PF

>Protógenes, delegado da PF e deputado federal vai propor lei anticorrupção

Posted on janeiro 7, 2011. Filed under: delegado, PF |

>

Deputado eleito pelo PCdoB de São Paulo, delegado da Polícia Federal quer que corrupção seja combatida com a mesma pena que os crimes contra a vida. Para ele, punição terá de ser mais severa quando crime for cometido por políticos

 
Janine Moraes/Câmara


O delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz tornou-se conhecido nacionalmente em julho de 2008 ao comandar a prisão do banqueiro Daniel Dantas, do ex-prefeito Celso Pitta e de outras 15 pessoas na Operação Satiagraha. De lá pra cá, oscilou entre estilingue e vidraça, flertou com o oposicionista Psol e acabou se elegendo deputado pelo governista PCdoB. Nesse período, porém, nunca abandonou o discurso de combate à corrupção. Prestes a assumir seu primeiro mandato na Câmara, Protógenes quer transformar sua pregação em lei: o delegado/deputado quer convencer o Congresso a aprovar uma lei anticorrupção.

O deputado eleito por São Paulo vai propor o endurecimento da pena para quem for flagrado desviando dinheiro público e a adoção de mecanismos que facilitem o bloqueio e a retomada imediata dos bens dos acusados. Em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco, o delegado da PF adianta que vai sugerir a equiparação dos crimes de corrupção aos crimes contra a vida, como homicídio e estupro. A ideia é elevar a punição mínima para os condenados por corrupção de dois para seis anos de prisão, e a máxima, de 12 para 20 anos de reclusão.
Ele defende que o cerco seja mais rigoroso quando o acusado for político, com o bloqueio e a perda imediata dos bens antes mesmo do julgamento. “Do contrário, esses bens ficam bloqueados em meio a uma série de recursos procrastinatórios. E também por causa da fragilidade que tem dentro do sistema financeiro nacional, que permite a movimentação de contas-correntes ainda que sujeitas a bloqueio. Até que o documento deixa os escaninhos da burocracia, o dinheiro já foi movimentado. Temos de criar instrumentos para evitar isso”, afirma.
Na avaliação dele, pressionar o Congresso para retirar da gaveta projetos de combate à corrupção será o principal desafio político da presidenta Dilma Rousseff. Mas, para ter sucesso nessa tarefa, a presidenta precisará mobilizar a sociedade civil, segundo ele. Só assim, entende o deputado eleito, será possível superar a tradicional resistência dos parlamentares a endurecer a punição para os crimes de corrupção. 
“Vou tentar criar projetos com esse apoio popular que me trouxe ao Congresso. Serão leis, algumas até de iniciativa popular, lideradas por nós aqui. Estamos articulando isso com outros parlamentares. Essa participação da sociedade vai ser boa para a presidenta Dilma. Vai ser uma nova fase do Congresso”, considera. Uma fase com “democracia mais participativa”, acrescenta. Fonte: Congresso em Foco
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Escândalo em MT: Polícia Federal vasculha casa do presidente do TRE e prende 8

Posted on maio 19, 2010. Filed under: Escândalo em MT, lobista, operação Asafe, PF, Polícia Federal, TRE, Tribunal de Justiça |

>

 Presidente da OAB, Claudio Stábile, disse que as denúncias têm que ser vistas com cautela

As prisões temporárias têm validade de cinco dias e foram feitas no início da manhã, por volta das 6h, quando agentes federais se espalharam por vários bairros de Cuiabá, Várzea Grande e no município de Alto Paraguai (220 km da Capital, no Sul do Estado), o que fez surgir vários rumores sobre envolvimentos de juízes da Justiça Eleitoral e Estadual. Entre os presos estão a esposa do desembargador aposentado José Tadeu Cury, advogada Célia Cury, servidores do gabinete do ex-magistrado e até um genro dele, Cláudio Emanuel Camargo.

 
Ao todo, 125 agentes da PF cumpriram oito dos nove mandados de prisão expedidos pela ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nancy Andrighi. As investigações vêm sendo feitas há três anos, a partir de suspeitas levantadas pela Superintendência da PF em Goiás, que, ao investigar denúncias de tráfico de drogas, teria encontrado indícios de exploração de prestígio em Mato Grosso. Apenas uma pessoa ainda é considerada foragida: o advogado Max Weizer Mendonça.

O superintendente da PF em Mato Grosso, Valmir de Oliveira, e o delegado responsável pelo caso, Carlos Eduardo Fistarol, não deram muitas informações sobre o caso porque corre em segredo de Justiça por determinação da ministra Nancy Andrighi. O caso foi instaurado pelo STJ por apurar também envolvimento de desembargadores.

