PTB

>PR garante maior bancada com eleição de 6 deputados; confira lista dos deputados estaduais de MT eleitos

Posted on outubro 4, 2010. Filed under: Deputados, deputados estaduais de MT, desputados estaduais de MT, eleições 2010, Mato Grosso, PDT, PPS, PR, PSB, PSDB, PT, PTB |

>Eleições 2010: Sai a lista preliminar dos 24 deputados eleitos e/ou reeleitos, embora a Justiça Eleitoral ainda não tenha totalização 100% dos votos. A maior bancada é do PR, que garantiu 6 das 24 cadeiras. O PMDB do governador reeleito Silval Barbosa passa a dividir a segunda maior bancada com o PP, ambos com 5 representantes na Assembleia. O DEM elegeu 2. Seis partidos só conseguiram uma vaga para a próxima legislatura. São eles: PT, PDT, PSB, PTB, PSDB e PPS.

     Do PR foram reeleitos os deputados Sérgio Ricardo, Sebastião Rezende, Mauro Savi, Wagner Ramos, João Malheiros e Jota Barreto. A bancada do PMDB será representada por Romoaldo Júnior, Baiano Filho, Wallace Guimarães, Nilson Santos e Teté Bezerra. O PP terá a volta de José Riva e Walter Rabello, o ex-prefeito de Reserva do Cabaçao Ezequiel da Fonseca, e os reeleitos Airton Português e Antonio Azambuja.

    O PT assegurou a reeleição do deputado Ademir Brunetto. O deputado Percival Muniz se reelegeu pelo PPS, assim como Guilherme Maluf pelo PSDB, o empresário de Primavera do Leste Zeca Viana pelo PDT e o ex-vereador por Cuiabá Luiz Marinho pelo PTB. Luciane Bezerra, esposa do ex-prefeito de Juara, Oscar Bezerra, garantiu cadeira pelo PSB. Também foi eleito Dilmar Dal Bosco (DEM), irmão do deputado estadual Dilceu Dal Bosco, derrotado como candidato a vice-governador da chapa de Wilson Santos (PSDB). A outra vaga do DEM ficou com o deputado reeleito José Domingos
 
Quem são os deputados eleitos e reeleitos

PR
Sérgio Ricardo
Sebastião Rezende
Mauro Savi
Wagner Ramos
João Malheiros
Jota Barreto
 

PP
José Riva
Ezequiel da Fonseca
Airton Português
Antonio Azambuja
Walter Rabello
 
PMDB
Romoaldo Júnior
Baiano Filho
Wallace Guimarães
Nilson Santos
Teté Bezerra
 
DEM
José Domingos
Dilmar Dal Bosco
 
PSB
Luciane Bezerra
 
PDT
Zeca Viana
 
PPS
Percival Muniz
 
PTB
Luiz Marinho
 
PSDB
Guilherme Maluf
 
PT
Ademir Brunetto
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Prefeito de Cuiabá planeja asfaltar 100% das ruas até final de 2012

Posted on agosto 16, 2010. Filed under: Chico Galindo, Copa do Mundo de 2014, CUIABÁ, Mato Grosso, prefeito de Cuiabá, PTB |

>

Prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), por enquanto, evita comentar sobre a reeleição em 2012

Em quatro meses de administração, o prefeito Chico Galindo (PTB) concentra seus esforços para realizar o maior projeto de pavimentação já realizado em Cuiabá. “Quero terminar meu mandato com 100% de ruas da Capital asfaltadas. Estou trabalhando muito para tornar este sonho em realidade”, planeja o petebista. Para alcançar o que chamou de seu “maior sonho”, o prefeito busca apoio do governo estadual, federal e da iniciativa privada.


Além disso, o gestor municipal disse aguardar com expectativa o anúncio do governo Federal sobre a destinação dos recursos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II). No dia 30 de setembro, o presidente Lula (PT) deve anunciar o montante que será destinado às cidades contempladas pelo programa. Segundo Galindo, os projetos de saneamento e pavimentação para a Capital demandam quase R$ 1 bilhão. “Esses recursos são muito importantes para garantirmos as mudanças necessárias para a realização da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá”, avaliou.


Depois de “superar”, como ele mesmo diz, episódios espinhosos como o problema do lixo e o PAC I, Galindo se prepara para concluir obras e lançar novos programas. Para 2011, ele conta que não pretende fazer mudanças radicais na administração. Contudo, adianta que irá dinamizar o trabalho das secretarias e contratou um serviço de consultoria que estuda possível fusão ou ampliação das pastas. Apesar da hipótese, o prefeito diz que não fará mudanças no staff.


