Senador

>Para Collor: ‘Lula melhorou o que fiz’

Posted on agosto 12, 2010. Filed under: Collor, Eleição, fora Collor, Lula, política, Senador |

>

O senador Fernando Collor (PTB), candidato ao governo de Alagoas, disse ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em sua opinião, é o melhor presidente da História do país.

Em entrevista a uma rádio alagoana — durante a qual ostentava dois adesivos, um dele e outro da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff —, Collor elogiou Lula por ter seguido uma agenda que, segundo o senador, foi implantada por ele quando ocupou a Presidência, “e melhorando o que eu fiz”:

— O presidente Lula, a meu modo de ver, é o melhor presidente que o Brasil já teve.

Na entrevista, Collor disse que, se ganhar as eleições, pode não concluir o mandato, para entrar em outra disputa eleitoral em 2014.

— Não sei dizer (se deixaria o mandato antes), depende das circunstâncias políticas, depende de muitos fatores. Mas o que desejo é fazer um governo à altura das expectativas dos alagoanos — disse.

Collor pediu desculpas por ter xingado o repórter Hugo Marques, da revista “IstoÉ”, mas não ao jornalista:

— Ele cometeu má-fé (por ter divulgado um trecho da gravação de um telefonema, no qual Collor o chama de “filho de uma puta”). Já tenho apanhado tanto, sofro tanto, não perdi minha capacidade de me indignar.

Ontem, as ruas do Centro de Maceió foram palco de tensão e quase confronto durante um ato surpresa organizado pela Juventude do PTB a favor do ex-presidente e contra o protesto “Fora Collor”, de movimentos sociais e representantes da sociedade civil organizada, marcado desde semana passada.

Um dos organizadores do ato dos colloridos era o prefeito de Traipu, Marcos Santos (PTB), preso por corrupção e solto graças a uma liminar. O local e a hora dos dois atos foram os mesmos. No encontro das passeatas, cada uma com cerca de 500 pessoas, foi necessária a presença do Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar.

O TRE reforçou a segurança, para evitar quebra-quebra diante de sua sede, onde os manifestantes se encontraram. Carros de som do “Fora Collor” repetiam parte da conversa gravada entre Collor e o jornalista Hugo Marques. Mas não houve confronto.

Fonte: Blog do Noblat

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleições 2010: Vox Populi apontam Blairo e Antero na liderança de inteção de votos para o Senado

Posted on março 24, 2010. Filed under: Antero Paes de Barros, Blairo Maggi, Carlos Abicalil, eleições 2010, pesquisa, Senado, Senador, Serys Slhessarenko, Vox Populi |

>

O Jornal Diário de Cuiabá publica na edição desta quarta-feira, 24 de março, o resultado da pesquisa Vox Populi com intenção devotos para Senador nas eleições de 2010. Publicamos o  resultado aqui, mas se deseja você também acessar o site do jornal.
 Governador Blairo Maggi
Com 58% da preferência no primeiro voto e entre 20% e 14% – conforme o candidato do PT – no segundo voto, o governador Blairo Maggi (PR) lidera com folga a disputa pelas duas vagas ao Senado por Mato Grosso, nas eleições de outubro. É o que aponta a pesquisa contratada pelo Diário junto ao Vox Populi, realizada entre os dias 7 a 10 de março, com 1.000 entrevistas em 40 municípios de Mato Grosso.

 Antero de Barros
Em segundo lugar aparece o ex-senador Antero Paes de Barros, do PSDB. Os pré-candidatos do PT, deputado Carlos Abicalil e senadora Serys Slhessarenko travam uma apertada disputa pelo terceiro lugar.

No cenário em que o candidato do PT é o deputado Carlos Abicalil, Maggi lidera a opção do primeiro voto com 58% das intenções, Antero Paes de Barros é o segundo com 15% e Carlos Abicalil é o terceiro, com 10%. O procurador da República José Pedro Taques, sem partido, aparece com 1% das intenções, o mesmo índice do senador Gilberto Goellner, do DEM. Os que votam em branco, nulo ou em nenhum candidato são 2%. Indecisos são 13%.