Nas buscas e apreensões, foram recolhidos computadores portáteis, dinheiro (levantamento ainda não concluído pela PF) e documentos nas residências e escritórios de advocacias. Dezenas de depoimentos também foram colhidos ao longo do dia na superintendência da PF, mas não houve nenhuma busca na sede do TRE ou do Tribunal de Justiça (TJ/MT).

Uma das responsáveis pela defesa de Célia Cury, a advogada Meire Costa Marques afirma que deverá apresentar nas próximas horas um pedido da revogação da prisão temporária da esposa do ex-desembargador José Tadeu Cury. “Não existe nada contra ela. Não nos foi apresentado nenhuma prova disso”. A afirmação foi feita depois que Célia foi ouvida em depoimento no qual os delegados a apresentaram trechos de interceptações telefônicas que mostrariam ligações dela com a venda de prestígio junto a magistrados. O teor dos “grampos” não foi divulgado pela PF.

O delegado Carlos Eduardo Fistarol diz que a PF não vai comentar a declaração ou dar mais detalhes por conta do sigilo determinado pelo STJ. Tadeu Cury foi aposentado compulsoriamente em fevereiro pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) juntamente com outros 10 magistrados acusados de desvios de recursos para socorrer financeiramente uma loja maçônica.

Buscas e apreensões
Por conta da operação Asafe, a PF realizou busca e apreensão nas residências de três desembargadores, um juiz e um ex-desembargador. O presidente da Associação Mato-grossense dos Magistrados (Amam), Walter Pereira de Souza, compareceu à superintendência da PF para ter mais informações sobre a investigação contra associados. “Estamos aqui para ter mais elementos e saber se isso realmente procede. Por enquanto, não temos informações suficientes para emitir qualquer juízo de valor”.

Exploração de prestígio 
 As investigações apontam que advogados teriam principalmente usado o nome de juízes do pleno do TRE e do TJ para obter vantagens pessoais. Isso levou a Polícia Federal a ouvir ontem os ex-juízes-membros do Tribunal Eleitoral, Renato Viana e Maria Abadia de Souza Aguiar, além do atual juiz Eduardo Jacob. Os desembargadores do Tribunal de Justiça deverão ser ouvidos nos próximos dias.

Depois de ser ouvido pela manhã, Renato Viana, que atuou no TRE ao longo de sete anos na última década, disse que nunca autorizou ninguém usar seu nome para “vender” facilidades. “Não permitiria uma coisa dessa, mas também não posso garantir que alguém tenha citado meu nome sem qualquer permissão”.

A advogada Maria Abadia também negou ter autorizado qualquer venda de facilidades em processos. Ela admite que foi questionada pela PF sobre dois processos em que atuou e tratavam do retorno dos prefeitos cassados Alcenor Alves (Alto Paraguai) e Marcelo Ribeiro (Barão de Melgaço).

“Os delegados me apresentaram alguns diálogos em que meu nome foi citado, mas nem sabia do que tratava isso. Estou tranquila”, afirmou a advogada e ex-juíza ao frisar que já ouviu falar vários rumores de venda de sentenças no TRE. “Mas prova eu não tenho nenhuma disso. Se alguém tiver, que apresente”.

O atual juiz-membro Eduardo Jacob teve dois computadores portáteis e um revólver calibre 38 apreendido pela PF durante a busca e apreensão. Como não tem registro da arma, disse vai “doar” a mesma à Polícia Federal.

Punição
Ao chegar à PF, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT), Cláudio Stábile, afirmou que as denúncias têm que ser tratadas com cautela. Apesar disso, ele defende a punição dos que forem culpados, inclusive os advogados que deverão responder processos éticos e disciplinares e ter as atividades suspensas dependendo das investigações.
“Ainda não temos nada confirmado, mas nós, assim como toda a sociedade que precisa e procura o Judiciário, esperamos respostas o mais rápido possível. O que não vamos fazer, porém, é tirar conclusões precipitadas mesmo a OAB tendo pedido ao longo dos últimos anos punições severas a quem cometer irregularidades”, afirma Stábile. Das nove pessoas que tiveram a prisão temporária decretada pelo STJ, pelo menos seis delas são advogados.

Casal lobista 
O advogado Murilo Costa Melo acompanhou ontem na sede da PF a também advogada Ivone Siqueira, intimada a prestar esclarecimentos sobre suposta venda de sentenças no TJ. Como ela tinha um mandado de prisão, foi presa no local. Ivone é casada com o também advogado Valmir Ferreira, que não teve a prisão temporária decretada mas seria apontado como um dos lobistas que vendiam sentenças no TJ junto com a própria esposa, segundo informou o advogado Murilo.

