direto

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...