intervenção Federal

>Crise em Mato Grosso: é hora de afastar o Juiz Julier e MP ou intervenção Federal?

Posted on junho 2, 2010. Filed under: corrupção, intervenção Federal, Juiz Julier |

>

Políticos pedem afastamento e quebra do sigilos de Julier e de Avelar

Políticos pedem afastamento e quebra do sigilos de Julier e de Avelar

Políticos do estado de Mato Grosso, em sua maioria pertecentes ao mesmo grupo, pedem o afastamento do juiz Sebastião Julier e de Mário Lúcio Avelar dos cargos, até o final da decisão do processo administrativo a ser instaurado, como medida de garantia das investigações. 

Os políticos que assinaram a petição são:

Pedro Henry
Dep. Federal – PP/MT

Carlos Gomes Bezerra
Dep. Federal – PMDB/MT
Presidente Regional do PMDB

Wellington Fagundes
Dep. Federal – PR/MT
Presidente Regional do PR

Silval Barbosa
Governador do Estado de Mato Grosso

Gildeci Oliveira da Costa
Presidente do PHS

Pedro Ferreira
Presidente da Associação Matogrossense dos Municípios

Blairo Maggi
Ex-Governador do Estado de Mato Grosso

Homero Pereira
Dep. Federal – PR/MT

Pedro Satélite
Dep. Estadual – PPS/MT

Aluizio Lima Pereira
Presidente da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso

Airton Rondina
Dep. Estadual – PP/MT

Adalto de Freitas
Dep. Estadual – PMDB/MT

Eliene Lima
Dep. Federal – PP/MT

Chico Daltro
Dep. Federal – PP/MT

Octávio Augusto Regis de Oliveira
Presidente Regional do PTC

José Geraldo Riva
Dep. Estadual – PP/MT
Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Carlos Abicalil
Dep. Federal – PT/MT
Presidente Regional do PT

protocolizaram na tarde do dia 1 de junho,  uma representação contra o juiz da Primeira Vara Federal de Mato Grosso, Julier Sebastião da Silva, e o procurador da República Mário Lúcio Avelar, no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ainda no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Os líderes e partidos entendem que houve abuso por parte do magistrado e de representantes do Ministério Público Federal.
A iniciativa pode representar um evés para o magistrado federal, que entrou para a história ao mandar prender o ‘capo’ do crime organizado em Mato Grosso, João Arcanjo Ribeiro, juntamente com o ex-procurador da República José Pedro Taques, hoje pré-candidato ao Senado pelo PDT. A representação, obtida em primeira mão pelo Olhar Direto, foi protocolizada às 14h13 desta terça-feira no CNJ. As penas que podem ser aplicadas contra o magistrado vão de uma simples advertência ao afastamento compulsório (hipótese extrema).
Conforme consta da ação, os líderes partidários pedem a quebra de sigilo telefônico de Julier, de Avelar, e também dos Procuradores da República Douglas Santos Araújo e Ludmila Bortoleto Monteiro, subscritores dos pedidos das prisões preventivas relacionadas à Operação Jurupari, deflagrada pela Polícia Federal no dia 21 de maio, contra crimes ambientais no Estado.

Também pedem o afastamento do juiz e de Mário Lúcio Avelar dos cargos, até o final da decisão do processo administrativo a ser instaurado, como medida de garantia das investigações.  “Uma vez que eles têm acesso direto aos documentos citados e ascensão hierárquica aos servidores que auxiliarão na apresentação de documentos e que também servirão de testemunhas”, consta de trecho da representação encaminhada para o presidente do CNJ, conselheiro César Peluso, e para o presidente do CNMP, Roberto Monteiro Gurgel.

Em síntese, os autores da ação cobram uma investigação quanto à intenção da operação Jurupari, que levou 91 pessoas presas entre elas, do ex-secretário de Meio Ambiente do Estado, Luis Henrique Daldegan; do secretário de Assuntos Climáticos da Sema, Afrânio Migliari; além do ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Ubiratan Spinelli, e do filho dele Rodrigo Spinelli. Também foi presa na operação a esposa do deputado José Riva (PP), Janete Riva.
Cabe aqui uma reflexão, a começar pelo atual e ex-goverdadores Silval Barbosa e Blairo Maggi que estão envolvidos num escândulo de currupção e desvio de mais de 50 milhões de reais, o presidente da Assembléia Legislativa, homem de muito equilíbrio e carisma, porém com muitos processos na justiça, uma vários deputados estaduais e federais que juntos, ou coligados disputarão a próxima eleição. 

O estado vive um verdadeiro caos na saúde, com mais de 100 mil doentes na fila do SUS para ser atendida. Hospitais fechados, carreata de ambulâncias e microônibus das secretarias de saúde de todas as cidades do estado deixam mais congestionado o já conturbado trânsito cuiabano.

Não podemos esquecer que a violência toma a conta das cidades e do campo.

Por outro lado graves denuncias contra membros do TRE e da Justiça de Mato Grosso, escândulos de venda de sentenças, desvio de dinheiro para maçonaria.

Nesse cenário, quem vai investigar, apurar e punir os culpado? Cremos ser nesse caso a hora certa para intervenção federal no estado, afastando todos os suspeito até  que tudo seja exclarecido e os culpados sejam punidos e inocentes reocuparem seus cargos, sem que paire dúvidas na população e com autoridade para governar.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...