prefeito Wilson Santos

>Prefeito Wilson Santos anuncia concurso público em Cuiabá

Posted on janeiro 13, 2010. Filed under: concurso público em Cuiabá, Educação, prefeito Wilson Santos, Prefeitura de Cuiabá, UFMT, vagas |

>

Acompanhado do vice-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Francisco José Dutra, e do secretário municipal de Educação, Carlos Carlão, o prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, anuncia hoje a realização de concurso público para o preenchimento de vagas na Secretaria Municipal de Educação (SME).

As provas estão previstas para o dia 07 de março deste ano e as inscrições serão abertas no próximo dia 25 de janeiro. A quantidade de vagas ainda não foi divulgada. O edital referente ao concurso público já está disponível no site oficial da Prefeitura de Cuiabá (www.cuiaba.mt.gov.br).

Mais informações sobre o concurso serão anunciadas ainda hoje em coletiva à imprensa, as 10h no auditório da SME. Com informações da assessoria.

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Prefeito Wilson Santos elogia criação da CPI da Saúde na AL

Posted on outubro 23, 2009. Filed under: CPI, prefeito de Cuiabá, prefeito Wilson Santos, Sindmed |

>

O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), comemorou a criação da CPI da Saúde instalada na Assembleia Legislativa, requerida pelo deputado estadual Percival Muniz (PPS). O tucano parabenizou o legislativo estadual e afirmou já ter ordenado ao secretário de Finanças, Guilherme Müller, e o vice-prefeito Chico Galindo (PTB) para que “entreguem imediatamente todas as informações necessárias”.

Após a reunião com o Sindicato dos Médicos (Sindmed), sob a intervenção da maçonaria, Wilson Santos (PSDB), declarou que a CPI será uma oportunidade de traçar o “primeiro raio-x da saúde de Cuiabá e de Mato Grosso”.

“Queremos saber quanto o Estado contribui e o quanto a União contribui. Queremos saber de quem é a responsabilidade pela compra de hospitais que até hoje não foram entregues à população, porque o Hospital Central não foi terminado até hoje, quando vai ser entregue o Hospital Metropolitano”, questionou o prefeito.

A reunião não teve muitos avanços e o impasse entre Prefeitura e médicos continua. Para Wilson Santos houve avanços significativos nas negociações com o Sindmed, porém os porofissionais da saúde afirmam que pouca coisa melhorou e alegam a falta de propostas.

Acompanhado do vice-prefeito, Chico Galindo (PTB), do secretário de Finanças Guilherme Muller, e da professora Janete Carvalho, Wilson Santos afirma que entregou uma proposta documentada e oficial aos médicos. No entanto, um dos diretores do Sindicato Edinaldo Lemos alega que o documento não trata de nada que já não tenha sido conquistado através de ações judiciais e não foram cumpridas.

“Não há nada novo. São apenas ganhos que a classe já havia garantido com medidas judiciais”, declarou Edinaldo Lemos, um dos diretores do sindicato. “O prefeito já havia se comprometido a apresentar uma proposta e ele nos desrespeitou, ainda não trouxe. Mas nós fizemos uma solicitação para que ele nos de uma proposta até sexta-feira (23), antes da assembléia geral, para podermos votar o fim da paralisação”, acrescentou.

De acordo com o prefeito, foi proposto o pagamento imediato e total do auxilio insalubridade, referente a uma divida de R$ 2,5 milhões, no ano de 2006, dividido em 14 parcelas. “Nós nos concentramos no principal. O aumento salarial. Os médicos querem aumento salarial”, disse Santos. Fonte: Olhar Direto

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Obras da Avenida da Torres em Cuiabá estão em pleno vapor

Posted on setembro 8, 2009. Filed under: Avenida da Torres em Cuiabá, infraestrutura, Obras da Avenida da Torres em Cuiabá, prefeito de Cuiabá, prefeito Wilson Santos |

>

Obras em execução da avenida das Torres/Cuiabá

O secretário de Infraestrutura de Cuiabá, pedetista Josué de Souza, que ocupou o mesmo cargo na gestão Roberto França, tenta contrapor o discurso de que as obras da avenida das Torres estão empacadas, assim como os projetos do PAC, e faz rasgados elogios a seu chefe, o prefeito Wilson Santos (PSDB). Segundo ele, o prefeito “se antecipou ao futuro da Capital ao instituir o projeto de construção da avenida Professora Edna Affi, conhecido como a avenida das Torres”. “O prefeito foi muito feliz nessa iniciativa, que vem do encontro aos projetos estruturais relacionados à Copa 2014. Cuiabá necessitava de um eixo viário deses tipo”, enfatiza Josué, para quem a avenida já começou a desafogar o eixo central da cidade e vê progresso automático em vários aspectos implementado em toda região do Grande Imperial.

Obras em outro ponto da avenida

Segundo o secretário, os próprios moradores dos bairros adjacentes à avenida das Torres vivem na prática a transformação da região. Lembra que o prefeito já dizia aos moradores para não venderem os lotes porque passariam a ser muito valorizados com a chegada da avenida. Acredita que surgirá na região um segundo Grande CPA. Souza citou a edificação de casas populares e a própria movimentação de carros e pedestres no trecho da avenida. “Antes, todos sabem, era um lugar tomado por mato e com acesso difícil às poucas casas existentes. É interessante que as pessoas conheçam agora o poder de mudança que uma obra de impacto positivo pode resultar numa cidade e na qualidade de vida dos seus moradores”, diz o secretário, ao fazer inspeção às obras que foram retomadas.

