Hugo Chávez

>’Revista Economist’ afirma: É lamentável Dilma depender de apadrinhamento de Lula

Posted on outubro 1, 2010. Filed under: Dilma Rousseff, EDITORIAL, eleições 2010, Hugo Chávez, Irã, Lula, Mahmoud Ahmadinejad, Revista Economist, Venezuela |

>Eleições 2010 – Em editorial na sua edição desta semana, a Economist diz lamentar a dependência da candidata presidencial do PT, Dilma Rousseff, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Presidente Lula e Dilma

“O fato de Dilma depender tanto do apadrinhamento de Lula é lamentável, pois o Brasil precisa de um líder forte e independente”, diz a principal revista de economia e política da Grã-Bretanha.

Segundo a Economist, caso seja eleita, Rousseff precisará sair da sombra do presidente Luiz Inácio Lula da Silva “para conseguir a autoridade necessária” ao cargo.

A revista diz ainda que Lula “precisa deixá-la se afastar”, uma atitude que seria “seu último presente a país”.Eleições 2010, editorial, Revista

Intitulado “A Passagem”, o texto afirma que Lula deu ao Brasil continuidade e estabilidade e que agora ele precisa “dar independência” a sua sucessora.

Três graves problemas

Se eleita, Dilma terá de lidar com ao menos três graves problemas, segundo a Economist, e a corrupção seria o primeiro. A revista afirma que o PT tem uma “tendência de inchar os órgãos federais com indicados políticos”.

A segunda preocupação seria com o papel do Estado na economia — que cresceu no segundo mandato de Lula. O terceiro “teste” é a política externa, por causa da aproximação do presidente com “autocratas” como os presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e do Irã, Mahmoud Ahmadinejad.

Para a revista, ainda não está claro se Dilma tem “a força e vontade para lidar com esses problemas”.

Em outra matéria, a Economist detalha o legado do governo Lula e explica como Dilma se beneficiou dele, apesar de especialistas acreditarem, há um ano, que era impossível transferir sua popularidade.

No entanto, a matéria afirma que a presidenciável não tem o “magnetismo” de Lula nem sua “habilidade de negociar”. Por fim, ela especula sobre como seria o novo governo, apostando em nomes como Antonio Palocci e José Dirceu para integrar seu gabinete.

Fonte: Notícias UOL

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Plataforma de gás afundou no Mar do Caribe, informou Hugo Chávez através do seu Twitter

Posted on maio 13, 2010. Filed under: Aban Pearl, gás, Globovision, Hugo Chávez, Mar do Caribe, Plataforma, seguidores, Twitter |

>

  • Página do presidente Hugo Chávez no Twitter é a mais seguida da Venezuela
    Página do presidente Hugo Chávez no Twitter é a mais seguida da Venezuela
    • O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou no Twitter que uma plataforma de gás afundou no Mar do Caribe.

      Chávez disse que a plataforma Aban Pearl afundou na madrugada desta quinta-feira (13) e que todos os 95 funcionários foram evacuados com sucesso.

      Dois navios da Marinha estão patrulhando a área, segundo a mensagem.

      O ministro da Energia disse que o incidente não representa nenhuma ameaça para o meio ambiente.

      Twitter

      Há poucos dias, Chávez disse que contratou 200 pessoas para ler as mensagens que recebe em sua conta de Twitter, aberta há pouco mais de uma semana.

      A conta de Chávez já é a mais seguida do país com 255.374 mil seguidores no domingo, ultrapassando a da TV Globovision.

      Com o nome de “chavezcandanga”, a conta do presidente venezuelano tem atraído cerca de 20 mil novos seguidores diariamente.

      A equipe de ajudantes de Chávez o ajudará a responder às mais de 50 mil mensagens que já recebeu. Fonte: UOL

      Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

      >Revista Forbes inclui governador Blairo Maggi na lista dos 67 líderes mais influentes do mundo

      Posted on novembro 13, 2009. Filed under: Barack Obama, Ben Bernanke, Blairo Maggi, carbono, Forbes, Hugo Chávez |

      >

      .fullpost{display:inline;}

      O governador Blairo Maggi e o presidente Lula constam na lista da Forbes de líderes mais influentes do mundo, divulgada nesta quinta-feira. O topo da lista é liderado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Maggi é reconhecido como alguém que tem desenvolvido ações a favor de políticas ambientais, segundo texto da Forbes.


