superávit

>A balança comercial brasileira registrou superávit na segunda semana de dezembro

Posted on dezembro 13, 2010. Filed under: superávit |

>

A balança comercial brasileira registrou superávit de oitocentos e sessenta e seis milhões de dólares na segunda semana de dezembro, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento. O saldo na semana anterior foi de quinhentos e oitenta milhões. As exportações somaram 4 bilhões seiscentos milhões de dólares e as importações, 3 bilhões setecentos e trinta e seis milhões.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Panetonegate no DF: Vídeo mostra a ‘gratidão’ de Prudente

Posted on dezembro 7, 2009. Filed under: Distrito Federal, empregos, impeachment, OAB, Panetonegate, PMDB, protocolar, Serra, superávit |

>

<!– function paginaSlideShow217379(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Novas imagens divulgadas nesta segunda (7), pelo telejornal DFTV, mostram o presidente licenciado da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente, recebendo novo montante de dinheiro do ex-secretário do governo do DF Durval Barbosa. No vídeo, Prudente agradece os “favores” de Durval e cita uma das ajudas do amigo. “Durval, rapaz, eu sou grato a você, rapaz. Eu já falei isso não foi mais de uma vez. Foi duzentas vezes. Eu não esqueço as pessoas que me ajudam, não. Não sou ingrato, não”, diz Prudente no novo vídeo. Em outra parte do diálogo, Prudente cita a ocasião onde Durval supostamente exerceu tráfico de influência. “Lembra quando o Arruda, quando o Roriz demitiu meu povo na Secretaria de Trabalho? Tava tudo demitido e você chegou e contratou eles lá na Codeplan, pra mim? Antes de contratar eu passei a lista pra você. Durval, são essas pessoas aqui e esse é o salário. Você me ajudou e ajudou a pagar o salário desse pessoal”.

Justiça dá até 17h para manifestantes desocuparem Câmara Legislativa do DF

<!– function paginaSlideShow217404(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A Justiça do DF deu até as 17h desta segunda-feira para os manifestantes desocuparem Câmara Legislativa do Distrito Federal. Após esse horário, a Polícia Militar foi autorizada a cumprir a decisão de reintegração de posse. Os estudantes e sindicalistas que ocupam o plenário da Casa desde a última sexta-feira, já prometeram que vão resistir à ordem.

Escândalo: CNJ condena imagens

<!– function paginaSlideShow217399(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Gilson Dipp, afirmou nesta segunda (7) que as imagens gravadas pelo ex-secretário do governo do DF Durval Barbosa denunciando o “DEMsalão” são “chocantes e sem espaço para impunidade”. Para Dipp, é necessário apuração no caso “sem que haja espaço para morosidade”. O ministro defendeu ainda ações de improbidade mais práticas e efetivas. E criticou o excesso de recursos que, para ele, não beneficiam nem a ampla defesa do acusado.

Crise cortou 20 milhões de empregos

<!– function paginaSlideShow217396(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Relatório divulgado nesta segunda (7) pela Organização Internacional do Trabalho mostra que mais de 20 milhões de postos de trabalho foram cortados desde o início da crise econômica mundial, em outubro de 2008. Nos países ricos foram 10,2 milhões enquanto nas economias em desenvolvimento, 10,7 milhões de empregos foram cortados ano passado, sendo quase 9 milhões apenas no primeiro trimestre de 2009. De acordo com as perspectivas da OIT, os países ricos só retomarão os níveis pré-crise após 2013. Já as economias emergentes, segundo a organização, se recuperarão em 2011. No entanto, o relatório ainda alerta que quase 43 milhões de pessoas correm o risco de serem excluídas do mercado de trabalho.