Sem regalias 
 Depois de ser presa, a advogada Célia Cury foi encaminhada no início da manhã para a superintendência da PF em Cuiabá. Ela foi ouvida até o fim da tarde por delegados federais. Em seguida foi encaminhada ao Instituto Médico-Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito e posteriormente encaminhada para o presídio feminino Ana Maria Couto May. Seus advogados tentariam ontem à noite a transferência dela para uma cela especial do Batalhão do Corpo de Bombeiros no bairro Porto, já que possui curso superior. O presidente da OAB/MT, Cláudio Stábile, se reuniu no início da noite de ontem com o superintendente da PF, Valmir de Oliveira, e pediu que os cinco advogados presos fiquem em cela especial, já que foram encaminhados indistintamente para o Anexo 1 do Presídio Pascoal Ramos, a Polinter. O advogado Max Weizer continua foragido.

Mal-estar 
Depois da busca e apreensão realizada na residência de Donato Fortunado Ojeda, o desembargador aposentado passou mal e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Jardim Cuiabá. Acompanhado pela esposa do magistrado, dona Jô Ojeda, Walter Pereira disse que a família não tinha até o fechamento dessa edição mais informações sobre a saúde do ex-magistrado. Ela não quis falar com a imprensa e não deu mais informações sobre o estado do desembargador aposentado. A PF e o Hospital também não deram mais detalhes até o fechamento dessa edição, por volta das 19h. Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>PF prende foragida de Operação Hygeia

Posted on abril 16, 2010. Filed under: AGU, Battisti, Dilma, José Serra, Operação Hygeia, PF |

>

MidiaNews Foto MARIA GUIMARÃES BUENO FOI PRESA EM BELO HORIZONTE

<!– function paginaSlideShow230824(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A presidente da oscip (espécie de ONG) Idheas, Maria Guimarães Bueno, foi presa pela Polícia Federal nesta sexta-feira (16), em Belo Horizonte, usando documentos falsos. Ela estava foragida desde a deflagração da Operação Hygeia, dia 7, que investiga o desvio de verbas federais por meio das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), instituições sem fins lucrativos. A oscip de Maria Guimarães Bueno firmou contrato com várias prefeituras, entre as quais a de Tangará da Serra (235 km a Noroeste de Cuiabá), onde controlava o sistema de Saúde Municipal.

As fraudes são estimadas em R$ 52 milhões, segundo o site MidiaNews, mas pode chegar a R$ 200 milhões. Foram investigados contratos superfaturados, notas fiscais falsas e contratação de funcionários fantasmas. Todos são acusados de formação de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro, apropriação indébita, prevaricação, tráfico de influência, fraude em licitação e estelionato. A Justiça Federal identificou a participação de 53 denunciados no esquema envolvendo as oscips Instituto Creatio e Idheas e a Fundação Nacional da Saúde (Funasa), desarticulado pela Polícia Federal.

 

José Serra faz campanha em Maceió

Agência Brasil
   Serra recebeu até presente em Maceió
                                      

<!– function paginaSlideShow230822(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O pré-candidato tucano a presidente José Serra (SP) esteve nesta sexta (16) em Maceió (AL) para seguir com a sua campanha eleitoral pelo Nordeste. Ele evitou criticar o governo Lula, mas apontou falhas na segurança pública do País e disse que, se for eleito, vai colocar a União como responsável do comando aos Estados no combate ao crime organizado. Em Alagoas, Serra participou da inauguração de uma fábrica, caminhou por dois shoppings e pelo centro.

 

Battisti: Lula só se manifesta após AGU

<!– function paginaSlideShow230821(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A decisão do presidente Lula sobre o pedido de extradição do terrorista italiano Cesare Battisti só ocorrerá após análise pela Advocacia-Geral da União do acórdão do Supremo Tribunal Federal. O acórdão, decisão do colegiado de ministros, tem 686 páginas e reúne os votos proferidos pelos ministros e a decisão de não vincular o entendimento do Supremo à decisão do presidente.

 

Sponholz

Sponholz

Fonte: Sponholz

Supremo apóia extradição de Battisti

rnw.com Foto CESARE BATTISTI FOI CONDENADO POR QUATRO ASSASSINATOS

<!– function paginaSlideShow230816(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Supremo Tribunal Federal publicou nesta sexta (16) a extradição do terrorista italiano Cesare Battisti. Como esta coluna antecipou ontem (15), a decisão agora está nas mãos do presidente Lula. Na decisão, o Supremo aconselha o presidente a “observar os termos do tratado de extradição assinado entre o Brasil e a Itália”. De acordo com o STF, os quatro assassinatos cometidos por Battisti não possuíam “nenhum propósito político de reação a um regime opressivo”, o que impediria o presidente Lula de negar sua entrega por uma suposta “perseguição”.