Já o segundo voto, neste cenário, é liderado por Antero Paes de Barros com 27%, seguido por Maggi, com 20%. Abicalil é o terceiro com 11% e Pedro Taques surge em quarto com 4%. Gilberto Goellner tem a preferência de 2%. Branco, nulo ou em nenhum candidato atingem 6%. E os indecisos para o segundo voto sobem para 30%.

A soma do primeiro e do segundo voto indica que Maggi tem 40% da preferência, Antero com 20%, Abicalil com 11% e Pedro Taques e Gilberto Goellner com 1% cada.

Abicalil e Serys – a grande discordia no PT de Mato Grosso
Já no cenário com a Senadora Serys Slhessarenko, Blairo Maggi mantém a liderança do primeiro voto com os mesmos 58%. Antero Paes de Barros é o segundo com 16% e Serys aparece em terceiro, com 4%. Gilberto Goellner vem em seguida com 2%. Neste cenário, no lugar de Pedro Taques, o Vox Populi, avaliou o deputado Percival Muniz (PPS), que também obteve 2%. Nesta modalidade pesquisada, os que votam em branco, nulo ou em nenhum candidato são 2% e os indecisos são 16%.

O segundo voto é liderado novamente pelo tucano Antero Paes de Barros, com 20%. Só que o segundo lugar, desta vez, é da senadora Serys Slhessarenko, com 20%. Blairo Maggi é o terceiro com 14%. Muniz sobe para quarto com 7% e o democrata Gilberto Goellner aparece com 3%. Neste cenário o índice de indecisos se manteve em 30% para a segunda opção e os que votam em branco, nulo ou em nenhum candidato são 4%.

A soma dos votos, neste cenário, aponta Maggi com 38%, Antero tem 19%, Serys 11%, Percival com 4% e Goellner 3%.

Na intenção de voto espontânea, quando os pesquisadores não apresentam os nomes dos candidatos, Maggi lidera a opção do primeiro voto com 15%, Serys e Antero dividem a segunda posição com 2% cada. Carlos Abicalil é lembrado por 1%. Os indecisos são 78%. No segundo voto espontâneo, Antero Paes de Barros lidera com 23%, seguido por Blairo Maggi com 11%. Abicalil e Serys empatam em terceiro com 9% da preferência para cada candidato do PT. Pedro Taques surge com 5% e Wilson Santos é lembrado por 4%. Os indecisos caem para 34% no segundo voto para o senado.

A soma dos votos da primeira e segunda opção espontânea, apresenta Maggi com 14%, Antero 5%, Serys e Abicalil com 3% cada, Pedro Taques e Wilson Santos com 1% e 70% ainda estão indecisos.

O candidato ao Senado mais conhecido pelo eleitor é Blairo Maggi, todos o conhecem e 79% afirmam o conhecer muito bem. O menos conhecido é Gilberto Goellner, com 62% dos entrevistados afirmando não o conhecer. Pedro Taques é desconhecido para 47% dos eleitores. Na disputa interna do PT, Abicalil e Serys possuem números bem semelhantes de pessoas que os conhecem e, também, quem não os conhece (9% para Serys e 11% para Abicalil).

Na avaliação dos candidatos, Maggi tem uma avaliação positiva para 81% e negativa de apenas 3%. Antero é o segundo, avaliado positivamente por 47% e negativamente por 6%. Novamente os petistas Carlos Abicalil e Serys Slhessarenko possuem números bem próximos: Abicalil, 44% positivo e 8% negativo; Serys, 40% positivo e 12% negativo.

Os eleitores afirmaram que a possibilidade de voto em Blairo Maggi é grande para 79%. Já para Antero cai para 49%, Abicalil com 40% e Serys 38%.

