fábrica

>Grupo Schincariol investe R$ 400 mi para elevar produção na Bahia

Posted on maio 22, 2010. Filed under: Bahia, bebidas, empregos, fábrica, Nordeste, Schincariol |

>O grupo Schincariol, maior companhia de bebidas do país de capital 100% nacional, anunciou ontem, em Salvador, investimento de R$ 400 milhões para aumentar a capacidade da fábrica de Alagoinhas (BA).

A fábrica foi inaugurada em 1997 e praticamente vai dobrar de tamanho.
Segundo a empresa, o investimento permitirá a geração de mais 800 empregos diretos e indiretos -aumento de 20% no atual número de empregados.

“Com a ampliação, a fábrica de Alagoinhas será a segunda maior do grupo”, disse o presidente da companhia, Adriano Schincariol.

A empresa recebeu incentivos fiscais da Bahia, como ICMS reduzido por 12 anos.
O Nordeste é a região de maior crescimento para a Schincariol, que faturou R$ 5,1 bilhões em 2009.

A região também foi eleita para o lançamento do Viva, refrigerante de baixa caloria e pouco gás que compete com H2O!. “Vamos ver a resposta do mercado para depois decidir se vamos vender o produto nacionalmente.”

A ampliação da fábrica na Bahia faz parte de um plano de investir R$ 1 bilhão entre 2010 e 2011.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Votorantim instalará nova fábrica de cimento em MT, vai gerar 420 empregos

Posted on abril 28, 2010. Filed under: cimento, Copa de 2014, fábrica, Indústria, Mato Grosso, Votorantim |

>

Mato Grosso terá uma nova fábrica da Votorantim (fabricante do cimento Itaú). O anúncio foi feito pela empresa nesta terça-feira (27), ao divulgar a construção de 8 novas fábricas em 7 estados brasileiros. Segundo informações repassadas pela empresa, a unidade terá capacidade para produzir 1,2 milhão de toneladas por ano e estará em operação em 2012. Segundo o secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, a nova unidade demandará investimentos de R$ 350 milhões e será responsável pela geração de 420 empregos diretos e indiretos. A localização da fábrica, segundo Nadaf será revelada nos próximos dias.
O secretário completa ainda que as negociações para que a Votorantim instalasse mais uma fábrica em Mato Grosso (já existe uma na cidade de Nobres) durou cerca de 40 dias e disputou com o Mato Grosso do Sul. Ele diz que pesou na decisão pelo Estado o fato de Cuiabá ser sede dos jogos da Copa de 2014 e que muitas obras serão realizadas na Capital para o evento esportivo. A empresa será enquadrada no Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic) e a assinatura do protocolo de intenções será realizada no dia 4 de maio. “Somente na construção da unidade serão ofertados 1,2 mil empregos”.
Em novembro do ano passado, a Votorantim anunciou aporte de R$ 14,3 milhões para ser aplicado no primeiro semestre de 2010. Os recursos são destinados à instalação de mais uma ensacadeira automática, paletizadora, além da ampliação do depósito que terá a capacidade de armazenagem dobrada, passando de 30 mil toneladas para 60 mil toneladas. Atualmente, a unidade tem capacidade para produzir 1,1 milhão de toneladas/ano.
Investimento global – A Votorantim investirá R$ 5 bilhões em 22 novas fábricas (no período de 2007 a 2013), com a geração de cerca de 7 mil novos empregos diretos e indiretos. Deste total, 9 unidades já estão em operação, 5 em construção e 8 plantas na fase de projeto, a que inclui a unidade de Mato Grosso. O objetivo da empresa é se antecipar à crescente demanda por materiais básicos de construção no Brasil para manter o pleno abastecimento do mercado atual e futuro.
A estratégia é trabalhar com capacidade ociosa visando estar preparada para atuar em um mercado em crescimento com grandes obras de infraestrutura, indústrias, alto consumo no varejo e evolução no segmento de moradia popular. Além do Mato Grosso, as outras fábricas em projeto estão localizadas no Maranhão, com capacidade para 750 mil toneladas/ano e previsão para operar em 2011; Goiás (2 mi/t ano com operação em 2012); Paraná (2 mi toneladas/2012; Ceará (750 mil toneladas/2011); Pará (duas unidades, 750 mil toneladas ano/2012 e 1,2 mi de toneladas/2013); Bahia (1,2 milhão de toneladas/2013. Fonte: A Gazeta
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...