 

Dilma: campanha cria conselho político

Antônio Cruz/ABrDILMA ROUSSEFF TERÁ PARTIDOS ALIADOS EM SUA CAMPANHA

<!– function paginaSlideShow230813(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O comando da campanha da petista Dilma Rousseff ao Planalto vai inaugurar na próxima segunda (19) um conselho político para discutir a estratégia do PT para as eleições de outubro. O grupo será formado pelos partidos PMDB, PCdoB, PR, PDT e PRB. Segundo o presidente do PT, José Eduardo Dutra, o objetivo do conselho é analisar e discutir os grandes temas da campanha, sem entrar nos conflitos estaduais de palanque.
 
Fotografia é história
Dentro do lance

<!– function paginaSlideShow230682(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Sediado em Brasília, o Universo é um times de sucesso do novo basquete brasileiro.
Como foiQuanto um fotógrafo vai cobrir uma partida de basquetebol não fica ligado somente nas jogadas do garrafão, nos arremessos para as cestas, na vibração de cada ponto. Isso a tevê já mostra, com replay, seqüência, etc. Quando vou fotografar jogos de basquete, tento buscar imagens que chamem a atenção pelos detalhes e somente a fotografia é capaz de congelar. Fico focado no entrechoque dos atletas. Essa foto aí foi colhida em um jogo no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília. Coloneze e Estevam, dois gigantes do Flamengo e do Universo, mantêm a tradição de disputar a tapas e socos a posse da bola. Orlando Brito.

 

Eleição: comitê aponta falhas em urnas

<!– function paginaSlideShow230811(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Comitê Multidisciplinar Independente sobre o Sistema Brasileiro de Votação Eletrônica apresentou à Universidade de Brasília (UnB) um relatório que aponta falhas no programa de urnas eletrônicas adotado no Brasil. O comitê afirma que é impossível auditar, de maneira isenta, o resultado da apuração dos votos nas urnas eletrônicas. Segundo o documento, caso ocorra uma infiltração criminosa a fraudar as eleições, a fiscalização externa, como é permitida, “será incapaz de detectá-la”. O grupo recomenda que os resultados eleitorais passem por uma auditoria realizada por indivíduos independentes. O trabalho foi entregue ao vice-reitor da UnB, João Batista de Sousa.

 

Aneel retoma leilão de Belo Monte

<!– function paginaSlideShow230806(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta (16) a retomada do edital de venda da energia da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Como esta coluna informou há pouco, a decisão de continuar o leilão foi concedida pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região que atendeu recurso da Advocacia Geral da União e anulou a liminar que suspendia os efeitos do edital da Belo Monte. O leilão está marcado para o próximo dia 20 de abril.

 

Mantega: crescimento de 7% é exagero

MINISTRO GUIDO MANTEGA

<!– function paginaSlideShow230804(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O ministro Guido Mantega (Fazenda) afirmou nesta sexta (16) que considera um exagero a previsão de crescimento de 7% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. Segundo ele, a estimativa é de que a economia brasileira cresça entre 5,5% e 6% em 2010. Sobre o reajuste para os aposentados que ganham mais de um salário mínimo, Mantega afirmou que em ano eleitoral, o Congresso quer “fazer bondades”, e que o governo precisa estar atento a isso.

 

Vulcão faz primeiro-ministro da Noruega despachar do aeroporto

Governo da NoruegaSEM ASPONES, PRIMEIRO-MINISTRO USA SEU IPAD

<!– function paginaSlideShow230803(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O discreto cavalheiro sem gravata na foto, em foto exibida pela CNN, é o primeiro-ministro da Noruega, Jeans Stoltenberg, sentado na sala de embarque do aeroporto John Kennedy, em Nova York, com um iPad da Apple no colo, esperando a reabertura dos aeroportos em seu país, fechados após a erupção de um vulcão na Islândia. O fotógrafo do governo que o acompanhava registrou o momento e envio via internet aos jornais noruegueses, para mostrar que a Noruega – um pequeno e estranho país onde os políticos andam de metrô – não pode parar. Nota-se que ele não está fingindo trabalhar – tem um texto aberto diante dele. E nota-se, também, a ausência de aspones, seguranças e papagaios de pirata rodeando o governante. O primeiro-ministro viaja em avião de carreira, coitado, uma situação impensável para certos mandatários de países abaixo do Equador. Se o problema aéreo perdurar, provavelmente Stoltenberg se alojará num hotel próximo, cujas diárias deverão ser razoáveis porque, como se sabe, a Noruega é um pais pobre e, por isso, costuma cobrar austeridade dos eleitos para governá-la.

