Kamil Fares

>Secretário de Saúde de MT se demite antes de completar um mês no cargo

Posted on abril 28, 2010. Filed under: governador, hospitais, Kamil Fares, Secretário de Saúde, Unimed |

>

O que teria ficado acertado após duas horas de reunião na última segunda-feira (26) entre o governador Silval Barbosa (PMDB) e o secretário de Saúde, Kamil Fares, não prosperou e o secretário deixa em definitivo a equipe governamental menos de 30 dias após ter assumido o cargo. Após escolhido para a função, no final do mês de fevereiro, e ter iniciado um intenso ritmo de trabalho para debelar a crise que o setor de saúde pública vive com imensas filas de espera e falta de gestão, o secretário teria sucumbido a interferências políticas e dificuldades financeiras e de falta de relacionamento, mesmo assumindo a função com todo apoio político do governador do Estado, inclusive estando aberto para que trouxesse pessoas de sua confiança para os cargos chaves da Secretaria de Estado da Saúde.
Kamil Fares
Kamil Fares chegou a implementar medidas de impacto elogiadas pelos profissionais da área médica com que nutre um relacionamento muito proficuo decorrente de vários anos de exercício da medicina e como representante do Sindicato dos Hospitais e nos últimos 6 anos de presidente da Unimed -Cooperativa Médica de Cuiabá. “Essa solidez de relacionamento não permitiram ao secretário construir uma base forte para enfrentar os graves problemas da área de saúde”, disse um profissional amigo de Fares, apontando que antes de assumir o cargo, o ex-secretário teria ido de encontro aos amigos e solicitado apoio para desmistificar o sentido incutido pelo ex-governador Blairo Maggi de que médico não saberia gerir administrativamente a saúde pública.
Maggi escolheu então gestores para a função, como o caso do promotor de Justiça, Marcos Machado e Augustinho de Freitas que permaneceu por mais de 4 anos como secretário. Aliás na gestão dele, a saúde teve como primeiro titular a professora e médica da UFMT, Luzia Leão, posteriormente substituída por pouco mais de 30 dias por Gabriel Novis Neves então secretário de Educação e este por Marcos Machado que era secretário de Administração e por fim por Augustinho Moro que ficou até o final do seu mandato.
No encontro que teve com o governador Silval Barbosa, o secretário teria apontado dificuldades de gestão, problemas de saúde e falta de apoio para solucionar os problemas da saúde pública, além da pressão exercída pelos deputados estaduais, mais precisamente pela CPI da Saúde. Interinamente responderá pela Secretaria de Saúde do Estado, o atual diretor-presidente do MT Saúde, Augusto Amaral, que também veio da Unimed. Fonte: A Gazeta
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...