governador Arruda

>Governador Arruda pode ser preso a qualquer momento

Posted on fevereiro 11, 2010. Filed under: governador Arruda, Governo do Distrito Federal, Polícia Federal, STJ |

>

O ministro Fernando Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), relator do inquérito que investiga o suposto esquema de corrupção no GDF (Governo do Distrito Federal), aceitou o pedido de prisão do governador do DF, José Roberto Arruda (sem partido).


Os demais integrantes da Corte foram convocados na tarde desta quinta-feira para analisar a decisão de Gonçalves. A subprocuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a prisão de Arruda pela suposta tentativa de suborno do jornalista Edson dos Santos, o Sombra.


“Se não é possível fazer conclusões nesse atual estágio […] por outro lado é inconteste que a presença do governador está ligada aos recentes eventos e tem gerado instabilidade na ordem publica da cidade. A única forma de se fazer cessar é decreto de prisão preventiva”, disse o relator.


Além de Arruda, Gonçalves aceitou a prisão do ex-deputado Geraldo Naves (DEM); Weligton Moraes, ex-secretário de Comunicação; Rodrigo Arantes, sobrinho do governador; e Haroaldo Brasil de Carvalho, diretor da CEB (Companhia Energética de Brasília).


A Polícia Federal prendeu, na semana passada, o conselheiro do Metrô, Antonio Bento da Silva. No momento da prisão, ele entregava R$ 200 mil a Sombra.


Segundo o jornalista, o dinheiro seria a primeira parcela de um suborno de R$ 1 milhão em troca de um pacote de serviços que incluía uma declaração afirmando que os vídeos que mostram políticos de Brasília recebendo dinheiro de suposta propina foram manipulados por Durval Barbosa, delator do esquema.


Em depoimento à Polícia Federal, Sombra disse que, além de Silva, Naves e Weligton foram interlocutores do governador na tentativa de suborno.


O jornalista ainda entregou aos policiais um bilhete que teria sido escrito por Arruda como prova de que estaria envolvido na negociação de suborno.


Procurada pela reportagem, a defesa de Arruda não quis comentar a decisão do relator do caso no STJ. Fonte: Folha Online

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Depois do vídeo dinheirada, governador Arruda pede desfiliação do DEM

Posted on dezembro 10, 2009. Filed under: DEM, desfiliação, governador Arruda |

>

Ameaçado de expulsão, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), ligou hoje para a base aliada na Câmara Legislativa local. Segundo a líder no DEM na Casa, Eliana Pedrosa, ele comunicou por telefone que estava se desligando do partido.


Segundo ela, Arruda não deu explicações para a sua decisão. “Não muda nada na questão dos processos contra ele que tramitam na Casa. É claro que tira o fator pressão desse caso, que é o fator político. Ele deixa de ser filiado a esse ou aquele partido”, disse.


A saída de Arruda também foi confirmada pelo vice-governador, Paulo Octavio (DEM), à Folha Online. Arruda deve fazer um pronunciamento ainda hoje sobre o assunto.


Ao pedir o desligamento, ele teria menos desgaste político do que diante de uma expulsão, que já vem sendo dada como certa até por seus aliados dentro do partido.


A executiva do DEM havia marcado para amanhã uma reunião que iria decidir a expulsão de Arruda. A reunião ainda não foi desmarcada. O governador tinha até o final do dia de hoje para apresentar sua defesa à legenda.


Antes de se desfiliar, Arruda recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) pedindo o cancelamento do processo aberto pelo DEM. A ministra Cármen Lúcia negou hoje o pedido de liminar feito no mandado de segurança impetrado por ele.

Compartilhe

Fonte: Folha Online

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>OAB-DF decide pedir impeachment do governador Arruda

Posted on novembro 30, 2009. Filed under: governador Arruda, impeachment, OAB-DF |

>

A cúpula da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal decidiu abrir processo de impeachment contra o governador do DF, José Roberto Arruda (DEM), acusado de participar de esquema de pagamento de propina a parlamentares da Câmara Legislativa local. O pedido de impeachment ainda precisa ser votado pelo conselho pleno da OAB antes de ser encaminhado para análise da Câmara Legislativa, mas a entidade vê indícios de que Arruda cometeu irregularidades e que por isso deve ser afastado do cargo.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...