Energia

>Usina Termelétrica de Cuiabá trará mais segurança energética a MT

Posted on outubro 23, 2010. Filed under: Empresa Pantanal Energia, Energia, Petrobras, Termelétrica de Cuiabá, Usina Termelétrica Mário Covas |

>

Entre os principais benefícios da retomada das atividades da Usina Termelétrica Mário Covas está a seguridade energética e assim a atração de indústrias para o Estado, como as de fertilizantes. Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22), o governador Silval Barbosa (PMDB) ressaltou a importância da matriz energética para o Estado, que apesar de ser autossuficiente, possui problemas quanto à distribuição no setor elétrico.

Quanto ao início das operações na térmica, a data não foi definida porque há documentos ainda em andamento e segundo o líder estadual, na Bolívia os trâmites são muito burocráticos e demandam um pouco mais de tempo.

A aval dado na quinta-feira (21) pela Yacimientos Petrolíferos Fiscales Boliviano (YPFB), estatal que faz a gestão do combustível no país, permite que a Petrobras repasse parte dos 30,8 milhões de metros cúbicos (m3) comprados na Bolívia à usina. Para geração de 480 megawatts-hora (MW/h) de energia são necessários 2,2 milhões (m3) de gás natural.

Além de fornecer o insumo, a Petrobras também vai gerar e comercializar a energia produzida na térmica por meio de um contrato de arrendamento firmado junto à Empresa Pantanal Energia (EPE), que administra a térmica. Apesar do anúncio do governo estadual, a Petrobras informou, via assessoria de imprensa, que não vai comentar o assunto.

A termelétrica suspendeu as atividades em agosto de 2007, quando a Bolívia não tinha produção suficiente para atender a demanda mato-grossense. Desde então, a EPE e o governo estadual tentam uma solução junto ao governo boliviano. 
Fonte: A Gazeta
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Camargo Corrêa participará de construção de usina hidrelétrica em Moçambique, obra custará US$ 2 bilhões

Posted on agosto 18, 2010. Filed under: Camargo Corrêa, Energia, Moçambique, Usina hidrelétrica em Moçambique |

>

Moçambique aprovou a construção de uma usina hidrelétrica da ordem de US$ 2 bilhões, em um movimento para aumentar a geração de energia e atrair investimento estrangeiro, informou nesta quarta-feira o jornal Notícias, controlado pelo governo.
 Usina hidrelétrica em Moçambique  
Segundo a publicação, o ministro de Energia, Salvador Namburete, afirmou que a nova barragem de Mphanda Nkuwa será construída a 60 quilômetros da hidrelétrica de Cahora Bassa, no rio Zambezi, e será capaz de gerar 1.500 megawatts.
Namburete disse que 20% do controle da usina ficará nas mãos da estatal Electricidade de Moçambique (EDM), enquanto os 80% restantes serão compartilhados pela joint venture formada entre a empresa local Energia Capital e a brasileira Camargo Corrêa.
“Esta infraestrutura trará investimentos de qualidade que irão contribuir para a industrialização e o desenvolvimento econômico e social do país”, afirmou ele.
Segundo o ministro, quatro turbinas, cada uma com 375 megawatts de capacidade, serão construídas na primeira fase do projeto, que deve ter início em 2011.
Nesta quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe o primeiro-ministro de Moçambique, Aires Aly, em Brasília. A agenda com detalhes do encontro, no entanto, não foi disponibilizada.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>A energia e a matéria escura enchem o universo

Posted on julho 21, 2010. Filed under: Arnaldo Jabor, Energia, universo |

> Por Arnaldo Jabor

As noticias, aqui e no mundo, estão repugnantes: mulheres apedrejadas, atiradas aos cães, a lama habitual da política…Daí, pensei em me jogar num buraco negro – sem duplo sentido, por favor – e sumir entre as galáxias. Sou um idiota em cosmologia (e nem só nisso, amigos, ai de mim…) mas, extasio-me sim com o Hubble e li na “Folha” de domingo o artigo do Marcelo Gleiser sobre a energia e a matéria escuras que estariam distribuídas por todo o universo.

A mateira escura compõe cerca de 23% da densidade de energia do universo. O restante seria constituído de energia escura, 73% e da matéria bariônica (a que nós vemos normalmente no céu e na Terra), 4%. Essas forças escuras seriam formadas pelos neutrinos estáveis e as WIMPs – partículas massivas.

Então, deprimido com a realidade, resolvi filosofar do alto de minha ignorância (já ouço a gargalhada sardônica de homens como Mario Novello ou Luiz Alberto de Oliveira…). Repito coisas que disse num artigo dez anos atrás, (deve ter sido a faísca de minha ferradura), refletindo sobre a repercussão dessas forças ocultas em nossa vida aqui em baixo.