 

PRTB tenta impedir eleições no DF

prtb.org.br Foto LEVY FIDÉLIS

<!– function paginaSlideShow230800(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O presidente nacional do PRTB, Levy Fidélis, protocolou, há pouco, um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para impedir a realização da eleição indiretas para governador do Distrito Federal, marcada para amanhã. O mandado se baseia no fato de que a Mesa da Câmara Legislativa do DF teria infringido o artigo 16 da Constituição, ao promover reiteradas alterações no regulamento da eleição.

 

 

Refugiados na França, parentes de Celso Daniel criticam a Justiça

veja.abril.com.brO MISTÉRIO DA MORTE DO PREFEITO NUNCA FOI RESOLVIDO

<!– function paginaSlideShow230796(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Hoje (16), quando o prefeito de Santo André, Celso Daniel, faria 59 anos, o filho Bruno José Daniel e a cunhada Marilena Nakano enviaram uma carta ao promotor do caso, José Reinaldo Guimarães Carneiro, comemorando a decisão judicial de levar a júri popular seis dos oito acusados do assassinato do prefeito, em 2002. Em carta publicada com exclusividade pela revista eletrônica Consultor Jurídico, questionam a polícia, o Supremo Tribunal Federal, a imprensa e o Legislativo e, especialmente o processo contra Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, acusado de mandante do crime e em liberdade, por habeas corpus. A lentidão na apuração do crime é uma das mágoas da família, que teve que sair do país, temendo pela vida. A carta menciona também outros aspectos nebulosos do assassinato, como a tentativa do governo de expulsar o jornalista americano Larry Rohter porque estaria fazendo matéria sobre o caso – e não porque teria insinuado o suposto hábito de beber do presidente Lula. 
Leia aqui a íntegra da carta, cuja divulgação, segundo a família, “é nossa maneira de homenageá-lo” e “seguir no nosso combate na busca da elucidação de seu assassinato e punição de culpados, porque mesmo que novos acontecimentos nos animem, sabemos que eles ainda não são suficientes e que há um longo caminho a percorrer”.

Fonte: Claudiohumberto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Pequenas notas e grandes informações

Posted on janeiro 20, 2010. Filed under: Aécio Neves, Ceará, DF, Dilma, gripe suína, ONU, PAC, Petrobras, PF, PM |

>

Sponholz

Sponholz

Desaparecimento de tenente enfim é reconhecido pelo Itamaraty e PM-DF

Foto

O TENENTE CLEITON (PRIMEIRO À DIREITA) NO HAITI, AO LADO DO GENERAL AUGUSTO HELENO, QUE CHEFIOU AS FORÇAS DA ONU.

O Ministério das Relações Exteriores confirmou apenas nesta terça-feira (19) o desaparecimento do tenente da Polícia Militar do Distrito Federal Cleiton Batista Neiva, noticiado em primeira mão, neste site, há quatro dias. Ele estava em Porto Príncipe, capital haitiana, desde 2007. Há um outro brasileiro desaparecido, cuja identidade não foi revelada pelo Itamaraty. Após silenciar sobre o desaparecimento do tenente, que está no Haiti a serviço da Organização das Nações Unidas, a PM-DF finalmente divulgou nota informando que o official estava no prédio da ONU no momento do terremoto. O tenente Cleiton ingressou na corporação em abril de 1997 e participa da Missão de Paz da ONU desde 2005. A PMDF diz estar em contato com o Ministério das Relações Exteriores, com integrantes das Forças Armadas e com o Comando do Corpo de Bombeiros do DF, que enviou efetivo para auxiliar no resgate de vítimas “a fim de obter maiores informações sobre o paradeiro do valente policial militar”.

Produção da Petrobras cresce 5%

A produção média de petróleo e gás natural da Petrobras, no Brasi, em 2009, foi de 2,3 milhões de barris de óleo, um crescimento de 5,1% sobre o volume produzido em 2008. Segundo a estatal, a produção exclusiva de petróleo atingiu a média diária de 1,9 milhão de barris, com um aumento de 6,3% sobre 2008. Já o volume de gás natural produzido foi de 50 milhões 343 mil metros cúbicos por dia, mantendo-se nos mesmos níveis da produção de 2008. Quando se leva em conta a produção média diária total da companhia em outros países, a produção chega aos 2,5 milhões de barris de óleo equivalente, um crescimento de 5,2% acima do total produzido em 2008.

Presidente do PPS critica ‘novo PAC’

Foto
PRESIDENTE NACIONAL DO PPS, ROBERTO FREIRE

O presidente nacional do PPS, Roberto Freire, criticou nesta terça (19) a ideia do governo de criar o novo Programa de Aceleração do Crescimento, o “PAC 2”. Freire lembrou que o lançamento do novo projeto está previsto para março, mas o dinheiro só sairá no Orçamento de 2011. E também ressaltou que o governo Lula só concluiu 33% do PAC original, o que “demonstra que o governo não tem competência para realizar novas obras”. Para o PPS, a proposta foi criada para ajudar a empreitada eleitoral da ministra Dilma Rousseff. O PAC 2 será discutido na próxima quinta (28) durante a primeira reunião ministerial do último ano do governo Lula.

