Iberia

>Síntese Econômica

Posted on outubro 21, 2009. Filed under: Economês, Energia, Gol Linhas Aéreas, Iberia, investimento |

>

Energia

A Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e Consumidores Livres (Abrace) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgam hoje uma nova edição da Cartilha de Encargos. O documento mostrará que a tributação é o principal fator que torna a energia usada no país uma das mais caras do mundo.


Custos

De acordo com a cartilha, os tributos respondem atualmente por 51,6% dos custos médios da energia. Há seis anos, os encargos tributários representavam 11,5 pontos percentuais a menos, 40,1% dos custos médios da energia. O documento será divulgado durante o seminário Energia: Fator de Competitividade para o Brasil, que será realizado em Brasília.


Redução

Segundo a CNI, as duas entidades vão defender a redução dos encargos setoriais sobre as tarifas de energia elétrica como condição essencial para recuperar parte da competitividade perdida pela indústria brasileira pelo excesso de tributação na compra de energia.


Acordo

A Gol Linhas Aéreas e a Iberia, companhia aérea da Espanha, anunciaram acordo de compartilhamento de voos e informaram que avaliam a possibilidade de uma futura integração de seus programas de milhagens – Smiles e Iberia Plus. Com o acordo de compartilhamento, a Iberia poderá adicionar seu código aos voos oferecidos pela Gol do Rio de Janeiro e São Paulo para 13 destinos: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Salvador e Vitória.

Economês

Os emplacamentos de veículos novos no mercado brasileiro somaram 162.320 unidades na primeira quinzena de outubro, um crescimento de 35,75% ante igual período de outubro de 2008. Comparando-se com os primeiros quinze dias de setembro deste ano, houve uma alta de 19,41% nas vendas, segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).


Investimento

Rondonópolis recebe aporte de R$ 9 milhões, destinado à construção de frigorífico de abate de ovinos. O empreendimento terá capacidade para abater 900 cordeiros/dia e será responsável pela geração de 104 empregos diretos e outros 450 indiretos.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...