Diz o Gleiser: “o vácuo não é vazio…(…) “o nada determina talvez o comportamento do universo”…

E foi aí que tive a iluminação! Por segundos, abriu-se a “maquina do mundo” e entendi o universo, como a personagem de Borges diante do “Aleph”!. Assim, amigos leitores, aqui vai, em primeira mão, “tam tam tam!”: o Sentido da Vida!.

Vamos lá: se existe a matéria/energia escura com massa, os tijolos que preenchem o universo, desfaz-se a antiquíssima noção de “sim” e de “não”. Melhor dizendo, se o invisível tem massa, se os espaços siderais estão ocupados, é sinal que não há o “nada”. Nada não há.

A idéia de “nada” e de “tudo” seria uma idéia de viventes. Como você vai morrer, o seu cérebro se programa para imaginar que “há” uma coisa e “não há” outra. De que há o “cheio” e o “vazio”, de que há o vivo e o morto. Idéia de viventes. Descartes quando falou: “Penso, logo existo”, estava dizendo: “Penso, logo penso que existo.” Descartes estava apenas inventando o “sujeito”, ou melhor, inventando o francês, aquele sujeito cheio de duvidas, com uma “baguette” debaixo do braço.

Muito bem, meus raros leitores, se a “matéria/energia escura” está em “tudo” (oh… palavra vã…), há um espantoso “continuum” que nos liga a todos, os seres “em si” e os seres “para si” – coisas e homens. (Oh..Sartre….como esta divisão é insuficiente… Somos todos “em si”, velho mestre; o fato de desejarmos, de escrevermos este artigo não nos confere liberdade alguma).
O leitor dirá: como este leigo ousa filosofar? Respondo, com o lábio trêmulo de ousadia: “se o PT e o PMDB se uniram para fundar a republica “corrupto-sindicalista”, por que não posso ser um cientista amador e metafísico?”

Os neutrinos, os WIMPs o provam: tudo está preenchido. Assim sendo, o universo não está se expandindo na direção de um outro lugar, pois não há “outro lugar”. O universo está se expandindo em relação a si mesmo, para um dia chegar a si mesmo, se bem que não ao ponto de partida, pois não houve partida. O tal Big Bang faria parte do Big Crunch, o colapso do universo sobre si mesmo, recomeçando eternamente. O universo seria aquilo que existe entre o Big Bang e o Big Crunch.

Estamos todos mergulhados num caldo de cultura infinito, onde parece que boiamos; apenas “parece”, pois somos também o caldo onde boiamos. A mosca e a sopa são a mesma coisa. Falamos muito no “fim do sujeito”, mas também, de certa forma, não há “objeto”, porque só pode haver sujeito e objeto se houver intervalo, vazios, diferença. Não há. Mas, continuando este brilhante raciocínio, vemos que a ciência já deve estar desistindo de chegar a um fim, a uma espécie de “revelação”, como se, seguindo a “estrada de tijolo amarelo” , chegássemos a Deus, ou, pelo menos, ao Mágico de Oz.

E não só não encontraremos ninguém, nem nada, porque o “nada” não há, nem “ninguém” não há, como também nada se definirá, nem energia nem matéria, pois ambas são parte da mesma “substancia”, uma se bombeando para dentro da outra, numa trepada eterna de desmanches e recomposições, ali nas quebradas dos buracos negros. Assim, a física moderna tira-nos a esperança de encontrarmos uma resposta, o que não é uma coisa ruim, pode ser até o início de uma nova arte de ser.

Chega de ficarmos extáticos diante do “sublime” – fazemos parte dele. Há uma correspondência “ôntica” entre as estrelas e nosso sistema de vida e morte, de “sim” e “não”.
Se não vamos chegar a nada, podemos descansar, pois nosso labor diminui; não temos de descobrir resposta para nada, não porque Deus não exista, porque obviamente, Deus existe sim; ou melhor, Deus existe não como coisa a ser “atingida”. Deus é a Substancia e nós, humanos, somos atributos dela. Substancia é aquilo que eterna e imutavelmente é. ,Logo, Deus (substancia) é a única coisa que existe. Necessariamente, as outras coisas só existem em Deus mesmo, como parte d”Ele e, nele existimos, se é que essa palavra se aplica a algo, como descobriu para sempre o Einstein da filosofia que foi Baruch Spinoza…

Nada “existe”, no sentido de estar “fora” de algo: “ex-sistere” (estar em pé, do lado de fora) -fora de quê, saiu “de dentro” de onde?).

