Ibovespa

>Grupo EBX Holging, de Eike Batista, lideram ganhos do Ibovespa

Posted on junho 8, 2010. Filed under: EBX Holding, Eike Batista, Ibovespa |

>

Eike Batista, através das suas companhias do grupo EBX Holding, lideram os ganhos desta terça-feira (8) na BM&F Bovespa. Entre as blue chips, Petrobras e Vale operavam em direções opostas.
Às 14h48 (horário de Brasília), o Ibovespa operava com alta de 0,21%, aos 61.313 pontos. O giro financeiro superava R$ 3,079 bilhões, com mais de 262 mil negócios.
O destaque da sessão vai para os papéis ordinários da MMX (MMXM3), que se valorizavam 3,30%, cotados a R$ 10,33.
Na mesma tendência, as ações ordinárias da empresa de logística LLX (LLXL3) avançavam 2,03%, negociadas a R$ 7,05 cada. Já o braço de petróleo e gás do grupo, a OGX (OGXP3), tinham ganho de 0,81%, a R$ 16,23 por ação.
Os papéis da MPX (MPXE3) registravam alta de 1,77%, com a cotação de R$ 21,23.
A única exceção é a OSX (OSXB3), cujos ativos desvalorizavam 0,58%, aos R$ 510,00 cada.
Blue chips
As ações preferenciais da Vale (VALE5) e Petrobras (PETR4) seguiam direções opostas. Enquanto os papéis da mineradora subiam 0,17%, os da petrolífera caíam 0,06%, cotados a R$ 39,90 e R$ 29,50, respectivamente.
“A expectativa quanto à votação do projeto de lei sobre a capitalização da estatal, prevista para a próxima quarta-feira (9), tem sustentando o recente movimento de alta dos papéis que andavam descontados no mercado”, analisa a Socopa Corretora Paulista em seu relatório diário. Fonte: Brasil Econômico
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Bovespa sobe nesta véspera de feriado

Posted on abril 20, 2010. Filed under: Bovespa, cotação, dólar, Goldman Sachs, Ibovespa |

>A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) interrompeu nesta terça-feira uma sequência de três dias seguidos de queda. O Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) fechou em alta de 0,32%, aos 69.318,44 pontos. No mês, o indicador ainda está no negativo e perde 1,5%.

A cotação do dólar comercial fechou os negócios desta terça-feira em queda de 0,11%, a R$ 1,753 na venda, completando o segundo dia de perdas. No mês, a moeda já tem perda acumulada de 1,57%. No ano, porém, ainda tem valorização de 0,57%.

O dólar aproveitou o ambiente favorável no mercado internacional e a perspectiva de ingresso de recursos para voltar aos níveis da semana passada.

“Em um dia de divulgação de balanços corporativos nos EUA, os investidores diminuem seu grau de aversão ao risco, que havia se elevado consideravelmente desde o fim da última semana”, escreveram analistas do Bradesco, em nota.

Um dos balanços que agradaram o mercado foi o do banco Goldman Sachs, o mesmo que tem incomodado os investidores desde sexta-feira por ser acusado de fraude durante a crise financeira. O lucro do banco quase dobrou no primeiro trimestre e atingiu US$ 3,29 bilhões.

Sem indicadores macroeconômicos nos Estados Unidos, também coube ao índice de confiança do investidor alemão contribuir para o otimismo do mercado internacional. O dado subiu de 44,5 em março para 53,0 em abril, acima das previsões.
Segundo analistas, com o dólar rondando R$ 1,75, o mercado monitora o comportamento do

Banco Central, que na semana passada comprou dólares em duas ocasiões na quinta-feira. Na ocasião, a moeda norte-americana era cotada nas mínimas desde janeiro.