OAB protocola impeachment de Arruda

<!– function paginaSlideShow217393(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Cezar Britto, o diretor da OAB Nacional, Ophir Cavalcante Junior, e a presidente da OAB do Distrito Federal, Estefânia Viveiros, estão neste momento protocolando, na Câmara Legislativa do DF, o pedido de impeachment do governador José Roberto Arruda, e do vice-governador, Paulo Octávio, denunciados por suposto envolvimento em esquema de distribuição de propinas à base aliada. Presentes ao ato, também, os presidentes das Seccionais da OAB do Amapá, Washington Caldas; Amazonas, Aristófanes Bezerra; Bahia, Saul Quadros; Pernambuco, Jaime Asfora; Rio de Janeiro, Wadih Damous; Rio Grande do Sul, Claudio Lamachia; Roraima, Antonio Oneildo; São Paulo, Luiz Flávio D’Urso, e Tocantins, Ercílio Bezerra, além de diversos conselheiros federais da OAB.

Desmantelada fraude de U$53 milhões em vistos de trabalho nos EUA

<!– function paginaSlideShow217391(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Um gigantesco esquema de falsificação de vistos de trabalho temporário nos EUA foi desmantelada hoje no Brasil com a prisão de 11 suspeitos em quatro estados, segundo a Associated Press. O consulado americano em São Paulo acredita que 4,5 mil brasileiros foram vítimas da fraude desde 2002, num dos maiores casos do gênero até agora. A investigação começou em 2003. O consulado não soube informar se e quantos receberam os falsos vistos.

Eleições 2010: Serra lidera com 38%

Foto
JOSÉ SERRA

<!– function paginaSlideShow217387(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Na corrida pela Presidência da República em 2010, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), aparece na liderança com 38% das intenções de voto em novembro. Segundo a pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta segunda (7), a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pré-candidata do PT, aparece em segundo lugar com 17% e, em seguida, Ciro Gomes (PSB) conta com 13%. A senadora Marina Silva (PT-AC) aparece em quarto lugar na disputa, com 6% dos votos em novembro. Os votos brancos, nulos e os eleitores que não responderam somam 25%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, com grau de confiança de 95%.


PMDB-DF discute apoio a Arruda

<!– function paginaSlideShow217383(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O diretório do PMDB no Distrito Federal se reúne nesta segunda (7) para avaliar a permanência do partido no governo de José Roberto Arruda (DEM-DF). O democrata é acusado de liderar um suposto esquema de corrupção. A discussão ocorre após peemedebistas serem citados em conversas do ex-secretario do DF Durval Barbosa sobre um suposto pagamento de propina. Entre os beneficiários do mensalão do DEM, estariam envolvidos o presidente da Câmara, Michel Temer (SP), o líder do partido na Casa, Henrique Eduardo Alves (RN), e os deputados federais Eduardo Cunha (RJ) e Tadeu Filipelli (DF). A expectativa é que o PMDB siga outros partidos aliados –PV, PSDB, PSB, PPS– e deixe o governo Arruda. No entanto, a decisão pode não sair hoje. Pode ficar para quarta (9), quando a Executiva Nacional do PMDB se reúne para avaliar a questão.

Balança comercial inicia dezembro
com US$ 376 mi

<!– function paginaSlideShow217376(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

A balança comercial iniciou dezembro com superávit de US$ 376 milhões. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, o resultado dos seis primeiros dias do mês é mais da metade do saldo registrado no mês de novembro, que foi de US$ 615 milhões. No acumulado do ano, o superávit da balança comercial brasileira chegou a US$ 23,5 bilhões. De acordo com o Banco Central, a previsão do mercado é que o superávit cresça nas próximas semanas. Para o ano, a expectativa do saldo comercial é de US$ 25 bilhões.

Fonte: http://www.claudiohumberto.com.br
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Balança comercial: Mato Grosso tem superávit de US$ 6,2 b

Posted on outubro 14, 2009. Filed under: Balança comercial, Mato Grosso, superávit |

>

O estado de Mato Grosso registrou um superávit acumulado na Balança Comercial de US$ 6,2 bilhões de janeiro a setembro deste ano. O valor é 22% superior ao do mesmo período do ano passado e corresponde a 32% do saldo comercial do país que é de US$ 19,68 bilhões. Mato Grosso mantém a posição de 2º maior saldo comercial do país superado apenas por Minas Gerais que acumulou US$ 8,1 bilhões no mesmo período. Para Jandir Milan, assessor econômico do Sistema Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Sistema Fiemt), o governo federal não está reconhecendo o que o estado vem fazendo para o Brasil. “Nunca vejo ministro ou qualquer outra autoridade mencionar Mato Grosso quando fala de balança comercial”, observou.