Metodologia – A pesquisa do Vox Populi foi realizada entre os dias 7 e 10 de março. Foram feitas 1.000 entrevistas, com moradores e eleitores com mais de 16 anos, em 40 municípios de todo o estado. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de ‘survey’, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. A margem de erro, para o total do estudo é de 3,1%, estimada em um intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral/MT com o protocolo no 4083/2010, no dia 9 de março.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleição 2010: Ibope aponta Mauro Mendes na liderança com 34% em Cuiabá

Posted on dezembro 24, 2009. Filed under: CUIABÁ, Eleição 2010, Ibope, Jaime Campos, juiz federal, Julier Sebastião, Liderança, Mauro Mendes, Senador, Silval Barbosa, Wilson Santos |

>

Pesquisa do Ibope realizada em Cuiabá, a qual A Gazeta teve acesso com exclusividade, revela que, se as eleições fossem hoje, o empresário Mauro Mendes (PSB) seria eleito governador de Mato Grosso com 34% dos votos, seguido do prefeito da Capital, Wilson Santos (PSDB), com 18%. A grande surpresa foram as intenções de voto ao juiz federal Julier Sebastião da Silva, que aparece tecnicamente empatado em terceiro lugar com o vice-governador Silval Barbosa e o senador Jaime Campos.

O senador Jaime Campos (DEM) e o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) ficaram com com 8% das intenções de voto, e o juiz Julier Sebastião (sem filiação partidária) aparece empatado com os dois, com 7%. Conforme a legislação eleitoral, o juiz pode se filiar a um partido político até seis meses antes da eleição, ou seja, em abril de 2010.

Os números do Ibope sobre a perspectiva eleitoral para 2010 demonstram que, mesmo com a máquina estatal a seu favor, e com o intenso apoio do governador Blairo Maggi, o vice-governador Silval Barbosa aparece com baixo percentual de intenção de votos em Cuiabá, tecnicamente empatado com o juiz Julier Sebastião, que sequer confirmou publicamente a intenção de disputar o governo do Estado. Em todos os cenários avaliados, Silval Barbosa obteve, no máximo, 15% das intenções de voto. Ao menos 17% dos eleitores sondados disseram que votariam em branco ou nulo, e 8% não souberam, ou não quiseram responder à pesquisa.

A pesquisa foi encomendada por um grupo de empresários de Cuiabá e realizada na modalidade estimulada, quando o eleitor é apresentado a um cartão com o nome dos postulantes ao cargo. O intervalo de confiança estimado é de 95% e margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. A sondagem foi realizada entre os dias 13 e 17 de novembro, com 504 entrevistados residentes na Capital.

No cenário dois da pesquisa estimulada, onde é omitido o nome do senador democrata Jaime Campos, as intenções de voto para o pré-candidato ao governo, Mauro Mendes, saltam de 34% para 37%.

A sondagem considerou quatro cenários, com os nomes dos postulantes ao cargo (Mauro Mendes, Wilson Santos, Jaime Campos e Silval Barbosa). Em todos os cenários, o Mauro Mendes (PSB) lidera a corrida pelo Palácio Paiaguás.

Contudo, o percentual de intenção de votos atribuído ao empresário é menor do que o efetivamente obtido na eleição de 2008, quando ele disputou o cargo de prefeito de Cuiabá com o prefeito Wilson Santos, do PSDB.

No ano passado, Mauro Mendes obteve 39,53% dos votos válidos no segundo turno, somando um total de 114.432 votos. Na pesquisa do Ibope, em todos os cenários, ele não ultrapassou 38%.

Os números da pesquisa indicam que o eleitorado de Mauro Mendes não é fiel e que ele não está conseguindo capitalizar possível desgaste da administração do tucano Wilson Santos frente à prefeitura de Cuiabá.

Ainda no cenário dois da pesquisa, na ausência de Jaime Campos, o prefeito de Cuiabá Wilson Santos sobe apenas um ponto percentual e fica com 19% das intenções de voto, enquanto o vice-governador Silval Barbosa surge em terceiro lugar, com 9%, mais uma vez tecnicamente empatado com o juiz Julier Sebastião (7%). Votos brancos e nulos somaram 19% e 9% não souberam ou não quiseram responder.

Nome – Quando a pesquisa estimulada omite o nome do prefeito Wilson Santos, o eleitorado migra de maneira quase uniforme para os demais postulantes ao cargo de governador, sem direcionar o voto para nenhum candidato em especial.

Neste cenário, o empresário Mauro Mendes cresce quatro pontos percentuais e obtém 38% das intenções de voto, contra os 34% quando compete com todos os demais pré-candidatos.