Fonte: UOL – (Com informações da Reuters)

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Ganho na Bolsa chega a 4,3% nas duas semanas de março

Posted on março 13, 2010. Filed under: analistas, Bovespa, consumidor, cotação do dólar, Eike Batista, emprego, Gol Linhas Aéreas, Ibovespa, lucro, OGX |

>

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou esta sexta-feira em baixa de 0,78%, aos 69.341,38 pontos, na segunda queda seguida. Apesar do recuo, o Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) registra ganhos de 0,72% na semana. No mês, a alta é de 4,27%.


A cotação do dólar comercial fechou esta sexta-feira com queda de 0,4%, a R$ 1,763 na venda, completando o quarto dia consecutivo de desvalorização. A moeda encerrou a semana com perda acumulada de 1,29%. Mas no ano, ainda tem ganho de 1,15% .


Contribuíram para os negócios de hoje alguns indicadores econômicos que foram divulgados nos Estados Unidos, além de balanços de empresas.

As vendas no varejo norte-americano surpreenderam e cresceram 0,3% em fevereiro. Apesar desse dado, o departamento de Comércio do país anunciou que as compras de veículos e autopeças caíram 2% no mês passado.

Contrariando a expectativa dos analistas, a confiança do consumidor nos EUA piorou no início de março por causa de um pessimismo maior com a geração de empregos no país. Para o diretor responsável pela pequisa do indicador, o norte-americano está deixando de confiar nas políticas econômicas que têm sido aplicadas nos últimos meses.

No Brasil, o nível de emprego industrial caiu 1,1% em janeiro comparado com igual período de 2009. Este foi o menor recuo desde dezembro de 2008. Já em relação ao último mês do ano passado, o nível de ocupação no país cresceu 0,3%.

Entre os balanços que foram divulgados nesta sexta-feira, destacou-se o da petrolífera OGX, do brasileiro Eike Batista. O lucro da empresa despencou 97% em 2009, para R$ 10,8 milhões. De acordo com a companhia, o resultado foi motivado pelo aumento das despesas financeiras que saltaram de R$ 37,1 milhões em 2008 para R$ 608,4 milhões no ano passado.

A Gol Linhas Aereas reverteu o prejuízo do quarto trimestre de 2008 e ganhou R$ 398 milhões nos últimos três meses de 2009. O lucro foi impulsionado, segundo a empresa, pela utilização de créditos fiscais de R$ 352 milhões, reconhecidos na linha de Imposto de Renda e contribuição social, decorrentes de prejuízos fiscais da Varig, comprada pela companhia em 2007. Fonte: Economia
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Cinco dicas de investimentos em papéis em sua carteira de fevereiro

Posted on fevereiro 7, 2010. Filed under: BM FBovespa, dinheiro, Fertilizantes Heringer, Ibovespa, investimento, Localiza, Marfrig, São Martinho, sugestões, Tractebel |

>

A SLW divulgou seu portfólio com cinco sugestões de papéis que não estão entre os mais visados da BM&FBovespa, mas que devem apresentar bom desempenho neste segundo mês do ano, na opinião de seus analistas. Em relação ao portfólio anterior, a corretora optou por não efetuar nenhuma alteração.

Em janeiro, a carteira “off índice” apresentou desempenho positivo de 2,03%, superando a performance do Ibovespa, que acumulou queda de 4,65% no mesmo período. Vale lembrar que o mesmo se repetiu no acumulado do último ano, com o índice paulista subindo 82,66% enquanto o portfólio recomendado viu uma valorização de 169,52%.

Confira as recomendações:

Empresa Código Preço-alvo Upside* Peso
Tractebel TBLE3 R$ 29,82 52,53% 20%
Marfrig MRFG3 R$ 25,73 14,81% 20%
Localiza RENT3 R$ 24,06 27,24% 20%
São Martinho SMTO3 R$ 21,84 28,47% 20%
Fertilizantes Heringer FHER3 R$ 16,63 50,49% 20%
*Potencial de valorização com base na cotação de 4 de fevereiro

Tractebel

A corretora reitera sua recomendação de posicionamento nas ações depois da fraca performance dos papéis em 2009. Em vista do saudável balanço patrimonial da companhia, os analistas mantêm sua “expectativa de que a empresa continuará levando vantagens na condução de seus negócios, principalmente na negociação de energia com consumidores livres”.