Neste ano, o prefeito conta que irá concluir uma operação tapa-buraco, em que serão investidos R$ 36 milhões em obras de drenagem e pavimentação asfáltica. Por meio de outro convênio com União e Estado, 43 bairros da Capital receberão recursos da ordem de R$ 20 milhões para obras de drenagem de águas pluviais e pavimentação.


Na relação dos bairros beneficiados constam Jardim Presidente, Tijucal, Nova Esperança 1, Jardim Renascer, Senhor dos Passos, Jardim Gramado, Altos do Coxipó, Altos da Boa Vista, Tancredo Neves e Jardim Alvorada.


Depois da paralisação do PAC I, por conta da Operação Pacenas da Polícia Federal, a Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap) passou a atuar nas obras. O prefeito garante que parte delas retornarão no próximo mês.


O PAC na capital está dividido em oito lotes, sendo que no primeiro, está prevista a construção de adutoras e sub-adutoras que beneficiarão os bairros Tijucal, Nova Esperança, São João Del Rey, Pedra 90, Carumbé, Planalto, CPA e adjacências. Esta obra será executada pelo Exército, cujo início está previsto para o mês de setembro, no valor de R$ 18.779.512,61. Outros três lotes retornam as obras em setembro e os quatro que restaram estão em fase de análise do processo licitatório. “Houve um planejamento no início do ano que estamos seguindo à risca”, garante o prefeito.


Mesmo à frente da prefeitura da Capital, Galindo ressalta que não deixa de cumprir suas obrigações político-partidárias. “Minha função é pedir votos para o candidato Wilson Santos e mostrar que ele fez uma administração espetacular da qual estou dando continuidade”, disse. Galindo ainda evita em falar do pleito eleitoral de 2012, quando provavelmente tentará reeleição. “Estou preocupado com o hoje, em fazer uma boa administração”, finalizou.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleições 2010: José Serra faz pré-campanha hoje emo Cuiabá, ao lado de Wilson Santos e Antero

Posted on maio 29, 2010. Filed under: Antero, candidato, CUIABÁ, DEM, eleições 2010, José Serra, PSDB, PTB, Wilson Santos |

>

Num evento suprapartidário, o PSDB, o DEM e o PTB recebem hoje, na Capital, o presidenciável tucano, ex-governador de São Paulo, José Serra. Ele chega ao aeroporto Marechal Cândido Mariano Rondon, em Várzea Grande, às 14h, onde será recepcionado pelos principais líderes das siglas aliadas, como o candidato ao governo, ex-prefeito Wilson Santos, e a presidente regional do PSDB, deputada federal Thelma de Oliveira, além do candidato ao Senado, Antero Paes de Barros, e o senador democrata Jayme Campos. 

José Serra e Wilson Santos em Cuiabá (arquivo)
Os presidentes dos diretórios estaduais do DEM, Oscar Ribeiro, e do PTB, prefeito Chico Galindo, além de representantes do PV e do PPS, também participam do ato. O evento tem o objetivo de dar o pontapé para os planos do PSDB de vencer as disputas à presidência da República e para o comando de Mato Grosso.
 

Conforme a programação da direção do PSDB, o trajeto de Serra ao local do evento, no hotel Fazenda Mato Grosso, deve durar meia hora. O presidenciável, segundo o secretário-geral do partido, Aparecido Alves, participa no evento da mesa de discussões sobre as ações do partido num projeto macro para as eleições de 2010. A ordem dos discursos ainda estava em fase de definição na tarde de ontem. A coletiva à imprensa do presidenciável ocorre no local do evento.
 

O encontro suprapartidário está marcado para ocorrer até às 18h. No entanto, a participação de Serra deve ser encerrada por volta das 17h, quando ele se despede do ato, dirigindo-se ao aeroporto. De acordo com o secretário-geral do PSDB, não está prevista palestra com o líder tucano, mas uma participação efetiva nos debates com as legendas aliadas. A visita dele em ato político do partido surge como uma aposta do grupo para ajudar o projeto de conquistar a vitória nas urnas.
 

