Prefeitos

>Nós temos que ficar ‘mendigando’, afirma prefeito presidente da AMM

Posted on novembro 6, 2009. Filed under: AMM, FPM, Prefeitos |

>

O prefeito de Jauru e presidente da Associação Mato Grossense de Municípios (AMM), Pedro Ferreira, afirmou na manhã desta quinta-feira (5) durante abertura do VI Encontro de Prefeitos Mato-grossenses, que muitos dos gestores municipais acusados de incompetência na verdade sofrem é de falta de recursos. Ovacionado pelos prefeitos presentes no evento, realizado no Centro de Eventos do Pantanal, Ferreira disse ser este o melhor momento para tentar reverter a situação.

“Este é o momento de nos unirmos, porque estamos em crise econômica. É a hora de repensar tudo e criar uma nova maneira de gestão. E hoje, deste encontro, vai nascer uma nova ideia sobre ser prefeito”, discursou Ferreira.

O prefeito lamentou que a redução no FPM (Fundo de Participação dos Municípios) chegou a ser de 25%. “Nós temos que ficar ‘mendigando'”. Ele acrescenta que sem recursos muitos serviços deixam de ser feitos nos municípios. “E aí o prefeito é chamado de mau caráter, de incompetente”, frisou.

Pedro Ferreira também reclamou do descaso do governo quanto aos programas federais, como o Bolsa Família. “Eles criam e criam programas. Mas quem é que paga mais? Os prefeitos é que têm de bancar estrutura, funcionários e outras coisas. Que o governo continue criando esses programas, mas que crie um mecanismo financeiro para ressarcir os municípios”, afirmou.

Ainda demonstrando insatisfação com a administração federal, Ferreira disparou que “o governo traça muitos mecanismos para que os municípios não cheguem ao dinheiro, enquanto os prefeitos muitas vezes nem têm direito de ‘brigar’pelos recursos”. Fonte: Olhar Direto

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Prefeitos de 5.656 cidades paralisam atividades em protesto nacional

Posted on outubro 19, 2009. Filed under: atividades, cidades, Prefeitos |

>

Os 5.656 prefeitos de todo o Brasil querem dar uma demonstração de força e credibilidade paralisando o funcionamento de seus municípios como forma de protestar pela crise econômica nacional que vivem neste momento. “As vezes fica parecendo que os prefeito só se manifestam por mais dinheiro público, quando na realidade esse é o motivo principal, mas não o essencial, pois sem dinheiro a educação cai de qualidade, a saúde não existe e as obras que garantem o crescimento dos municípios e a circulação da riqueza ficam estagnados acumulando dificuldades”, disse o prefeito da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) e prefeito de Jauru, Pedro Ferreira (PP).


Ferreira lembrou que os prefeitos sabem que as dificuldades são muitas e imperiosas e citou o exemplo do município de Novo Mundo, onde o prefeito Brito (PT) recebeu das duas parcelas de R$ 1 bilhão liberadas pelo Governo Federal para contrapor a queda na arrecadação, R$ 67 mil na primeira e R$ 63 mil na segunda. “Saímos de um montante arrecadado nos dois últimos meses de 2008, novembro e dezembro, de um total de R$ 1,5 milhão/mês e passamos para no máximo R$ 750 mil em 2009, portanto, são 50% de queda na arrecadação de impostos”, disse Pedro Ferreira.


Dia 23 todos os municípios brasileiros pararam suas atividades em busca de uma revisão na partilha da arrecadação de impostos que deveria ser mais igualitária e menos arrochante. “O certo seria 50% para a União e 50% para Estados e Municípios na proporção de 30% e 20% para os municípios, como forma de driblar as dificuldades e mudar o perfil de cada município, pois desenvolvimento só com investimento, não adianta achar que crescimento cai do céu porque não cai”, frisa Pedro Ferreira.

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...