Rio Cuiabá

>Garoto de apenas 4 anos desaparece no Rio Cuiabá

Posted on dezembro 26, 2010. Filed under: Rio Cuiabá |

>

Uma criança de apenas quatro anos de idade desapareceu enquanto se banhava no Rio Cuiabá no final da tarde deste sábado de natal (25). O Corpo de Bombeiros realiza buscas pela área, mas a criança ainda não foi encontrada.

 Rio Cuiabá
O incidente aconteceu nas proximidades do Parque Atalaia. Informações extraoficiais dão conta de que a criança estava acompanhada de familiares comemorando o feriado natalino. O nome da vítima do afogamento ainda não foi divulgado.

De acordo com um oficial do Corpo de Bombeiros, a probabilidade de o garoto ser encontrado com vida é pequena, mas não pode ser ignorada. “Se ele afundou, vai ser muito difícil que tenha sobrevivido, mas pode ser que não tenha se afogado”.

As dificuldades da busca, de acordo com o Corpo de Bombeiros, estão na profundidade que de algumas partes do rio e na correnteza, que em certos trechos é muito forte. A força da água pode ter levado o garoto para longe.

Equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros estão trabalhando nas buscas por toda a região. Após suspensa, a procura só deverá ser retomada neste domingo (26) pela manhã. As buscas se iniciaram por volta das 17h deste sábado.

Soldados do  Corpo de Bombeiros resgata o corpo do garoto

Bombeiros encontram corpo de criança de 4 anos no Rio Cuiabá

O Corpo de Bombeiros encontrou na manhã deste domingo, 26 de dezembro, o corpo da criança que havia se perdido no final da tarde de ontem no Rio Cuiabá. As buscas por Pedro Henrrique Batista Carvalho haviam sido suspensas no início da noite de ontem e foram retomadas hoje pela manhã.

Pedro Henrrique era filho de Carlos Bispo Carvalho e Aliana Batista Leite. Ele era morador do bairro Areão e tinha apenas quatro anos de idade. Informações extraoficiais dão conta de que a criança se banhava no Rio Cuiabá com alguns familiares no momento do incidente.

Ela se havia se perdido na região do Parque Atalaia. Trechos mais profundos do rio e a forte correnteza atrapalharam as buscas dos Bombeiros, que só conseguiram finalizar a procura nesta manhã.

Equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros fizeram as buscas pela criança por horas neste sábado de natal, com a expectativa de ainda encontrá-la com vida. Mas a chegada da noite obrigou que a operação fosse suspensa por algumas horas.

O corpo foi encontrado por volta de 8h30 de hoje e já foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IM L). Fonte: Olhar Direto

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Superfaturamento e a rua

Posted on maio 4, 2010. Filed under: BNDES, Mauro Mendes, Rio Cuiabá, Silval Barbosa, superfaturamento, Wilson Santos |

>por Alfredo da Mota Menezes

Não param, de uns tempos para cá, os comentários sobre os seguidos acontecimentos no estado. Operação Pacenas, crise no Judiciário e agora o tal superfaturamento nas máquinas. Recolhi alguns deles.

Uma das perguntas da rua é saber quem vai sofrer mais desgastes políticos, Wilson Santos (caso Pacenas) ou Silval Barbosa. Há quase consenso que o caso atual é mais melindroso e mais perto da eleição. Além disso, por uns dois meses, fica-se na espera do resultado da investigação e, ao longo dela, podem surgir fatos novos que talvez sejam levados para a opinião pública.

Ouvi gente dizer que nunca viu uma jogada tão bem bolada como a compra dos maquinários para as prefeituras. Explicam com ar de maldade. Um, o empréstimo do BNDES tem dois anos de carência e vários para ser pago. Outros governos pagariam. Dois, os eleitores dos municípios beneficiados ficaram felizes com as máquinas recebidas. Três, fez-se forte divulgação do assunto no estado todo.

Quatro, a compra das máquinas ainda renderia recursos para a campanha eleitoral deste ano. O dinheiro pago a mais seria para o caixa da campanha. Que o que as empresas estão devolvendo deve ser o dinheiro que seria usado mais tarde. Veneno puro.

Outro comentário é que o governo fez boa divulgação pelos meios de comunicação da entrega das máquinas aos prefeitos. Uma divulgação que chegou à população. Agora, com o caso do superfaturamento, o povo lembra rápido da distribuição das máquinas. Se o que está acontecendo fosse mais à frente, ou se, absurdamente falando, a propaganda fosse menor, o fato atual chegaria com menos força à maior parte da população.

Tem gente que associa as demissões no governo com o que aconteceu com o DEM em Brasília. Ali, por pressão do senador Demóstenes Torres, a direção nacional desse partido pediu a cabeça dos implicados, até mesmo do governador Arruda. Com isso diminuiu um pouco a fala contra o partido. O DEM passou a alegar que não passava a mão na cabeça dos que erraram. No fundo queria dizer que, no caso do mensalão, o PT deveria ter feito a mesma coisa.

Em MT, no caso da Funasa com gente do PMDB e agora das máquinas, tomaram-se as mesmas medidas tomadas em Brasília. Isso pega bem junto à população.

Outro aspecto comentado é que a Serys pede providências sobre o caso das máquinas e cobra que o Abicalil, presidente do PT, faça o mesmo. Procura colocá-lo em situação desconfortável. Rescaldo ainda da disputa entre os dois para o Senado.

Fazem-se também paralelos entre o inferno astral que passa a candidatura Silval Barbosa com o que passou antes o Wilson Santos com a Operação Pacenas, greve dos médicos e o caso Conspavi-ETA Tijucal.

Agora seria a vez do Silval com a demissão de Kamil Fares da Saúde, área escolhida como prioridade eleitoral no Vale do Rio Cuiabá. A saída do Kamil passou o recado de que não será fácil fazer o que se propôs fazer. E agora o caso das máquinas.

É quase unânime o ponto de vista que quem mais se beneficiou disso tudo foi a candidatura Mauro Mendes.

O comentário mais doído é a constatação das pessoas de que o serviço público no Brasil tem tendência à corrupção. Uma praga que caminha com a gente desde o período colonial.

Alfredo da Mota Menezes – E-mail: pox@terra.com.br; site: http://www.alfredomenezes.com

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...