No ato o senador Jayme Campos também deve discutir com Serra a possibilidade de assumir a coordenação da campanha tucana à Presidência na região Centro-Oeste. O senador Jorge Yanai (DEM) e outros líderes tucanos, como o ex-prefeito de Sinop, Nilson Leitão, também fazem parte do encontro. Fonte: Diário de Cuiabá


Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Deputados aprovam texto do Ficha Limpa

Posted on maio 5, 2010. Filed under: Deputados, Ficha Limpa, PMDB, PR, PT, PTB |

>

A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quarta-feira o texto principal do projeto Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados por crimes com penas acima de dois anos de prisão. 
Os parlamentares ainda vão analisar várias sugestões que podem alterar o conteúdo original. PMDB, PT, PTB e PR apresentaram um requerimento para que o texto voltasse à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o que atrasaria a apreciação em plenário. 
O documento foi negado e parte das bancadas deixou a sessão. Foram 388 votos favoráveis e somente o deputado Marcelo Melo (PMDB/GO) votou contra.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Wilson Santos será anunciado candidato de Zé Serra e da oposição em MT

Posted on março 12, 2010. Filed under: Antero de Barros, candidatura, DEM, Dilceu Dal, eleições 2010, Jayme Campos, PSDB, PTB, PV, Wilson Santos |

>

Dilceu Dal’Bosco, deputado do DEM


O nome mais provável para ser o candidato a vicel, com bom trânsito político, cujo perfil de votos agrada a aliança – que precisa de alguém com votos no interior, sobretudo na região Norte do Estado. Outro nome que chegou a ser cotado foi o do deputado José Domingos Fraga Filho, ex-prefeito de Sorriso.


Eleições 2010 – Uma pequena margem percentual de diferença para Jayme Campos, senador pelos Democratas, fará do prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, candidato a governador da aliança DEM-PSDB – e que já conta com o respaldo e apoio do PTB. Os números foram conhecidos nesta sexta-feira no final da manhã, numa reunião entre o senador democrata e o prefeito tucano no escritório do ex-senador Antero de Barros, atual marqueteiro político de Santos e dono da Antecipar, instituto de pesquisa. O anuncio oficial será às 16 horas, no plenarinho da Assembléia Legislativa.

Pela manhã, o senador Jayme Campos chegou a dizer, em entrevista a uma emissora de rádio da cidade, que um ponto de diferença, pelo acordo firmado com o PSDB, seria o suficiente para estabelecer quem seria o candidato da aliança. Segundo fontes com acesso ao prefeito de Cuiabá e ao senador Campos garantiram que a margem foi, de fato, pequena entre os dois.

A rigor, nem Jayme e nem Wilson Santos vão divulgar os números aferidos pelos institutos Ibope e Vox Populi. A pesquisa é de consumo interno dos dois partidos e foi encomendada para um fim específico. Ela sequer foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Também pela manhã, em outra emissora de rádio, Wilson Santos dava a entender que, de fato, a diferença entre ele e Jayme Campos seria pequena. O prefeito de Cuiabá também falou em balizamento com Silval Barbosa, vice-governador próximo de assumir o Executivo e candidato ao Governo da aliança PMDB-PR-PT, e ainda de Mauro Mendes, empresário que busca viabilizar sua candidatura num leque de pequenos partidos.

 Wilson Santos e Jayme Campos


A possibilidade de ter melhor desempenho numa avaliação contra Jayme Campos, em verdade, já era esperada pelo prefeito de Cuiabá. Tanto que ele descartou qualquer hipótese de disputar em outubro qualquer outo cargo que não fosse governador. Além disso,o prefeito organizou uma agenda de eventos e inauguração para ocorrer antes do prazo final de desincompatibilização do cargo. Entre as quais, a Avenida das Torres e a ETA do Tijucal, considerados dois marcos de sua administração.

 Wilson vai encarar uma campanha pesada.


Com a definição, o DEM deverá indicar o candidato a vice na chapa. O nome mais provável é de Dilceu Dal’Bosco, deputado estadual com bom trânsito político, cujo perfil de votos agrada a aliança – que precisa de alguém com votos no interior, sobretudo na região Norte do Estado. Outro nome que chegou a ser cotado foi o do deputado José Domingos Fraga Filho, ex-prefeito de Sorriso.

A questão da vice para o DEM, no entanto, não é ponto pacífico. Jayme Campos admitiu nesta sexta-feira que poderá até disponibilizar a indicação para outro partido. “Não podemos fechar nada agora” – disse. Existe o interesse de tentar atrair o Partido Progressista dos deputados José Riva e Pedro Henry para coligação. Além disso, o PPS também está com valorização elevada, especialmente porque o apoio da sigla ajuda a “esvaziar” o pretenso candidato Mauro Mendes. Outro partido que interessa a aliança é o PV.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleição 2010: Em reunião PP abre portas para união com PSDB, DEM e PTB

Posted on setembro 16, 2009. Filed under: candidato, DEM, Eleição 2010, marqueteiro, PP, PSDB, PTB, publicitário |

>

As cúpulas regionais do PSDB, DEM, PTB e do PP podem fechar nesta terça à noite, em reunião no apartamento do prefeito cuiabano Wilson Santos, o arco de alianças com as quatro legendas, visando as eleições gerais de 2010 e, inclusive, já com definição do nome do grupo para concorrer ao Palácio Paiaguás. Até então, os entendimentos estavam limitados aos tucanos, democratas e petebistas. Agora, o PP do presidente da Assembleia José Riva sinaliza para integrar ao bloco. Por outro lado, o pré-candidato situacionista à sucessão estadual, vice-governador Silval Barbosa, tende a atrair para acordo com o seu PMDB o PR do governador Blairo Maggi e ainda o PT.

