marqueteiro

>Eleição 2010: Mauro Mendes contrata marqueteiro

Posted on janeiro 12, 2010. Filed under: campanha eleitoral, candidato a governador de MT, candidatura, Eleição 2010, Fiemt, marqueteiro, Mauro Mendes, Publicidade, Rondonópolis |

>

O empresário e presidente da Fiemt, Mauro Mendes (PSB), que publicamente não assume a candidatura, praticamente já tem um marqueteiro para conduzir a disputa eleitoral que tem forte apelo por causa dos programas eleitorais em rede de rádio e televisão através do horário eleitoral gratuito. O PSB é da base aliada do governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR). .

Por sugestão do deputado e presidente do PPS, Percival Muniz, Mendes já teria formalizado um acordo com Léo Pereira da Verbo Publicidade, de Goiânia (GO).


Léo Pereira, inclusive, fez a campanha à reeleição em Rondonópolis de Percival Muniz no ano de 2000, daí o vinculo político com o parlamentar que hoje é um dos principais articuladores e incentivadores da eventual campanha eleitoral de Mauro Mendes pelo PSB neste ano e que já conta com o apoio de uma série de partidos de esquerda e nos bastidores tenta cooptar um grande partido para reforçar a pré-candidatura até que a mesma esteja consolidada.


Mesmo sendo de outro Estado, Léo Pereira teria conhecimento da realidade política de Mato Grosso, além de um conhecimento macro de todo o Centro-Oeste.


Inclusive o PSB prepara para o final deste mês uma caravana pelo interior do Estado para apresentar o empresário Mauro Mendes como candidato ao governo do Estado. A caravana deve contar com a presença de políticos de peso que assinaram ficha de filiação ao partido nos últimos meses, além dos 42 pré-candidatos a deputado estadual.


Segundo o presidente do partido, deputado federal Valtenir Pereira, os detalhes da visita aos municípios serão discutidos durante uma reunião na quinta-feira de manhã, na sede do diretório estadual.


“Estou de férias com minha família e quando retornar, no dia 26, vou percorrer o Estado junto com meus companheiros”, confirmou Mauro Mendes, por telefone, ao destacar que ele quer conhecer de perto a realidade de Mato Grosso.


Mendes inclusive se licenciou da presidência da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), até o próximo dia 26, quando será substituído pelo vice-presidente, o empresário Jandir Milan. Como presidente da instituição, Mauro Mendes tem feito reuniões em vários municípios do Estado pregando alternativas melhores de gestão e defendendo uma tese que muito encanta empresários e comerciantes, que é a redução de impostos públicos para fomentar o desenvolvimento.

Fonte: A Gazeta

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleição 2010: Serra entra em campo

Posted on novembro 25, 2009. Filed under: campanha, Collor, Eleição 2010, Fernando Henrique, James Carville, marqueteiro, Sarney, Serra entra em campo |

>

O tucano José Serra continua usando a expressão “se eu vier a ser candidato”, mas ontem falou como se já estivesse em campanha pelo Planalto. Analisou pesquisas, criticou adversários e tentou construir um curioso raciocínio sobre a eleição de 2010 e o crescimento econômico.

“Economia não decide eleição”, declarou Serra ao conceder longa entrevista à rádio Jovem Pan. É uma inversão da teoria popularizada pelo norte-americano James Carville, marqueteiro de Bill Clinton nos anos 90 -a famosa frase “é a economia, estúpido”.


No novo figurino de quase candidato a presidente, Serra até usou uma metáfora. A alegoria poderia ter saído da boca de Lula. Se a economia está em boas condições, afirmou o tucano, a eleição de 2010 será como decidir sobre a substituição do motorista de um ônibus que está andando bem. O eleitor escolherá quem estará mais apto a continuar a conduzir o ônibus.


Mais adiante, Serra defendeu o direito de FHC criticar Lula. Perguntou por que só alguns ex-presidentes poderiam falar, como José Sarney e Fernando Collor, ambos pró-PT. Ofereceu então uma provocação: “Se você pudesse votar no passado [num ex-presidente], você votaria em quem? Fernando Henrique, Collor ou Sarney?”.


Para arrematar suas alfinetadas, o governador paulista desdenhou o encontro entre Aécio Neves e Ciro Gomes -este, o maior produtor de diatribes anti-Serra da política brasileira. A possível e anunciada joint-venture Aécio-Ciro não teria “consequência nenhuma”, até porque “[Ciro] não vai fazer nada que o Lula não queira”.


Tudo considerado, Serra entrou em campo. Mas sua teoria de a economia não decidir eleição soa exótica, para dizer o mínimo. Só se explica pela necessidade de o tucano tentar calibrar o discurso pré-eleitoral. Por enquanto, como fica óbvio para quem escuta, ele está na fase de tentativa e erro.

