Fronteira

>Silval e a Bolívia

Posted on outubro 14, 2010. Filed under: Bolívia, CUIABÁ, Evo Morales, Fronteira, La Paz, Mato Grosso, segurança, Silval, tráfico de drogas |

>Por Alfredo da Mota Menezes

Está para ser solucionado o envio de gás da Bolívia para Mato Grosso. A usina a gás em Cuiabá tinha parado de funcionar e quem adaptou carro para gás só teve aborrecimento. Agora parece que se vai solucionar esse impasse.
Pego esse gancho para voltar à minha quase eterna lengalenga: nós precisamos dos bolivianos mais do que eles precisam de nós. Não é somente por causa do gás que devemos ter uma relação positiva com nosso vizinho.
Segurança é outro ingrediente para que tenhamos um entendimento melhor com os bolivianos. Venda de carros roubados, tráfico de drogas, éter e armas, roubo de gado, bandidos brasileiros homiziados no país que nos faz fronteira.
Já imaginou se há um surto de febre aftosa do outro lado da fronteira? O perigo que isso seria para a exportação de nossa carne?
E, não deixando de sonhar, há a perspectiva de algum dia termos asfalto daqui a Santa Cruz de La Sierra. Fato que ajudaria enormemente a agroindústria do estado. Teríamos o mercado dos Andes de milhões de pessoas. Não falo em saída pelo Pacífico ou de levar soja em carretas pelos Andes. Falo da agroindústria do estado vender para os povos andinos.
O governo Blairo Maggi, por esse ou aquele motivo, abandonou de vez qualquer entendimento com a Bolívia. Foi um equívoco. Temos novo governo no estado. Se eu pudesse dar um conselho ao governador diria que escolha alguém da confiança dele para fazer essa ligação constante com os bolivianos. Não deixe solto esse assunto.
Se deixar, a Secretaria de Indústria e Comércio puxa para um lado, a Segurança, a Sinfra ou a Agricultura para outro e nada anda. Coloque alguém para fazer esse meio do campo.
Se não quiser fazer uma ligação maior com Evo Morales ou La Paz, faça com as autoridades de Santa Cruz de La Sierra. Ou pelo menos com deputados e senadores eleitos por essa região de fronteira. Na hora de algum entrevero, eles podem ajudar a contornar desentendimentos ou levar pleitos a outros dirigentes do país.
O que não pode haver é indiferença para com o vizinho. Só o caso do gás já mostra como eles são importantes para este estado. Se MT tivesse uma ligação mais efetiva com a Bolívia teria ajudado a Petrobras a contornar esse imbróglio antes. Não ajudamos em nada porque não tínhamos ninguém com quem dialogar do outro lado da fronteira.
Novo governo, novo tempo, novas atitudes. Os bolivianos vão entender o novo momento e quem sabe esqueçam a indiferença ou até mesmo a arrogância com que os tratamos nesses últimos anos.

Alfredo da Mota Menezes. E-mail: pox@terra.com.br; site: http://www.alfredomenezes.com

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

>Polícia Federal confirma visão de José Serra sobre tráfico de cocaína da Bolívia para o Brasil

Posted on maio 31, 2010. Filed under: Bolívia, Brasil, Fronteira, José Serra, Mato Grosso, Polícia Federal, tráfico |

>

O pré-candidato José Serra tem trazido para o debate eleitoral o tráfico de drogas, em especial a cocaína, da Bolívia para o Brasil. Fato que a maiorias dos mato-grossenses já sabem, pois temos cerca de 700 km de fronteira seca com aquele país, e praticamente nenhuma força nacional, exército ou a polícia de Mato Grosso que seja capaz de ao menos diminuir um pouquinho a entrada de milhares de toneladas  de drogas mensalmente, para abastecer os concumidores de Mato Grosso, mas principalmentes as grandes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte entre outras.
O saudoso governo Dante de Oliveira lutou com toda força junto ao governo federal para que o Exército assumisse a fiscalização por completo da fronteira Mato Grosso e Bolívia, morreu sem ver seu sonho realizado.
Mas essa situação não ameniza, só se agrava, nos últimos meses, traficantes compram dezenas de fazendas na região de fronteira, e expulsa pequenos fazendeiros e seus funcionários para que o caminho fique totalmente livre para agir ao bel prazer. A região do município de Cáceres(MT) é uma das vítimas dos traficantes.
Neste domingo o jornalista Josias de Souza publicou fatos reveladores, onde a própria Polícia Federal mostra que José Serra esta correto em suas afirmações em relação ao governo boliviano e a falta de ações do governo brasileiro para acabar com esse crime que mata e destrói milhares de jovens e famílias por todo Brasil.
Leia abaixo depoimento de um motoqueiro do mundo sobre sua
travessia na fronteira da Bolívia para o Brasil.
Os cerca de 250 quilómetros de estrada já estão quase asfaltados e tirando aqueles pequenos desvios nalguns pontos só havia um troço de uns trinta quilómetros que ainda era preciso ir pela estrada antiga.