Ceará confirma 1ª morte por gripe suína

A Secretaria de Saúde do Ceará confirmou nesta terça (19) a primeira morte causada pela gripe suína (A H1N1) no estado. A vítima, moradora de Fortaleza, contraiu a doença em 31 de dezembro. Oito dias depois, a mulher de 29 anos faleceu com insuficiência respiratória. O Comitê que trata do surto da doença no Ceará agendou reunião para os dias 28 e 29 para discutir a atualização do plano de combate ao vírus, que pode avançar devido ao início da época de chuva.

Amorim libera US$ 5 mi para a ONU

Foto
MINISTRO CELSO AMORIM

O ministro Celso Amorim (Relações Exteriores) determinou nesta terça (19) o depósito de US$ 5 milhões na conta específica para o Haiti aberta pela ONU. A autorização para o depósito urgente de US$ 5 milhões, que deve cair amanhã na conta, se deu um dia depois da decisão do Ministério do Planejamento de abrir um crédito extraordinário de R$ 35 milhões para o Itamaraty destinar a ações de cooperação e a projetos humanitários na região que foi devastada por um terremoto na semana passada.

Fotografia é história
Blindagem contra loucos
Foto

João Paulo II a bordo do papamóvel equipado com vidros à prova de balas para evitar atentados como o que sofreu em 1981, quando o fanático Ali Agca desferiu quatro tiros contra ele. Goiânia, 1991.

Como foiJá fiz cobertura de Copas do Mundo, Olimpíadas, conflitos armados, violência urbana, desfiles de moda, catástrofes da natureza,, s semede moda, ra ele quatro tiros.çeu papamos de pris Praça de Sra vez nado que sofrera em 1981. o jogo da política, etc. Entre as mais carregadas de emoção estão as viagens que o cardeal Wojtila fez ao Brasil. Evidentemente, num trabalho desse porte, com uma personalidade da envergadura do Chefe da Igreja, os jornalistas redobramos a atenção em todos os detalhes. Temos de botar olho na emoção popular e na do próprio Papa, e também no conteúdo das homilias, no ritual das cerimônias e nas pessoas que dele se aproximam. E um dos detalhes que sempre chamou atenção foi o veículo projetado pela Fiat para transportar Sua Santidade. O carro ganhou uma redoma de vidro blindado para protegê-lo de possíveis ataques, como o de 1981. João Paulo II fazia seu tradicional passeio entre o povo na Praça de São Pedro, no Vaticano, quando foi alvejado pelos tiros de Agca. O agressor foi preso e condenado a 30 anos de prisão. Nessa semana, ele deixa a prisão. Orlando Brito.

Acusado por morte de Celso
Daniel
pede relaxamento de prisão

Foto
POLICIAIS OBSERVAM O CORPO DO PREFEITO, EM 2002

A defesa de Marcos Roberto Bispo dos Santos, o Marquinhos , um dos acusados de sequestrar e matar em 2002 o prefeito de Santo André, Celso Daniel (PT), entrou com um pedido de habeas corpus e relaxamento de prisão no Supremo Tribunal Federal. Segundo a defesa, Marquinhos, que está preso desde 2002, está detido há mais de sete anos, quando o prazo legal seria de 81 dias. Ele é acusado de ter sido contratado pelo empresário Sérgio Gomes da Silva para matar o petista. Na época da morte de Daniel, Marquinhos chegou a relatar à polícia detalhes do crime. Entretanto, poucos dias depois, disse desconhecer o empresário e os oito demais acusados do crime. O pedido da defesa foi encaminhado ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes.

Dilma elogia gestão de Aécio Neves

Foto
MINISTRA DILMA ROUSSEFF

Em sua primeira agenda em território mineiro em 2010, a pré-candidata do PT à sucessão presidencial, ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), defendeu o avanço do PAC na região e elogiou a gestão do governador tucano Aécio Neves. No Vale do Jequitinhonha, Dilma, que estava acompanhada do presidente Lula, prometeu imediata liberação de verbas federais para asfaltar dois trechos da BR-367. Mesmo com a ausência de Aécio, a ministra citou seu nome várias vezes, o elogiou e desejou um governo cheio de realizações, sucesso e “com muitas obras inauguradas”.

