PT de Mato Grosso

>Senadora Serys do PT de MT que já metralhou Sarney, Maggi e Collor, agora alia-se a eles e não assina pedido de saida de Sarney

Posted on agosto 14, 2009. Filed under: eleições de 2010, José Sarney, PT de Mato Grosso, Senadora Serys |

>

Senadora mato-grossense Serys Marly tomou gosto pelo poder central e nem parece aquela combativa de quando era deputada pois, sequer, assina manifesto que pede saída temporária de Sarney da presidência

A mato-grossense Serys Marli tem feito esforço tremendo para “segurar” na presidência do Senado o colega José Sarney (PMDB-AP), envolvido em vários escândalos. É acusado de cometer abuso de status de senador ao dar emprego e de beneficiar amigos e familiares, como o favorecimento de seu neto em contratos do governo, ter conta ilegal em um banco fora do país e de contribuir para a Fundação Sarney receber US$ 250 mil em dinheiro da companhia petrolífera estatal Petrobras. Além disso, cai sobre os ombros de Sarney a descoberta de atos secretos para esconder nomeações e outros privilégios, como auxílio-moradia de forma ilegal e de uma casa avaliada em R$ 4 milhões excluída do Imposto de Renda.

Serys integra a bancada do PT composta por 12 senadores. Destes, apenas dois (Eduardo Suplicy e Marina Silva) assinaram manifesto que pede a saída temporária do peemedebista do cargo. O documento conta com 41 assinaturas dos 81 senadores, o suficiente para forçar o Conselho de Ética a se manifestar no sentido de ao menos instaurar processo de investigação contra Sarney.

Ela é uma das petistas que não assinaram o manifesto. Nem parece aquela então deputada estadual combativa em Mato Grosso que liderou várias manifestações e ações na Justiça contra os governos Jayme Campos (91/94 e Dante de Oliveira (1995/2002). No poder central, a petista optou por seguir a linha “paz e amor” do presidente Lula. Quando questionada, costuma argumentar que segue a linha do partido e do Palácio do Planalto.

São por posições como essas que Serys, pré-candidata à reeleição, enfrenta desgaste político em Mato Grosso e contribui para manutenção no poder de figuras como José Sarney. No fundo, ela tem lá seus interesses. Ocupa hoje, por exemplo, o cargo de segunda vice-presidência da Mesa Diretora. Sarney é aliado do presidente Lula, que está interessado no apoio do PMDB para a provável candidatura da petista e ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff nas eleições de 2010.

Sem os 12 senadores do PT, Sarney teria uma margem frágil de 38 votos num eventual processo por quebra de decoro parlamentar, já que o número representa menos da metade dos 81 parlamentares. Além de Serys, outros dois petistas sustentam o desejo de que Sarney permaneça no cargo: a líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti (SC) e o sul-mato-grossense Delcídio Amaral.

Fonte: RDNews

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>PT também quer disputar o governo em 2010

Posted on julho 3, 2009. Filed under: Alta Floresta, Amazônia, deputado Ademir Brunetto, eleições 2010, Governador Blairo Maggi, PT de Mato Grosso |

>

O PT – Partido dos Trabalhadores já ensaia a possibilidade de lançar o nome do deputado federal Carlos Abicalil, como candidato ao governo do Estado.

A iniciativa força todos os partidos do arco de alianças, ou pelo menos aqueles que tem condições e nomes para tal, a repaginar acordos e articulações para colocação de seus blocos na rua no primeiro turno das eleições gerais de 2010.

Dep. Federal Carlos Abicalil,PT-Mato Grosso
Dep. Federal Carlos Abicalil,PT-Mato Grosso

A idéia é provocar um segundo turno para facilitar o entendimento entre os partidos do arco de alianças que hoje é comandado pelo governador Blairo Maggi, líder dos republicanos.


Como está difícil o entendimento com todos os partidos, aqueles que sairem coligados poderão se juntar a outros num eventual segundo turno, caminhando para vencer as eleições, após dois mandatos ininterruptos do governador Blairo Maggi.


A idéia que vem sendo discutida colocaria um ponto final inclusive na disputa interna que hoje racha o PT, que tem no seu comando o grupo de Carlos Abicalil e na oposição o da senadora Serys Slhessarenko, que advoga de forma dura e intransigente, considerando-se candidata natural a reeleição.

Abicalil também quer disputar o Senado. Ele sabe que uma disputa com dois candidatos para as duas vagas, pode representar uma derrota para ambos, mas os compromissos assumidos por ele não lhe permitem tentar a reeleição, já que atrás pressionando está o deputado estadual e secretário de Educação, Ságuas Moraes, que também é pressionado pelo seu suplente, Alexandre César.

Ságuas é um dos mais admirados secretários de Maggi.


A ascensão de Abicalil, que é o candidato favorito do presidente Lula, ao contrário da senadora Serys que tem a mão da ministra e candidata a sucessão presidencial, Dilma Roussef, mesmo criticada, agrada até mesmo pessoas ligadas a senadora, como a ex-deputada e secretária-adjunta de educação, Vera Araújo.


Verinha sonha com o seu retorno ao Parlamento Estadual após ser derrotada nas urnas no último pleito.


O mesmo acontece com o deputado Ademir Brunetto que se consolidou como líder político no Nortão de Mato Grosso, demonstrando força ao contribuir para levar o presidente Lula ao município de Alta Floresta.


Lula esteve em seu reduto eleitoral, onde reside, para lançar o programa nacional de regularização fundiária na Amazônia, fato que chamou a atenção do mundo para o seu município.

Fonte: Ponto N

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...