Polícia Civil

>Confira a lista de presos da Operação Vitória, a maioria traficantes

Posted on novembro 23, 2010. Filed under: Polícia Civil, traficantes |

>

Os principais alvos da Operação Vitória, deflagrada nesta terça-feira (23) pela Polícia Judiciária Civil, são 18 presidiários que controlavam o tráfico de drogas de dentro da prisão. Eles estão entre os 38 que tiveram as prisões decretadas e integram uma organização criminosa que, conforme a própria polícia, adquiria, manipulava e comercializava a droga dentro e fora do presídio. Dois dos acusados ainda não foram detidos.
Os mandados foram expedidos pela juíza titular da 9ª Vara Criminal de Cuiabá, Maria Cristina Simões. As investigações tiveram início em fevereiro deste ano com a prisão de Fátima Ramos Elias, esposa do presidiário Renildo Silva, lotado na época na Penitenciária Pascoal Ramos e tido como o “cabeça” da quadrilha. Ela foi detida portando aproximadamente três quilos de pasta base de cocaína, no Jardim Vitória, em Cuiabá.
Após a prisão da esposa, por uma questão estratégica da equipe que investigou o caso, Renildo foi transferido para Porto Velho (RO). Agora, a polícia conseguiu prender Leandro Benedito Leitum Barreto, considerado o “braço forte” de Renildo fora da prisão.
A droga era trazida do Paraguai e da Bolívia e, inclusive, cinco bolivianos, conforme constataram os investigadores, eram usados como “mulas” para atravessar a fronteira. Dos mandados de prisão, 17 foram expedidos contra mulheres.
A polícia prendeu ainda o taxista Luiz Fernando de Araújo Ribeiro, que teria transportado os traficantes. O seu advogado, que encontrava-se na Delegacia Especializada de Entorpecentes de Cuiabá, no entanto, alegou que o cliente só estava cumprindo com a sua função de transportar pessoas.



Confira a lista de presos:

Renildo Silva
Fátima Ramos Elias
Leando Benedito Leitum Barreto
Eduardo Dias da Silva
Ademir Nunes Júnior
Caroline da Silva Ferreira
Carmozina da Silva Ferreira
Valquiria Pimenta
Michelle Eva Pimenta dos Santos
Ângela Greice Pimenta
Marlon Alex Braga
Juliana Silva de Moraes Souza
Rosinalva Maria da Costa
Lucineide Soares Nascimento
Fábio Henrique Moreira Ribeiro
Júlio César Costa Mendes
Daniel Paraense Sales
Luiz Fernando de Araújo Ribeiro
Creuza Siqueira Delmon
Diermes Vicente Nunes Dias
Gutemberg de Oliveira Neves
Augustin Espinosa
Clebson de Jesus Silva
Rutinéia Marques Santiago
Ediléia Cristina dos Santos
Robson Rodrigues Ribeiro
Cláudio Pereira dos Santos
Claudinete Nascimento de Moraes
Anderson Cristina dos Santos
Reginaldo da Silva Rios
Wellika Maria da Silva
Mislene Cristina Gomes de Oliveira
Juarez Rodrigues de Andrade

Prisões temporárias

Liliane Leite Silva
Alessandra Aparecida Gonçalves

Fonte: Olhar Direto

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Polícia prende homem com R$ 104 mil, supostamente destinada a secretário de Justiça do DF

Posted on março 20, 2010. Filed under: DF, Distrito Federal, Operação Caixa, Pandora, Polícia Civil, propina, telefonema anônimo |

>

Foto A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu em flagrante um homem que tinha em seu poder a importância de R$ 104 mil, e esse dinheiro seria destinado a Flávio Lemos, secretário de Cidadania e Justiça do governo do Distrito Federal.  O caso vinha sendo mantido sob sigilo. O homem que foi preso, Identificado por Gilson, é funcionário de uma empresa que presta serviços ao Ciago (Centro de Internação de Adolescentes Granja das Oliveiras), órgão ligado à Secretaria de Justiça e Cidadania. Essa empresa, cujo nome ainda não foi divulgado, pagaria propina mensal de R$ 150 mil, segundo os investigadores apuraram preliminarmente. 
 
 
 
 
 
Foi uma ação da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança do DF, após receber telefonema anônimo indicando a hora e o carro utilizado pelo suspeito para chegar ao “Buritinga”, sede provisória do governo do DF, localizada em Taguatinga. De fato, utilizando o carro indicado e na hora prevista, o suspeito parou no estacionamento e, ao revistar o veículo, os policiais localizaram a quantia em dinheiro no local em que havia sido escondido, exatamente como descrevera o informante anônimo. 
 
 
 
O telefonema informou também que o secretário Flávio Lemos seria o destinatário do dinheiro. Ele negou a acusação, em conversa com o governador interino Wilson Lima, mas ainda assim será exonerado do cargo na próxima segunda-feira. O homem detido prestou depoimento à Divisão de Combate ao Crime Organizado e depois foi liderado, mas o dinheiro permaneceu apreendido. Lemos é considerado “cria” política do ex-governador Joaquim Roriz (PSC) e foi nomeado para o cargo atual após o pedido de demissão do deputado distrital Alírio Neto (PPS) logo após estourar o escândalo da Operação Caixa de Pandora. Fonte: CH
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Em Juína MT Polícia Civil recupera 200 quilates de diamantes

Posted on dezembro 15, 2009. Filed under: diamantes, Juína MT, Polícia Civil, quilates |

>

Os investigadores da Delegacia Municipal de Juína (735 Km a Noroeste), após a prisão de Luis Carlos Gonçalves, o “Luis das Correntes”, de 46 anos, em posse de 15 pedras de diamantes chegaram a Reginaldo Rodrigues dos Santos, de 25 anos, que já havia sido preso por tráfico de drogas.

Os policiais civis tinham a informação que parte dos diamantes e das jóias estavam na residência de Reginaldo, sendo que na segunda-feira (14.12), localizaram 200 quilates de diamantes e correntes de ouro na casa de Reginaldo.

O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de receptação, pois estava ocultando os produtos do crime em sua residência. O boletim de ocorrência do furto dos diamantes e das jóias foi registrado no último dia 04 de dezembro. (Assessoria PJC)


Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Polícia já sabe quem matou ex-ministro TSE José G. Villela

Posted on setembro 14, 2009. Filed under: assassinato, Instituto de Criminalística, Polícia Civil, Polícia Federal, TSE |

> <!– function paginaSlideShow209538(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A Polícia Civil do DF já identificou a responsabilidade pelo triplo assassinato ocorrido há 18 dias em Brasília, tanto assim que seu o Instituto de Criminalística – considerado um dos melhores e mais eficientes do mundo – até já aprontou uma simulação em desenho animado, em três dimensões, mostrando como o exame das provas e das evidências demonstram as circunstâncias da execução do ex-ministro do TSE José Guilherme Villela, sua mulher e a empregada com 73 facadas, no total. Apesar disso, até agora os investigadores não encontraram provas robustas que autorizem pedidos de mandado de prisão.

Um delegado afirmou, em off, que Adriana, filha do casal assassinado, não está entre os suspeitos do crime. No sábado, uma mulher chegou à 1a. DP com o rosto encoberto e fontes da própria polícia afirmaram ser Adriana, mas não era verdade. Tratava-se de uma informante. Na sexta-feira, Adriana, o irmão Augusto, a filha Carolina e o namorado, um perito da Polícia Federal, foram interrogados durante um total de doze horas.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...