erupção

>Abril de tragédias

Posted on abril 20, 2010. Filed under: chuva, ciclones, Deslizamento, erupção, terremotos, tragédias, Vulcão |

> Vulcão em erupção, ciclones, terremotos, excesso de chuva, deslizamento de terras. O mês de abril está registrando uma série de tragédias naturais em diferentes partes do planeta que deixam rastros de tristeza e desolação às vítimas que sobrevivem a esses fenômenos. E a questão que mais aflige as pessoas é se o homem tem alguma responsabilidade nessas ocorrências. Ele tem contribuído para que isso aconteça?

Esta é uma questão que até mesmo cientistas têm dificuldades em responder. Uma das suspeitas para que isso esteja acontecendo, segundo especialistas, é de que os fatos sejam conseqüências do comportamento dos humanos ao longo da história. Mas independentemente do que o homem vem fazendo de prejudicial à natureza, o fato mais preocupante é que milhares de pessoas estão sendo afetadas por catástrofes naturais o que confirma a opinião de especialistas de que o aquecimento global mais cedo ou mais tarde trará consequências terríveis aos habitantes do planeta Terra.

Na semana passada, o vulcão Eyjafjallajoekull, na Islândia começou a entrar em erupção e vem causando, por enquanto, transtornos e prejuízos financeiros. No Brasil, somente neste domingo foram cancelados 28 voos que chegariam ou partiriam de aeroportos no Rio de Janeiro e em São Paulo, que tinham como destino e origem países europeus, como França, Portugal, Itália e Inglaterra, por exemplo. A fumaça prejudica a visibilidade nos aviões, mas aos poucos os aeroportos estão sendo reabertos. O vulcão ainda oferece outro risco, de as geleiras que o cobrem derreterem o que ocasionaria outro efeito: enchente.

A lista de tragédias naturais não para. Nos últimos dias os chineses também sofreram. Um terremoto de 6,9 graus na escala Richter atingiu a província de Qinghai fazendo cerca de 1,1 mil vítimas. As autoridades do país estimam que cerca de 11 mil pessoas estejam feridas e outras 300 estão desaparecidas. Equipes de resgate já começaram a ajuda para os cerca de 100 mil afetados pelo tremor, que não têm água nem comida.

Outro fenômeno registrado neste mês devastou a cidade indiana de Karadighi. Ventos de até 160 quilômetros por hora atingiram áreas de moradias precárias e cerca de 90 pessoas morreram. Centenas de moradores ficaram feridos e milhares desabrigados. Não se pode deixar de lembrar das ocorrências no Brasil, como as enchentes em São Paulo no início do mês e os deslizamentos de terras em Niterói, no Rio de Janeiro, há pouco mais de uma semana.

Ainda faltam 10 dias para o mês terminar e muitas outras tragédias podem acontecer. Se esses fenômenos têm ou não a ver com o aquecimento global, decorrente de ações incorretas do homem ao longo do tempo não se tem certeza. Mas é certo de que o comportamento dos humanos no tratamento com os recursos naturais tem de mudar, antes que mais eventos negativos aconteçam. Essa história tem de mudar, e rápido. Fonte: Editorial de A Gazeta

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Vítimas da chuva no Rio recebem cestas básicas e colchões

Posted on janeiro 3, 2010. Filed under: Angra dos Reis, África, economia, erupção, Ilha Grande, Japão, Premiê, Rio de Janeiro, Vulcão |

>

<!– function paginaSlideShow219743(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Ministério da Integração Nacional colocou à disposição do governo do Rio de Janeiro 15 mil cestas básicas e 20 mil colchões para atender as vítimas das fortes chuvas no estado. A tragédia já contabiliza mais de 55 mostos e cerca de 2 mil desalojados e 857 desabrigados.O ministro da pasta, Geddel Vieira Lima, suspendeu as férias em Salvador (BA) e retorna ao trabalho para acompanhar a tragédia no estado. A previsão da Defesa Civil é que o número de mortos dobre na região de Angra dos Reis, já que ainda há muitos desaparecidos. As informações são da Agência Brasil.

Vulcão entra em erupção na África

AFP
Foto

VULCÃO NYAMULAGIRA APÓS ENTRAR EM ERUPÇÃO

<!– function paginaSlideShow219742(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Um vulcão, na República Democrática do Congo, África, entrou neste sábado (2) em erupção. A fumaça cobriu o céu de toda a região. O Nyamulagira fica no parque nacional Virunga, a 22 Km da cidade de Goma, capital da província de Kivu Norte. Segundo a imprensa local, até momento, não há relatos de destruição ou vítimas.

Sponholz

Sponholz

Venda de carne pode voltar a subir

<!– function paginaSlideShow219739(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Apesar das exportações de carnes estarem se recuperando em ritmo mais lento do que o esperado, especialistas do setor estão otimistas para 2010. Segundo reportagem a Agência Estado, para representantes da indústria, associações e analistas, é possível que as exportações retornem a níveis pré-crise neste ano, pelo menos em volume. O dólar baixo, que em alguns momentos de 2009 chegou a ameaçar a excelência brasileira no segmento de aves, não deve ser suficiente para afetar a competitividade do país a ponto de retirá-lo da primeira posição como maior fornecedor mundial de carne de frango e de carne bovina. Hoje, o Brasil responde por 41% do comércio mundial de carne de frango, ante 37% dos EUA.

Premiê do Japão promete melhorar
economia em 2010

<!– function paginaSlideShow219737(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama, se comprometeu a combater a deflação e a reconstruir a segunda maior economia mundial em 2010. Em agosto, os eleitores japoneses deram a Hatoyama uma esmagadora vitória eleitoral a favor das mudanças, acabando com mais de 55 anos de governo do Partido Liberal-democrático (PLD), mas agora começam a se impacientar com a demora do governo em implementar as reformas. No entanto, Hatoyama, que admitiu um crescente descontentamento no Japão, pediu ao país que apoie o seu governo. A economia do Japão emergiu da recessão no começo do ano passado, mas seu futuro permanece bastante incerto pela queda dos salários e dos preços.

20 corpos são encontrados em Angra

<!– function paginaSlideShow219736(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Chega a 20 o número de mortos do soterramento ocorrido na Praia do Bananal, na Ilha Grande, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Os trabalhos de resgate continuam neste sábado (2) no entorno da pousada Sankay, em busca ainda de pelo menos cinco desaparecidos. Desde quarta (30), as chuvas no estado do Rio provocaram a morte de 53 pessoas, 31 delas em Angra. O governador Sérgio Cabral sobrevoou toda a região de Ilha Grande e Angra dos Reis na manhã deste sábado (2). Após reunião com o prefeito de Angra, Tuca Jordão, ele segue para a Praia de Bananal, onde acompanhará o trabalho de resgate das vítimas.

Fonte: ClaudioHumberto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...