Jovens empreendedores

>Empreendedorismo entusiasma a juventude

Posted on outubro 25, 2010. Filed under: empreendedorismo, Jovens empreendedores, Sebrae |

>

Inovação, garra, criatividade e disposição são características comuns entre os jovens e, coincidência ou não, qualidades indispensáveis para os empreendedores. A junção da oportunidade com a possibilidade desperta entre os jovens a vontade de ter o próprio negócio ou empreender dentro da profissão escolhida, uma vez que ser empreendedor não significa ser empresário, mas ser o diferencial dentro da área em que atua. No dia 4 de novembro o Sebrae faz a entrega do prêmio Desafio Sebrae 2010 e entre os finalistas uma equipe cuiabana ocupa pela segunda uma vaga.
 Jovens empreendedores
O “jogo” Desafio Sebrae está em sua 11ª edição e tem por objetivo preparar universitários de todo o país para o mercado de trabalho e para se destacarem frente aos imprevistos. Mais de 135 mil estudantes já participaram e como premiação, além de notebooks para os finalistas, uma viagem para países polos de empreendedorismo. O estudante de direito, Higor Carlos de Almeida está pela segunda vez entre os finalistas. O desafio, segundo o jovem, está justamente em saber trabalhar em equipe e tomar decisões. “No Desafio você vê despertar um lado empreendedor e mais do que isso, te prepara para enfrentar situações comuns da vida profissional, independentemente da profissão”. Higor optou por participar do jogo porque, apesar de escolher a carreira jurídica, sabe que no futuro terá que lidar com gestão. “Vou ser advogado e um dia terei que administrar meu escritório”.
O atendente do Sebrae Graziani Diego Menegatti diz que assim como Higor, outros profissionais podem participar mesmo que não se vejam como empresário ou dono do próprio negócio. “O jogo vai mostrar os meios para se tornar empreendedor também dentro de outras empresas”. Segundo uma pesquisa realizada em 2009 pelo Sebrae, cerca de 20% dos empreendedores brasileiros possuem entre 18 e 24 anos, ficando atrás dos que possuem entre 25 e 34 anos, que representam 31% e os com idade entre 35 e 40 que são 28% dos empreendedores.
Realidade um pouco diferente da percebida pelo Escritório de Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Segundo o coordenador do Escritório, professor Josiel Maimone Figueriredo, das 30 empresas atendidas mensalmente, aproximadamente metade é liderada por jovens. Mesmo assim, o professor observa que a iniciativa jovem poderia ser maior se houvesse menos receio por parte dos estudantes e mais incentivo dentro dos cursos de graduação.
“Muitos alunos nos procuram para obter informação, tirar dúvidas sobre como abrir o próprio negócio, mas muitos desistem e preferem adquirir mais experiência de mercado antes de se arriscar”, afirma Maimone ao comentar que os cursos de graduação preparam os estudantes muito bem tecnicamente para atuarem dentro da profissão, mas que deixam uma lacuna sobre as questões gerenciais.
Lacuna esta que Priscila De La Cruz Mota enfrentou e buscou superar com cursos e ousadia. A jovem de 23 anos possui hoje um ateliê, uma loja, além de um salão de beleza. A entrada de Priscila no mundo empresarial não foi planejada e a oportunidade foi surgindo ao passo que as bolsas que confeccionava caía no gosto das amigas e conhecidos e as encomendas foram aumentando. “Em uma festa fiz duas bolsas para presentear minhas amigas e todos gostaram. Quando comecei a fazer faculdade vendia para os colegas as bolsas que confeccionava nas horas vagas, até que chegou o momento em que decidi trancar o curso e me dedicar ao ateliê”.
Depois do ateliê, Priscila abriu uma loja para vender os produtos que antes eram feitos apenas sob encomendas e então decidiu entrar também o segmento de beleza com a abertura de um salão. Mas nem tudo é fácil. Priscila conta que por ser quem fabrica seus produtos, teve dificuldades na hora de administrar. “Para mim era difícil gerir tudo e por isso comecei a frequentar todos os tipos de cursos para me aperfeiçoar neste quesito” conta a jovem que hoje tem 8 funcionários.
A vocação e o gosto por moda foi o impulsionou as estudantes de Direito Amanda Roda Mozano e Suellen Sousa Saldanha, a investirem em algo novo e ao mesmo tempo projetar um futuro empresarial. Vidradas por moda e fãs de carteirinha das blogueiras do mundo fashion, as duas resolveram investir na montagem do próprio site de dicas, críticas e opinião sobre vestimentas. “A ideia surgiu no meio de uma aula, vimos que tínhamos algo em comum resolvemos partir para a prática”, relembra Amanda.
Junto com o blog, as meninas partiram também para as vendas, já que tinham tanta habilidade. “Sempre gostei de moda, me informo sobre tudo que acontece e percebia a carência de Cuiabá. Muito do que chega no mercado local já está defasado nos grandes centros. Queremos oferecer este diferencial”, revela Sullen, mentora do Bulixo Fashion.
Josiel Maimone afirma que espírito empreendedor entre os jovens não só é saudável como eminente entre eles. “Todo jovem é empreendedor, desde a escolha de uma profissão até o desafio do vestibular é preciso ter força de vontade e enfrentar os obstáculos. A partir daí é saber reconhecer as oportunidades”.
Fonte: A Gazeta
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...