O senador Jaime Campos e o vice-governador Silval Barbosa sobem três pontos percentuais e ficam em segundo lugar, ambos com 11% das intenções de voto. Mas, devido à margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, eles continuam empatados tecnicamente com o juiz Julier Sebastião, que obteve o índice de 9%.

O número de votos brancos e nulos sobre de 17% para 20% e o quantitativo de pessoas que não souberam ou não quiseram responder aumenta em quatro pontos percentuais, de 8% para 12%.

Mas, conforme a pesquisa, o eleitorado se comporta de forma diferente na mão inversa. Ou seja, na simulação que omite o nome do pré-candidato Mauro Mendes, as intenções de voto em Wilson Santos saltam seis pontos percentuais, de 18% para 24%, a maior variação de todas os cenários, e coloca o tucano em primeiro lugar na corrida pelo Palácio Paiaguás.

Caso Mauro Mendes não seja candidato, o vice-governador Silval Barbosa, que obteve neste cenário da pesquisa 15% das intenções de voto, vai para o segundo turno com o prefeito Wilson Santos. O senador Jaime Campos está, nesta simulação, tecnicamente empatado com Silval Barbosa, com 13% das intenções de voto. E o juiz Julier Sebastião surge em terceiro lugar, com 10%.

Avaliação – Conforme a pesquisa Ibope, o governo Blairo Maggi (PR) continua bem avaliado pelo eleitorado de Cuiabá, onde 57% dos entrevistados responderam que a gestão é ótima ou boa. Outros 31% disseram que a administração de Blairo Maggi é regular e apenas 9% a classificaram como ruim ou péssima. 2% não souberam ou não quiseram responder ao questionário da pesquisa.

Já o prefeito da Capital, Wilson Santos (PSDB), teve a aprovação de 29% dos entrevistados, que classificaram sua gestão como ótima ou boa. O mesmo percentual de entrevistados disse que a gestão de Wilson Santos na prefeitura de Cuiabá é regular. 40% classificaram como péssima a atual administração da prefeitura e 2% não souberam ou não quiseram responder. Transferência de votos – Apesar da boa avaliação por parte do eleitorado, a pesquisa revela que o governador Blairo Maggi não transfere votos para os candidatos. 57% dos entrevistados disseram que o apoio político de Blairo Maggi não afetaria sua decisão no momento de escolher o próximo governador do Estado. E apenas 28% disseram que esse apoio poderia influenciar em sua decisão.

Já o presidente Lula surge com maior potencial de transferir votos. De acordo com a pesquisa, 51% disseram que não votariam em um candidato por indicação do líder petista, mas 38% confirmaram que votariam em um candidato apoiado por ele. O presidenciável do PSDB, José Serra, é o que surge com menor capacidade de influenciar o eleitor de Mato Grosso. 67% apontaram que o apoio de Serra não afetariam sua decisão e apenas 14% disseram que votariam em um candidato ao governo indicado por ele.

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Eleição 2010: Em pré-campanha, o senador de MT, Jayme Campos já usa jato que custa 3 milhões de dólares

Posted on dezembro 21, 2009. Filed under: executivo, Senador, Várzea Grande, Very Light |

>

O senador e pecuarista Jayme Campos não é fraco. Pré-candidato a governador pelo DEM, ele acaba de adquirir um avião jato executivo Very Light, o Phenom 100, que custa cerca de US$ 3 milhões. A intenção do parlamentar é queimar “gasolina azul” em pré-campanha Mato Grosso afora. Como seu mandato no Congresso Nacional se estende até 2014, Jayme, que já foi prefeito de Várzea Grande por três mandatos e governador (91/94), nada tem a perder. Se vier a ser derrotado ao Palácio Paiaguás, continuará senador até 2014. Ele nem precisa de licenciar para disputar a sucessão do governador Blairo Maggi.
O senador Jayme Campos, com seu ex-secretário de Fazenda Juarez Pizza atrás

Lançado em 2005 em Orlando (EUA), o Phenom 100 da Embraer comprado por Jayme pode transportar até 8 ocupantes. Com quatro pessoas a bordo, o avião é projetado para decolar em distâncias curtas e é capaz de voar a 41 mil pés (12,5 mil metros) de altitude. Antes, Jayme utilizava um Xingu e um jato executivo inglês Hawk. O senador integra um safra de políticos-empresários com elevado patrimônio financeiro. Possui, por exemplo, diversas fazendas, imóveis urbanos e empresas, entre elas frigoríficos. Seu salário como senador, de R$ 15 mil mensais, pouco representa diante da fatia que movimenta anualmente com atividades na vida privada.

