Raúl Castro

>Cuba vai demitir meio milhão de funcionários públicos até 2011

Posted on setembro 14, 2010. Filed under: agricultura, construção, Cuba, demitir, Educação, empregos, Fidel Castro, funcionários públicos, polícia, Raúl Castro, Sindicato |

>

Foto: / Reuters

Cuba vai eliminar mais de meio milhão de empregos até o primeiro trimestre de 2011, numa tentativa de elevar a produtividade e tornar sua economia mais eficiente, anunciou nesta segunda-feira o sindicato único de trabalhadores, em uma das mudanças de rumo mais importantes decidida pelo governo em décadas.
O presidente cubano, Raúl Castro, anunciou em abril um plano que prevê a demissão de mais de 1 milhão de funcionários públicos nos próximos cinco anos, como parte de suas reformas moderadas para melhorar a produtividade do trabalho e elevar a qualidade dos serviços.
“Dentro do processo de modernização do modelo econômico e das previsões da economia para o período de 2011-2015, está prevista a redução de mais de 500 mil trabalhadores do setor estatal”, disse a Central de Trabalhadores de Cuba.
“O calendário para a execução do plano foi traçado pelos organismos e empresas até o primeiro trimestre de 2011”, acrescentou a central, em texto publicado pela imprensa local.
O Estado é o maior empregador em Cuba, e a decisão de eliminar 20 por cento de sua força de trabalho deixa muitos trabalhadores na incerteza em relação a seu futuro.
O governo assegurou que ninguém ficará desamparado e ofereceu recolocar os funcionários excedentes em outros setores que historicamente são deficitários de mão-de-obra no país, como a agricultura, a construção, a educação e a polícia, entre outros.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Cuba aceita libertar presos políticos

Posted on julho 7, 2010. Filed under: Cuba, Igreja Católica, presos políticos, Raúl Castro, regime comunista |

>

DivulgaçãoRAÚL CASTRO

<!– function paginaSlideShow238687(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i<10; i++) { try { if (document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display == "") { index = i; } document.getElementById("img_" +id+ "_" +i).style.display = 'none'; document.getElementById("link_" +id+ "_" +i).style.fontWeight = ''; } catch (e) {} } switch (num) { case "+": if ((index != -1) && (index 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A Igreja Católica de Cuba informou nesta quarta (7)  que o regime comunista da ilha aceitou libertar pelo menos 47 presos políticos nos próximos quatro meses. O anuncio foi feito após uma reunião entre o presidente cubano Raúl Castro, e o cardeal Jaime Ortega, arcebispo de Havana. Participou ainda do encontro o ministro das Relações Exteriores da Espanha, Miguel Angel Moratinos, que foi à ilha para ajudar nas negociações. Os presos fazem parte do grupo de 75 dissidentes presos em março de 2003, após desafiar o regime comunista. Entre eles estão líderes comunitários e jornalistas.
 
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...