Marfrig

Contando com plantas em diversos países, a companhia não sofreu tanto quanto suas pares com os efeitos da crise. O destaque do ano deverá ficar com a absorção da compra da Seara. “A partir da segunda metade do ano as sinergias devem começar a aparecer nos resultados da empresa e que a companhia aumente sua presença no mercado nacional na divisão de frangos”.

Localiza

Os resultados do último trimestre de 2009 já devem apontar uma melhora na divisão de aluguel de carros, tendência que deverá se estender por 2010, ano em que é esperado “um bom resultado, visto que temos um cenário de juros baixos, crédito disponível e ocorre o início das obras de infraestrutura que devem impulsionar o desempenho da divisão de aluguel de carros” o principal negócio da empresa.

São Martinho

Fechando o último ano com forte alta, em reflexo da recuperação da economia e dos preços do açúcar, a companhia encontra um cenário benigno para 2010. As boas perspectivas para o setor neste ano e o bom resultado da empresa em 2009 ainda não foram precificados nas ações, que se encontram defasadas, o que sugere um bom momento de entrada para os papéis.

Fertilizantes Heringer

Com um desempenho abaixo do que foi reportado pelo Ibovespa, os analistas da SLW esperam que a performance deste mês supere o benchmark. Aliado a isso, os fundamentos de análise e perspectivas de resultados continuam fazendo da compra desses papéis um investimento atraente.

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

>Corretora SLW faz recomentações de investimento para a semana

Posted on novembro 24, 2009. Filed under: Bovespa, Corretora SLW, Cosan, Fertilizantes Heringer, gol, Ibovespa, Marcopolo, Pão de Açucar, TAM |

>

A SLW divulgou suas recomendações para a semana, com cinco ações que, segundo seus analistas, tendem a apresentar um desempenho diferenciado em relação a outros ativos da BM&F Bovespa.

São sugestões baseadas em fatos ou oportunidades que possam beneficiar o desempenho de curtíssimo de prazo.

Na comparação com a carteira da semana passada, houve substituição das ações de GOL, Lojas Americanas e Usiminas pelas da TAM.

Os três papéis que saíram da lista foram destaque naquele período, quando o portfólio apresentou alta de 3,87%, contra valorização de 1,53% do Ibovespa.

Confira as recomendações:

  • TAM

Após a alta de 8,9% dos papéis da GOL na semana passada, a equipe da SLW vê oportunidade dos da TAM se recuperarem no curto prazo.

Ao passo que, apesar dos números do terceiro trimestre da primeira terem sido melhores, o cenário para o setor como um todo vem melhorando, principalmente no mercado interno.

  • Pão de Açúcar

Depois do resultado sólido do Pão de Açúcar no terceiro trimestre, os analistas projetam vendas mais fortes no período do Natal, tanto para os alimentos como para os eletroeletrônicos, que agora possuem maior representatividade na receita da companhia.

  • Fertilizantes Heringer

A corretora confia em uma recuperação e até uma performance superior ao índice das ações da Fertilizantes Heringer, que caíram 4,15% na semana passada.

Isso porque o cenário para fertilizantes mudou bastante e, a partir do terceiro trimestre, já foi possível verificar a recuperação do setor. Tendência que deve se estender também nos últimos três meses do ano.

  • Marcopolo

A expressiva melhora de cenário para os negócios da fabricante de carrocerias para ônibus Marcopolo fundamenta a recomendação da SLW. No Brasil, os pedidos em carteira já refletem atividades plenas até janeiro de 2010 para rodoviários e micros e até fevereiro do ano que vem para urbanos.

Na Índia, onde tem uma parceria com a Tata Motors, a expectativa também é muito positiva.