Vários outros políticos mato-grossenses possuem aviões, sob argumentos de que precisam estar presentes nas mais longínquas regiões e de olho no reforço de suas bases visando o pleito de 2010. O governador Blairo Maggi, acionista do Grupo Amaggi que detém um conglomerado de empresas, tem três aviões. O deputado estadual e também empresário Otaviano Pivetta é outra que se desloca para os municípios utilizando sua própria aeronave.

O deputado federal de quinto mandato e pecuarista Wellington Fagundes é proprietário de um Sêneca, de cor branca e verde. Custa cerca de R$ 300 mil. Ele utiliza o bimotor para as viagens ao interior tanto para “fazer política” quanto nos negócios. Ele comanda empresas de comunicação em Barra do Garças, Jaciara, Tangará da Serra e Rondonópolis, onde reside. Sua família é dona de hotéis, chácaras e outras empresas. Há cerca de três anos, o ex-deputado estadual e hoje federal Eliene Lima (PP) pagou cerca de R$ 200 mil numa aeronave monomotor. O presidente da Assembleia, deputado José Riva (PP), possui um jato turbo-hélice chain.

O vice-governador Silval Barbosa também usufrui de uma aeronave bimotor, assim como o deputado federal Pedro Henry (PP) e o deputado estadual e empresário Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB). Alguns políticos omitem possuir aviões, enquanto outros declaram a propriedade, mas com valores completamente fora de mercado. (Romilson Dourado)

Fonte: RDNews

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Senador Expedito Júnior está em 1º lugar nas pesquisas para governador de RO e é cassado pelo TSE e STF

Posted on outubro 29, 2009. Filed under: eleições 2010, Expedito Júnior, IRPE, Rondônia, Senador, STF, TSE |

>

Condenado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por compra de votos e abuso do poder econômico nas eleições de 2006, o senador Expedito Júnior (PSDB-RO) lidera pesquisa para as eleições ao governo de Rondônia em 2010.

O senador Expedito Júnior (PSDB-RO) Expedito deve ser retirado do seu cargo amanhã

Expedito deve ser retirado do seu cargo de senador amanhã. Devido à decisão do STF da quarta-feira (28), o Senado deve empossar no lugar vago o senador derrotado nas urnas, Acir Marcos Gurgacz (PDT).

Apesar das condenações nos dois tribunais, Expedito teria 25% dos votos segundo pesquisa do Instituto Rondoniense de Pesquisa e Estatística (IRPE).

Em segundo lugar, aparecem empatados Natan Donadon (PMDB), com 14,4% das intenções de voto, e Confúcio Moura (PMDB), com 12,1%. Eduardo Valverde teria 8,1% dos votos e João Cahula (PPS), 4,1%. Outros 12,3% dizem não saber em quem votariam e 14,3% não opinaram.

A pesquisa, divulgada nesta quinta-feira (29), foi feita entre os dias 1º e 16 de outubro de 2009 com 2.084 eleitores em 22 municípios do Estado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Fonte: UOL #uolcelular { clear: both; margin:1.5em 0 0 0; font-size:0.8em; } #uolcelular h3 { background:#efefef;color:#000;font:bold 1.1em arial;padding:3px;height:12px;display:block;margin:0;padding-left:1em;} #uolcelular #borda { height:3em;border:1px solid #efefef;color:000;font:normal 13px arial;background:url(http://img.uol.com.br/wap-ico.gif) 1em 0.4em no-repeat;padding:0;padding-top:1.1px; } #uolcelular #borda #txtCel { margin: 0.2em 0 1em 4em; *margin-bottom:1em; } #uolcelular #borda #txtCel a {color:#666666; text-decoration:none; } #uolcelular #borda #txtCel a:hover { text-decoration:underline; } #uolcelular #borda #txtCel a strong {color:#000000;}

Ler Post Completo | Make a Comment ( 1 so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...