A previsão da prefeitura é entregar esta segunda etapa, num trecho de 6,5 km, em dezembro. O secretário-adjunto de Infraestrutura, engenheiro Quidauguro Fonseca, chega a dizer que se trata de um “presente de Natal”. “Se Deus permitir, em dezembro Cuiabá recebe esse presente de Natal do prefeito Wilson Santos. Não nos falta ânimo para tocar essa obra com a força empreendedora que caracteriza as ações que o município desenvolve e que terminam tendo clara conotação social de atendimento ao povo”.

Máquinas trabalhando no local

Perguntado se assegura que as obras não serão interrompidas de novo, Quidauguro pondera que “a prefeitura teme chuvas fortes nos próximos dias” e que se isso acontecer “muita coisa pode ficar comprometida e até se perder”, assim como aconteceu nas obras próximas à avenida Jurumirim, especialmente no córrego do Barbado. “Aquele pé d´água de dias atrás levou grande parte da estrutura de madeira montada no leito do córrego. Agora, não, já alicerçamos e a estrutura está compactada. Mas, mesmo assim, qualquer chuva mais forte dificulta bastante, desbarranca tudo”.

Empreiteiras

As obras são tocadas pela Atrativa Engenharia, com supervisão técnica da secretaria de Infraestrutura. No trecho do córrego do Barbado à Jumirim com a avenida das Torres está sendo feita a complementação do bueiro celular com 30 metros para execução da segunda pista da avenida, ligando-a à avenida Dante de Oliveira (antiga avenida dos Trabalhadores). Já no trecho da cabeceira da ponte do Coxipó, o projeto está sob a empreiteira Encomind, que atua com várias equipes e equipamentos, como máquinas pesadas e escavadeiras. Esse trecho vem da rotatória da avenida doutor Meirelles até o bairro Santa Cruz. Nesta segunda etapa da tão propagada obra na campanha do ano passado estão sendo executados pavimentação, drenagem e serviços complementares. O projeto de iluminação da avenida passa por análise, para fins de aprovação, e será concluído nos próximos meses, garante a pasta de Infraestrutura.

Fonte: RDNews

Ler Post Completo | Make a Comment ( 2 so far )

>Conversas sobre o PT e o PSDB

Posted on março 17, 2009. Filed under: Carlos Abicalil, Dilma Rousseff, diretório regional, governo Lula, prefeito Wilson Santos, PSDB, PT, Serys Marly, Zé Dirceu |

>

Há uma dura disputa no PT de Mato Grosso entre Serys Marly e Carlos Abicalil para ver quem será o candidato do partido ao Senado no ano que vem. Não há naquele partido a candidatura nata. Se houvesse, a vaga seria da Serys.

Hoje o Abicalil é o presidente do diretório regional, deve ser reconduzido à presidência na próxima eleição. Sinal de que tem força na sigla. Não se sabe se essa força é suficiente para ser escolhido como candidato ao Senado.

O Ságuas Moraes quer ser o candidato do PT a deputado federal. Não é fácil o partido eleger dois nomes para a Câmara Federal. Daí que querem que a fila ande e o Abicalil saia candidato ao Senado. E ali está a Serys.

Tem gente no PT que acha que há condições do partido eleger dois deputado federais. No geral quem defende esse ponto de vista é do lado da Serys. Quer, claro, a vaga de Senado para ela e que os dois “adversários” (Ságuas e Abicalil) morram abraçados.

Tem um fato em andamento que enfraquece a pretensão do Ságuas. É que ele quer sua esposa como candidata a deputada estadual. Os outros candidatos não estão gostando da ideia.

É interessante a disputa entre alas no PT daqui e no nacional, não querem saber de aproximação. Poucos dias atrás, como exemplo, houve um encontro do partido em Cuiabá, aquele que o Zé Dirceu esteve presente. A Serys e o seu grupo não foram. E teve até ataques ao encontro feito pelo Jairo Rocha, ex-presidente do diretório da capital e pertencente ao grupo da Serys.

Na disputa pela vaga ao Senado alguns acham que a direção nacional ou mesmo a futura candidata à presidência, Dilma Rousseff, podem ser chamados a resolver o imbróglio. Os do lado do Abicalil entendem que por aí a Serys teria problema. Alegam que na época do mensalão ela não botou a cara e o Abicalil se colocou na linha de frente em defesa do partido e do governo Lula. E essa fatura seria cobrada agora se a decisão sair daqui e for para Brasília.

Existem comentários de que o Wilson Santos terá dificuldades para buscar uma candidatura ao governo em 2010. O que se ouve é que a situação da prefeitura e os diferentes casos que estão surgindo acabaria amarrando o prefeito. Fala-se que a oposição à sua candidatura vai usar todas as armas e estratagemas para perturbar sua vida política de agora para frente.

Uma delas é impedi-lo de viajar pelo estado, ação fundamental para consolidar seu nome para a disputa do ano que vem. As críticas vão aumentar ainda mais daqui para frente. Juntando tudo isso se tem a base para as especulações sobre o futuro político do prefeito.

Tem até gente que acha que se Cuiabá for confirmada como sede da copa, e se a candidatura do Wilson não se estadualizar, ele ficaria na prefeitura num momento de fortes investimentos na capital. Terminaria o mandato com realizações viárias e também na área de saneamento.

Outros acham que não é nada disso. Que chova ou faça sol a candidatura dele no ano que vem são favas contadas. Que é o único nome que o atual grupo no poder teme. Esse temor é que fez crescer o bombardeio sobre ele. Que o que vem acontecendo com o prefeito seria sinal de força política e não o contrário.

Autor:Alfredo da Mota Menezes

E-mail: pox@terra.com.br; site: http://www.alfredomenezes.com

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...