Autor: frodriguesbsb@uol.com.br – Fonte: Folha de S. Paulo

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Marqueteiros americanos rejeitam oferta do PSDB de R$ 9 milhões por uma de R$ 30 milhões do PT

Posted on setembro 18, 2009. Filed under: Ben Self, churrascaria Porcão, marqueteiro, PSDB, PT, Scott Goodstein |

>

Oferta tucana

<!– function paginaSlideShow209930(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Emissários do PSDB chegaram a propor US$ 9 milhões à dupla de marqueteiros americanos Ben Self e Scott Goodstein, mas a proposta foi recusada. Estima-se que os dois custarão US$ 30 milhões ao PT.

Fome zero

<!– function paginaSlideShow209931(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O marqueteiro Ben Self, que foi contratado para a campanha presidencial de Dilma Rousseff, parece à vontade em Brasília. Ontem devorou porções industriais de picanha, na churrascaria Porcão.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleição 2010: Em reunião PP abre portas para união com PSDB, DEM e PTB

Posted on setembro 16, 2009. Filed under: candidato, DEM, Eleição 2010, marqueteiro, PP, PSDB, PTB, publicitário |

>

As cúpulas regionais do PSDB, DEM, PTB e do PP podem fechar nesta terça à noite, em reunião no apartamento do prefeito cuiabano Wilson Santos, o arco de alianças com as quatro legendas, visando as eleições gerais de 2010 e, inclusive, já com definição do nome do grupo para concorrer ao Palácio Paiaguás. Até então, os entendimentos estavam limitados aos tucanos, democratas e petebistas. Agora, o PP do presidente da Assembleia José Riva sinaliza para integrar ao bloco. Por outro lado, o pré-candidato situacionista à sucessão estadual, vice-governador Silval Barbosa, tende a atrair para acordo com o seu PMDB o PR do governador Blairo Maggi e ainda o PT.

Estão presentes à reunião Santos, que preside o PSDB estadual, os irmãos Júlio e Jayme Campos, principais vozes do DEM (ex-PFL), o ex-vice-governador Márcio Lacerda, hoje filiado à agremiação tucana, o vice-prefeito da Capital Chico Galindo e o senador Oswaldo Sobrinho (ambos PTB) e José Riva, cacique do PP. Eles colocaram em discussão quem seria o melhor candidato do bloco à sucessão do governador Maggi e tentam “amarrar” acordos, de modo a avançar num entendimento para as quatro agremiações marcharem juntas. O tucanato defende que o nome do grupo ao Paiaguás seja Wilson Santos. Petebistas reforçam a ideia, principalmente porque seria contemplados com o comando da prefeitura, que passaria a ficar sob Galindo a partir de abril do próximo ano, já que o prefeito teria de renunciar.

Democratas concordam que hoje o nome do grupo que melhor pontua nas pesquisas de intenção de voto é o de Wilson Santos, para consideram cedo bater o martelo de imediato. Riva disse que, em que pese o PP integrar hoje a base do governo Maggi, inclusive com o secretário de Ciência e Tecnologia Chico Daltro, particularmente se mostra mais simpático a uma composição com PSDB e DEM do que com o PMDB de Silval. O deputado se declarou disposto a encarar projeto ao Senado.

Um dos critérios para avançar na definição de nomes para chapas majoritárias é de realização de pesquisas quantitativas e qualitativas. O grupo defende que essas amostragens sejam feitas logo. Estuda-se também a contratação do publicitário Duda Mendonça, que foi o marqueteiro da campanha do presidente Lula, para conduzir os trabalhos. (Flávia Borges, Romilson Dourado e Patrícia Sanches)

Fonte: RDNews

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Sobrinho deve assumir cadeira de Jayme no 2º semestre

Posted on abril 16, 2009. Filed under: marqueteiro, Oswaldo Sobrinho, Senador Jaime Campos |

>



O secretário de Governo de Cuiabá, Oswaldo Sobrinho (PTB), deverá assumir uma vaga no Senado Federal, no segundo semestre deste ano. O marqueteiro Paulo Leite, consultor do cacique Jayme Campos (DEM) há mais de 15 anos, confirmou, na noite desta quarta (15) ao RDNews, que o democrata deverá se dedicar à reorganização da legenda no Estado. “Mas ele poderá conciliar este trabalho com a atuação parlamentar”, ponderou. Segundo o marqueteiro, Campos não definiu se vai se licenciar por 121 dias do Congresso, mas acenou positivamente para a possibilidade. “O senador ainda não sabe se será necessário se afastar do Senado, mas vai atuar no interior, articulando sua candidatura ao governo do Estado. Há uma orientação da executiva do DEM para que ele se empenhe nesse processo de reestruturação. Serão feitas visitas no interior com o intuito de fortalecer a legenda”, frisou.

Se optar por conciliar a atuação parlamentar com o trabalho junto às bases, Jayme terá que se desdobrar para visitar os municípios nos finais de semana e, as segundas, retornar à Brasília. “Obviamente que é importante para os democratas que ele se dedique exclusivamente à reestruturação do partido, mas há outras prioridades também, como os projetos em pauta no Senado, além de fatores pessoais”, disse. Jayme foi eleito em 2006 com 781.182 votos. Como o primeiro suplente da coligação é o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, um pedido de licença de Jayme beneficia Sobrinho, segundo suplente da coligação. (Andréa Haddad)

Fonte: RDNews

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...