Cheguei mais ou menos cedo à fronteira e até tive que esperar que a alfândega boliviana abrisse da parte de tarde.   No Brasil foi mais complicado. Na entrada da fronteira não tinham a Polícia Federal para carimbar o passaporte e tinha de ir ao centro da cidade, a uns quinze quilómetros, para isso e depois voltar para tratar da moto. Eu disse que não tinha jeito nenhum andar para trás e para a frente e um deles telefonou a perguntar se poderia tratar de tudo no centro e eu segui.  Só que no ponto aonde fui também só tratavam dos papéis para a moto, tinha de ir à Polícia primeiro. Lá fui à Policia, na Rodoviária, mas quando cheguei o posto de atendimento já estava fechado. Mas como é…?  Bati no vidro e ao fim de um pedaço lá veio um sujeito novo que apesar de resmungar um pouco me carimbou o passaporte.  Voltei à Receita Federal para me tratarem dos papéis para moto.
Já posso entrar no Brasil! Fonte: Viajardemoto
Leia o texto na íntegra o texto da Folha.
Documentos oficiais produzidos pelo governo durante a gestão do presidente Lula reforçam a acusação de José Serra (PSDB) contra o governo da Bolívia.
O pré-candidato acusou o governo boliviano, na última quarta-feira, de ser “cúmplice” dos traficantes que enviam cocaína para o Brasil. Em reação, a rival petista Dilma Rousseff disse que Serra “demoniza” a Bolívia.
Dados colecionados pelo governo, porém, avalizam a versão do tucano.
Sob condição de anonimato, uma autoridade da Divisão de Controle de Produtos Químicos da Polícia Federal falou à Folha que, segundo relatórios oficiais da PF, 80% da cocaína distribuída no país vem da Bolívia -a maior parte na forma de “pasta”. O refino é feito no Brasil.
Para a PF, a evolução do tráfico revela que há “leniência” do país vizinho. Serra usara uma expressão análoga: “corpo mole”.
A PF atribui o fenômeno a aspectos culturais, pois o cultivo da folha de coca é legal na Bolívia. O produto é usado de rituais indígenas à produção de medicamentos. Seu excedente abastece o tráfico.
ITAMARATY
Num documento endereçado à Comissão de Relações Exteriores da Câmara, em 2007, o Itamaraty disse que, “entre 2005 e 2006, a área de produção de folha de coca na Bolívia cresceu de 24.400 para 27.500 hectares”.
Também informa que, sob o governo de Evo Morales, adotou-se tanto uma política de combate ao narcotráfico quanto de “valorização” da folha de coca.
Segundo o Itamaraty, uma delegação de brasileiros e chilenos foi à Bolívia, em junho de 2007, para reunião com autoridades locais. “Sem resultado”, diz o texto.
Sob Lula, realizou-se um esforço para reativar, sem sucesso, as comissões mistas antidrogas Brasil-Bolívia.
Em setembro de 2008, o Itamaraty enviou à Câmara uma atualização do relatório assinado pelo chanceler Celso Amorim. No tópico sobre drogas, ele afirma que a ONU “divulgou relatório que indica aumento na produção de coca na Bolívia pelo quinto ano consecutivo”.
Em outubro de 2008, Morales expulsou da Bolívia cerca de 20 agentes do departamento antidrogas dos EUA que ajudavam no combate ao tráfico. O pretexto foi a acusação de que a DEA (agência americana antidrogas) realizava espionagem.
A Bolívia firmaria, dois meses depois, um acordo com o Brasil, segundo o qual a PF passaria a atuar na Bolívia no combate ao tráfico de cocaína e armas. Diz a PF que o acordo esbarra até hoje em entraves financeiros. La Paz deseja que Brasília arque com os custos.           
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...