Haiti: sem ordem, doações se acumulam

csmonitor.com
Foto
NÃO HÁ ESPAÇO FÍSICO EM PORTO PRÍNCIPE

A Organização Mundial da Saúde denunciou nesta terça (19) o acúmulo de doações no aeroporto do Haiti por falta de coordenação para a distribuição e armazenamento dos alimentos. Em entrevista coletiva Jon Andrus, subdiretor da Organização Pan-americana da Saúde, da OMS, alertou para o entrosamento entre os países e as agências doadoras para que a ajuda seja distribuída. Andrus também disse que outro dos problemas enfrentados pela OMS é onde instalar os hospitais de campanha, já que quase não há espaço livre em Porto Príncipe. De acordo com a OMS, a aglomeração de gente representa o risco de epidemias respiratórias, e a escassez de água e de instalações sanitárias poderia gerar surtos de cólera, disenteria e diarréia.

América: Lula é o 3º mais bem avaliado

José Cruz/ABr
Foto
O PRESIDENTE LULA TEM 83% DE APROVAÇÃO

O presidente Lula é o 3 º líder mais bem avaliado da América. Segundo pesquisa divulgada nesta terça (19) pela empresa privada Consulta Mitofsky, com 83% de popularidade, Lula ocupa o terceiro lugar da lista, liderada pelo presidente do Panamá, Ricardo Martinelli, que tem 91% de aprovação e Mauricio Funes, de El Salvador, com 88%. O relatório apresentado junto aos números destaca que a posição de Lula tem “grande mérito”, pois o presidente está há mais de sete anos no poder e ainda se mantém popular. A argentina Cristina Kirchner ficou na lista com avaliação “muito baixa”, com apenas 19%.

TJ nega recurso da Câmara do DF
para manter deputado da meia no poder

TJDFT
Foto
DES. NÍVEO GONÇALVES

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal rejeitou há pouco o recurso da Câmara Legislativa para manter o deputado Leonardo Prudente (sem partido) na presidência da Casa. Com a decisão, dada pelo presidente do tribunal, Níveo Gonçalves, o deputado das meias recheadas de grana terá que ser afastado do comando do órgão. O tribunal não divulgou o teor da decisão do juiz nem os argumentos que o levaram a indeferir o recurso.

PF: Durval depõe na semana que vem

O ex-secretário de Relações Institucionais do Governo do Distrito Federal, Durval Barbosa, homem-bomba do escândalo do “DEMsalão”, deve prestar depoimento à CPI da Corrupção da Câmara do DF na semana que vem. A Polícia Federal informou que o compromisso de viabilizar o depoimento no máximo até a próxima semana foi assumido, esta tarde, pelo diretor-geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, em conversa com dois deputados distritais.

Fonte: ClaudioHumberto
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Devassa no Distrito Federal

Posted on novembro 27, 2009. Filed under: Assessor de Arruda, Devassa, Distrito Federal, PF |

>

Assessor de Arruda ‘colaborou’ com a PF para gravar e delatar suposto esquema

Divulgação
Foto

O EX-DELEGADO DURVAL BARBOSA FOI O COLABORADOR DA POLÍCIA

<!– function paginaSlideShow216355(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O ex-delegado da Polícia Civil Durval Barbosa, secretário de Relações Institucionais do governo do Distrito Federal, atuou como “colaborador” da Polícia Federal nas investigações que resultaram na Operação Caixa da Pandora, realizada nesta sexta-feira em Brasília, para delatar um suposto esquema de corrupção. Conversas de Barbosa com parlamentares, assessores do GDF e com o próprio governador José Roberto Arruda foram gravadas, por meio de escuta ambiente e também por microfones escondidos nas roupas do “colaborador”. Há também imagens de alguns desses encontros. Durval Barbosa concordou em colaborar com as investigações em troca de uma punição mais branda em outro caso de corrupção, ocorrido no governo de Joaquim Roriz (PSC), revelado pela Operação Megabyte. Além da “delação premiada”, Barbosa também será beneficiado pelo Programa de Proteção a Testemunhas, do Ministério da Justiça. A colaboração de Barbosa com a PF foi descrita no despacho do ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, que expediu os mandados de busca e apreensão.


Empresas também investigadas – Também são alvo da PF as seguintes empresas: construtora Conbral, Linknet, Adler, Vertax e Infoeducacional. A Operação Caixa da Pandora realiza busca e apreensão nos gabinetes e nas residências de quatro deputados distritais – Eurides Brito (PMDB), Rogério Ulisses (PSB), Pedro do Ovo (PRP) e do presidente da Casa, Leonardo Prudente (DEM) -, do recém-empossado conselheiro do Tribunal de Contas do DF, Domingos Lamoglia, ex-chefe de gabinete do governador, e de alguns dos principais assessores de Arruda: o chefe da Casa Civil do GDF, José Geraldo Maciel, o secretário de Educação, José Luiz Valente, o chefe de gabinete Fábio Simão e o assessor de imprensa Omézio Pontes.