A retomada de encomendas aponta que o pior já passou para a Marcopolo e isto representa que nos próximos trimestres a empresa deverá mostrar melhora na geração de caixa e lucratividade.

  • Cosan

A sugestão de posicionamento em Cosan reflete a manutenção da perspectiva positiva, após o “bom” resultado no segundo trimestre fiscal de 2010, impulsionado pelas vendas de açúcar e álcool no mercado interno.

Autor: Conrado Mazzoni (cmazzoni@brasileconomico.com.br)

Fonte: Brasil Econômico

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Bovespa já subiu 100% desde o seu piso na crise

Posted on setembro 15, 2009. Filed under: Bolsa de Londres, Bolsas de Valores, Bovespa, dólar, Focus, Ibovespa, Real mais forte |

>

A Bovespa pode ainda estar distante de seu pico histórico, que foram os 73.516 pontos alcançados em maio de 2008. Mas, aos poucos, tem recuperado terreno. O pregão de ontem terminou com ganhos de 0,86%, com a Bolsa a 58.867 pontos -mais elevado nível desde julho do ano passado.

Com a alta de ontem, a Bolsa de Valores de São Paulo passou a acumular valorização de 100% em relação ao pior momento que enfrentou durante a crise -que foi quando desceu a 29.435 pontos, no pregão do dia 27 de outubro de 2008.


A pontuação da Bolsa reflete a oscilação do preço das ações. O fato de a pontuação atual ser superior à registrada há um ano significa que as ações passaram por apreciação nesse período.

Neste ano, o índice Ibovespa (das 64 ações mais negociadas) acumula ganhos de 56,77%.

Como a economia mundial está ainda apenas no início de um longo processo de recuperação, analistas têm questionado se as Bolsas de Valores já não subiram o bastante, considerando-se as informações econômicas disponíveis até o momento. O temor é de que os investidores tenham exagerado nas compras, no anseio de querer antecipar-se à esperada melhora da economia.

Na avaliação de Silvio Campos Neto, economista do banco Schahin, “os ganhos recentes e os patamares esticados dos preços dos ativos dão margem para ajustes pontuais”. Para os próximos dias, o economista prevê oscilações para o mercado e afirma que “a agenda econômica é carregada nos EUA, com possibilidade dos dados seguirem mostrando recuperação da atividade, o que limitaria a correção dos preços”.


Dentre os dados importantes a serem conhecidos na semana estão os índices de inflação ao produtor e ao consumidor norte-americanos. Se os índices americanos apresentarem deflação, os mercados devem reagir de forma negativa. Isso porquê a deflação mostraria que o ritmo da maior economia do mundo segue muito lento.


A tensão comercial surgida entre EUA e China no fim de semana chegou a incomodar os mercados ontem e serviu de justificativa para vendas mais fortes de ações na abertura dos pregões. O governo chinês anunciou que investiga a possibilidade de dumping (exportação por preço inferior ao custo) por parte dos EUA em produtos como carros e frangos.

Depois de operar no vermelho por um bom tempo, o Dow Jones, um dos principais índices da Bolsa de Nova York, conseguiu se recuperar e encerrou o dia com leve alta de 0,22%.

Na Bolsa de Londres, os ganhos também foram modestos, ficando em 0,15%.

Real mais forte
O real atravessou mais um dia de apreciação diante do dólar. Vendida a R$ 1,814 no fim das operações, a moeda norte-americana terminou com queda de 0,71%. No mês, já recuou 4%. O enfraquecimento do dólar diante da divisa brasileira fez com que os bancos revissem suas projeções para a cotação da moeda no fim de 2009.


A pesquisa semanal Focus, apresentada ontem pelo BC, mostrou que os bancos passaram a prever que o dólar estará em R$ 1,81 no fim de dezembro. Na semana passada, o levantamento mostrava que a expectativa era de dólar a R$ 1,85.

Fonte: Folha de S. Paulo

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...