Estão presentes à reunião Santos, que preside o PSDB estadual, os irmãos Júlio e Jayme Campos, principais vozes do DEM (ex-PFL), o ex-vice-governador Márcio Lacerda, hoje filiado à agremiação tucana, o vice-prefeito da Capital Chico Galindo e o senador Oswaldo Sobrinho (ambos PTB) e José Riva, cacique do PP. Eles colocaram em discussão quem seria o melhor candidato do bloco à sucessão do governador Maggi e tentam “amarrar” acordos, de modo a avançar num entendimento para as quatro agremiações marcharem juntas. O tucanato defende que o nome do grupo ao Paiaguás seja Wilson Santos. Petebistas reforçam a ideia, principalmente porque seria contemplados com o comando da prefeitura, que passaria a ficar sob Galindo a partir de abril do próximo ano, já que o prefeito teria de renunciar.

Democratas concordam que hoje o nome do grupo que melhor pontua nas pesquisas de intenção de voto é o de Wilson Santos, para consideram cedo bater o martelo de imediato. Riva disse que, em que pese o PP integrar hoje a base do governo Maggi, inclusive com o secretário de Ciência e Tecnologia Chico Daltro, particularmente se mostra mais simpático a uma composição com PSDB e DEM do que com o PMDB de Silval. O deputado se declarou disposto a encarar projeto ao Senado.

Um dos critérios para avançar na definição de nomes para chapas majoritárias é de realização de pesquisas quantitativas e qualitativas. O grupo defende que essas amostragens sejam feitas logo. Estuda-se também a contratação do publicitário Duda Mendonça, que foi o marqueteiro da campanha do presidente Lula, para conduzir os trabalhos. (Flávia Borges, Romilson Dourado e Patrícia Sanches)

Fonte: RDNews

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Osvaldo Sobrinho assume vaga de Jaime Campos no Senado

Posted on setembro 10, 2009. Filed under: DEM, Democratas, Dnit, Luiz Antônio Pagot, Manobra política, PTB, Senado, tucanos |

>

Manobra política envolvendo Democratas e tucanos permitiu que, sem cumprir prazos regimentais, nem convocações, o petebista Osvaldo Sobrinho assumisse a vaga do senador do senador licenciado Jaime Campos (DEM), tão logo foi lido e aprovado na Comissão de Constituição e Justiça a renúncia do primeiro suplente, Luiz Antônio Pagot (PR). Com a decisão, Jaime Campos passa a ter apenas Osvaldo Sobrinho como suplente.

Essa manobra política ganhou outros contornos como, por exemplo, as composições com o governo do Estado, já que o DEM e PTB são do arco de aliança que elegeu o governador Blairo Maggi.

Todo o processo começou com o pedido de licença do senador Jaime Campos para tratamento de assuntos particulares. O democrata chamou Pagot e comunicou a licença, e de pronto ele rejeitou a idéia em deixar o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit).

Só que o pior seria a perda do mandato de suplente, o que levou o PR a analisar a possibilidade ingressar na Justiça para que Pagot assumisse e se licenciasse, permanecendo no Dnit e repassando a vaga.

Toda essa engenharia acabou sendo desmontada em uma reunião na manhã de ontem, no Palácio Paiaguás (sede do governo do Estado) entre a cúpula do Partido da República e o governador Blairo Maggi, quando ficou decidido que Pagot ainda pela manhã renunciaria a primeira suplência em prol de Mato Grosso, ou seja, o Estado e os investimentos que o Dnit mantém são mais importantes do que o mandato temporário de senador para o PR.

O presidente do PR, Wellington Fagundes, disse que como candidato e político o senador Jaime Campos tomou a decisão que melhor lhe convinha, mas que isto não afasta o DEM do arco de alianças e do apoio ao governo Maggi.

Só que a situação já estava tão definida, que nem bem Pagot renunciou, e Osvaldo Sobrinho que já se encontrava em Brasília fosse convocado e empossado, fato pouco corriqueiro dentro do Senado.

A licença de menos de 120 dias não exige a convocação do suplente, o que garantiria a permanência de Pagot como primeiro suplente, mas não permitiria que Osvaldo Sobrinho assumisse.

Fonte: A Gazeta


Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...