      Maggi é apresentado pela “Forbes” como homem “poderoso na agricultura”. A revista lembra que ele já foi tratado como “eco-bandido” mas que se transformou em herói devido a campanha pela regularização de propriedades e da produção. Além de governador, Maggi é o maior produtor individual de soja do mundo. De acordo com a publicação, Maggi vem trabalhando para que seja implantado o “mercado da compensação do carbono” de forma a permitir que os fazendeiros evitem derrubar as florestas.

      No total a publicação de conteúdo nomeia 67 líderes. Lula e Maggi se reúnem nesta quinta-feira em Brasília para tratar de políticas ambientais para Estados Amazônicos.



      Lula está na posição número 33 e o governador está na 62, em uma lista que tem ainda o presidente chinês, Hu Jintao, como o número 2, seguido do ex-presidente russo, Vladimir Putin, o presidente do Banco Central dos Estados Unidos, Ben Bernanke. Na posição cinco estão os fundadores do Google, Sergey Brin e Larry Page. A lista é completada por personalidades como Osama bin Laden e o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

      Entre os 20 primeiros também estão o bilionário mexicano, proprietário da Claro, Carlos Slim; o bilionário da mídia, Rupert Murdoch; o megaempresário do setor energético, Michael Duke; o papa Bento XVI; os premiês Silvio Berlusconi, também magnata das comunicações (Itália) e Angela Merkel (Alemanha); a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton (cargo no país que é o de ministra das Relações Exteriores) e o prefeito de Nova York e empresário da comunicação, Michael Bloomberg. Além de Lula, entre líderes latinos, consta ainda o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Fonte: Mega Debate

      Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

      >Eleição 2010: Hugo Chávez afirma "Minha candidata é a Dilma"

      Posted on setembro 27, 2009. Filed under: candidata, Casa Civil, Chávez, Dilma Rousseff, Eleição 2010, Hugo Chávez, Venezuela |

      >

      O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse neste sábado que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, é sua candidata para as eleições brasileiras de 2010.


      “Dilma será a próxima presidente do Brasil”, afirmou Chávez em seu discurso na abertura da 2ª Cúpula América do Sul-África, realizada em Isla Margarita, na Venezuela.


      “Sei que vão me acusar de ingerência, meu coraçãozinho é quem está falando”, disse. “Minha candidata é a Dilma.” A ministra tem o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para disputar a Presidência pelo PT.


      Lula, que participa da Cúpula na Venezuela, sorriu ao ouvir o discurso do colega. Chávez lamentou o término do mandato do presidente brasileiro.


      “Mas Lula não se irá, ele fica, assim como Néstor Kirchner [ex-presidente da Argentina], que se foi, mas não se foi”, afirmou Chávez, em referência à eleição da presidente Cristina Kirchner como sucessora do marido.


      Sul-Sul

      Durante a sessão plenária dos chefes de Estado, Chávez defendeu a multipolaridade nas relações internacionais e disse ser “vital” a união entre a América do Sul e a África.


      Lula, em seu discurso, disse acreditar “no poder de transformação de uma parceria entre regiões que vivem realidades semelhantes e enfrentam problemas comuns”.


      Críticas ao chamado “modelo imperialista” como causa do subdesenvolvimento das duas regiões foram mencionadas na maioria das intervenções dos chefes de Estado.


      A presidente argentina, Cristina Kirchner, disse que o desafio dos dois continentes é o de modificar os velhos modelos de cooperação até agora implementados.


      “No século 20, o que importava era vender, e não fazê-lo sob um conceito de cooperação, de transferência de tecnologia, que é o que nós estamos impulsionando”, afirmou.


      Projetos

      A preocupação levantada pela maioria dos mandatários é a de como concretizar mecanismos viáveis de integração para fortalecer o eixo sul-sul.


      Chávez, que antes da Cúpula disse que do encontro sairia um plano de trabalho para os próximos 10 anos, pediu a criação de uma comissão de ministros que se dediquem exclusivamente à implementação de projetos de desenvolvimento comum. “Temos que elevar o nível e dar mais solidez à cooperação”, disse.


      Nos últimos seis anos, o comércio entre América do Sul e África foi ampliado de US$ 6 bilhões para US$ 36 bilhões, dos quais o Brasil tem sido o principal beneficiário. Neste mesmo período, o intercâmbio comercial Brasil-África saltou de US$ 5 bilhões, registrados em 2002, para US$ 26 bilhões em 2008.


      O primeiro encontro da ASA foi realizado em Abuja, na Nigéria, em 2006. Na reunião deste sábado, os presidentes decidiram que a próxima Cúpula será em 2011, na Líbia.

      Fonte: BBC e Folha Online

      Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

      Liked it here?
      Why not try sites on the blogroll...