Por isso, em verdade, em verdade, vos digo, oh, irmãos, que Deus existe, mas não é pai. É tão órfão quanto nós, um Deus-matéria, órfão de si mesmo. A única coisa que nos resta não é o desespero, esta carência de viventes em crise; o que nos resta é a paz da ausência de esperança. A razão humana devia se redesenhar, não em um Big Bang indo em direção a um futuro. A razão tinha de ser um Big Crunch, mordendo o próprio rabo, voltada para dentro, para nós, os homens, para nosso prazer e saúde. A ciência como arte. Este é o sentido da vida, não há mais desculpa. Somos todos iguais; sejamos felizes!

Big Crunch não é nome de sanduíche do McDonald”s – é o destino do universo.


Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Painel Econômico

Posted on julho 7, 2010. Filed under: Calçados, desemprego, Econômico, Energia, etanol, Mato Grosso, mulher, Negócios, Painel, prêmio, Sebrae |

>

Prêmio – O Sebrae Mato Grosso lança hoje (7) o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. O objetivo da premiação é reconhecer e dar visibilidade às histórias de vida de mulheres que conseguiram superar dificuldades e construir negócios de sucesso, incentivando o empreendorismo feminino. As inscrições vão até 15 de setembro. 
 ,
Mais informações no site  www.mulherdenegocios.sebrae.com.br
EnergiaNa sexta-feira (9), o Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica de Mato Grosso (Concel/MT) irá a Sinop conhecer as demandas dos consumidores e propor soluções para melhorar a situação da distribuidora na cidade. Uma oportunidade para a população local acompanhar de perto as atividades desenvolvidas pelo setor elétrico em Mato Grosso. O encontro será no Hotel Ucayali.
Carne bovina – “Caderno de Receitas” é a nova publicação da Acrimat, que traz 25 receitas com carne vermelha elaboradas por chefs cuiabanos. A idéia é incentivar o uso de cortes menos nobres em pratos saborosos.


Deflação – O Índice de Preços ao Consumidor-Classe 1 (IPC-C1), que mede a inflação para os consumidores com renda até 2,5 salários mínimos, deverá prosseguir em deflação em julho, após cair 0,38% em junho, segundo economistas da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Produtos – A redução deverá puxada pelos alimentos como feijão, leite e alimentos in natura, que no primeiro semestre acumularam alta de 4,78%.

Desemprego – O Índice de Medo do Desemprego (IMD) atingiu 82,3 pontos em junho, conforme pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O estudo tem como base uma escala fixa de 100 pontos. Quanto mais alta a pontuação, maior a confiança do trabalhador.

Desemprego 2 – Foram ouvidas 2,002 mil pessoas em diferentes regiões do país. Do total, 53% disseram que não têm medo do desemprego.

Etanol – Os preços médios do etanol nos postos recuaram em 13 Estados na semana encerrada em 3 de julho, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Calçados – O setor de calçados está otimista com mercado. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), as medidas antidumping adotadas pelo governo federal em setembro do ano passado geraram 60 mil empregos.

 Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Síntese Econômica

Posted on outubro 21, 2009. Filed under: Economês, Energia, Gol Linhas Aéreas, Iberia, investimento |

>

Energia

A Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e Consumidores Livres (Abrace) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgam hoje uma nova edição da Cartilha de Encargos. O documento mostrará que a tributação é o principal fator que torna a energia usada no país uma das mais caras do mundo.


Custos

De acordo com a cartilha, os tributos respondem atualmente por 51,6% dos custos médios da energia. Há seis anos, os encargos tributários representavam 11,5 pontos percentuais a menos, 40,1% dos custos médios da energia. O documento será divulgado durante o seminário Energia: Fator de Competitividade para o Brasil, que será realizado em Brasília.


Redução

Segundo a CNI, as duas entidades vão defender a redução dos encargos setoriais sobre as tarifas de energia elétrica como condição essencial para recuperar parte da competitividade perdida pela indústria brasileira pelo excesso de tributação na compra de energia.


Acordo

A Gol Linhas Aéreas e a Iberia, companhia aérea da Espanha, anunciaram acordo de compartilhamento de voos e informaram que avaliam a possibilidade de uma futura integração de seus programas de milhagens – Smiles e Iberia Plus. Com o acordo de compartilhamento, a Iberia poderá adicionar seu código aos voos oferecidos pela Gol do Rio de Janeiro e São Paulo para 13 destinos: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Salvador e Vitória.

Economês

Os emplacamentos de veículos novos no mercado brasileiro somaram 162.320 unidades na primeira quinzena de outubro, um crescimento de 35,75% ante igual período de outubro de 2008. Comparando-se com os primeiros quinze dias de setembro deste ano, houve uma alta de 19,41% nas vendas, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


Investimento

Rondonópolis recebe aporte de R$ 9 milhões, destinado à construção de frigorífico de abate de ovinos. O empreendimento terá capacidade para abater 900 cordeiros/dia e será responsável pela geração de 104 empregos diretos e outros 450 indiretos.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...