Sigilo será suspenso – O ministro Fernando Gonçalves, do STJ, anunciou há instantes que na tarde desta sexta-feira determinará a suspensão do “segredo de justiça” da Operação Caixa de Pandora.


Gravações envolvem dinheiro – Em pelo menos uma das gravações feitas pelo assessor Durval Barbosa, em colaboração com a Polícia Federal, ele trata com Arruda sobre o destino de R$ 400 mil. Segundo consta do despacho do STJ, Barbosa recebeu a orientação de entregar a quantia a José Geraldo Maciel, chefe da Casa Civil do GDF. O despacho do ministro Fernando Gonçalves informa ainda que o “colaborador” da PF disse terem sido entregues a deputados distritais outros R$ 200 mil. Fonte: http://www.claudiohumberto.com.br

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Filho de Sarney declara em gravação da PF: "Boto quem eu quiser" no Senado

Posted on setembro 23, 2009. Filed under: Ética do Senado, Fernando Sarney, grampo telefônico, ilegalidade, investigação, PF, Polícia Federal, Sem-categoria |

>

Em grampo da PF, Fernando Sarney acalma filho em relação a cerco ao nepotismo

Empresário fala que decide nomeações no gabinete de Epitácio Cafeteira (PTB-MA); filho é demitido, mas a mãe é contratada um mês depois

Filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o empresário Fernando Sarney diz em conversa interceptada pela Polícia Federal que é o dono de uma vaga no gabinete do senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA). “Boto quem eu quiser”, afirmou ao filho João Fernando em 27 de agosto de 2008.


Na época, o cargo era ocupado por João Fernando. Devido ao cerco ao nepotismo no Congresso, ele foi demitido sigilosamente em 2 de outubro.


A dispensa só foi publicada em abril deste ano em boletim no Senado, no episódio que deflagrou o escândalo dos atos secretos e levou José Sarney ao Conselho de Ética do Senado.

Na época, ao ser questionado sobre a nomeação do neto, Sarney negou interferência nas contratações. “Aqui no Senado, todos sabemos, não se nomeia para o gabinete quem não for requisitado pelo senador.”


Na conversa, gravada pela polícia com autorização da Justiça, Fernando falava com o filho sobre a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de proibir a contratação de parentes nos três Poderes.


Com salário de R$ 7.200, João Fernando estava preocupado com a medida do STF, mas é tranquilizado pelo pai.


“Se tiver que, de alguma forma, ter uma atitude, tiver que sair mesmo, ele [Cafeteira] já me disse que o lugar é meu, que eu boto quem eu quiser”, afirmou Fernando Sarney. Foi o que ocorreu. Menos de um mês após a demissão do filho, assumiu o cargo a mãe dele, Rosângela Terezinha Gonçalves.


Cafeteira já havia reconhecido que empregou João Fernando, mas como um pedido isolado do filho do presidente do Senado. “Fernando me ajudou na campanha”, justificou em junho. Com relação à mãe do rapaz, porém, o senador sempre negou interferência.


Apesar do grampo, Cafeteira mantém o discurso. “Eu a contratei porque quis. Não vou leiloar vaga no gabinete”, disse.


A Folha foi segunda-feira ao gabinete de Cafeteira. Rosângela não havia aparecido para trabalhar. Ontem de manhã, a reportagem localizou a servidora em sua casa. Por telefone, ela declarou que trabalha “normalmente” no gabinete.


Quando ocupou a vaga no Senado, João Fernando também não aparecia para trabalhar. Era cobrado pelo pai para ir de vez em quando ao gabinete.


Fernando Sarney afirmou que não há “ilegalidade” na sua conversa e que não comentaria o caso porque o diálogo foi vazado de inquérito sigiloso.


Desde 2007, o filho do presidente do Senado é alvo de investigação da PF. Em julho deste ano, foi indiciado sob a acusação de crime de quadrilha, gestão de instituição financeira irregular, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.


O diálogo gravado pela PF entre Fernando e João Fernando é o primeiro em que o filho de Sarney assume explicitamente o poder de empregar quem quiser no Congresso.


Em junho, o jornal “O Estado de São Paulo” noticiou outra série de diálogos em que o empresário discutia a nomeação no Senado do então namorado de Maria Beatriz Sarney, uma de suas filhas. Ela pedia ao pai para colocar Henrique Bernardes numa vaga que até então era ocupada desde 2003 por seu irmão. Fernando chegou a acionar o pai. Oito dias depois, Henrique foi contratado por ato secreto. Ele continua no cargo, com salário de R$ 3.000.

Fonte: Folha de S. Paulo

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...