O milho vem se mantendo como o grande destaque acumulando aumento de 83,8% em quantidade e 43% em valor

O superávit é a diferença entre espotação e importação. Em setembro foram exportados, em valores, US$ 558,61 milhões, quantia 21,6% menor do que as vendas externas de setembro do ano passado e 30,5% menor que o registrado em agosto desse ano. Já as importações estaduais acumulam US$ 631,09 milhões registrando queda de 38,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo Milan este é o menor índice de exportação desde janeiro. “Estamos no fim da safra e acredito que daqui para a frente esta redução deverá ser constante. Mas isso não representa riscos para Mato Grosso já que haverá uma nova safra de soja colhida no final do ano e incremento na exportação deste grão e do milho”.


Apesar da queda registrada no mês passado o acumulado das exportações janeiro a setembro de 2009, comparado ao mesmo período de 2008 registra incremento de 12%. De acordo com os dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) esta é a maior taxa de crescimento do país e a única positiva entre todos os estados exceto Tocantins, Piauí e Roraima que não têm muita representatividade. Mato Grosso vem mantendo a sexta posição no ranking e corresponde a 6,1% do total exportado pelo país. “Mato Grosso ocupava a 10ª posição em agosto de 2008 e vem subindo no ranking desde então. É um sinal positivo de que o estado continua crescendo e investindo na sua produção”, frisou Milan.


A Ásia e a União Européia continuam sendo os principais destinos dos produtos mato-grossenses respondendo por 48% e 33% do total, respectivamente. Apenas a China detém 32% do mercado de produtos provenientes de Mato Grosso seguida da Holanda (9,6%), Espanha (5,6%) e Tailândia (4,2%). Já os principais fornecedores externos foram Rússia (21%), Belarus (18%) e os Estados Unidos (17%). Os principais produtos importados por Mato Grosso são fertilizantes.


Produtos exportados – A soja ainda lidera os produtos mais exportados por Mato Grosso com 78,59% de participação do mercado. Em valores o envio do produto ao exterior totalizou US$ 5,39 bilhões até setembro deste ano um aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado. Mato Grosso respondeu ainda por 37% das exportações de soja em grão do país.


A carne, segundo produto da pauta de exportação, teve uma queda de 20% em valor e 1,7% em volume no acumulado de janeiro a setembro em comparação com o mesmo período de 2008 por conta principalmente da carne bovina que diminuiu em 30,8% em valores e 15,5% em volume. Na análise de Jandir Milan o fechamento de alguns frigoríficos importantes e o embargo da Rússia à carne bovina proveniente de Mato Grosso contribuíram para esta queda nas exportações. Mas ele acredita que a instalação de novas empresas frigoríficas no estado – JBS, Marfrig e Bertin principalmente – irá reverter os números em um futuro próximo. “Com a crise financeira mundial alguns mercados reduziram. Já há outros em expansão como é o caso da China que passou a importar aves do Brasil”.


Dados do Mdic/Fiemt revelam que a exportação da carne de aves teve um incremento de 15,2% e toneladas e 5,6% em valores. Já a exportação da carne suína cresceu 94,9% em volume e 30,5% em valores. “Mato Grosso tem que buscar novos mercados, esta diversificação é importante para que a economia fique protegida. A logística ainda é um entrave a um crescimento que poderia ser maior e isso tem que ser resolvido”, frisou Milan.


No setor florestal as exportações estaduais continuam apresentando uma forte retração de vendas de mais de 45% em valor. De acordo com Carlos Vitor Timo Ribeiro, assessor econômico da Fiemt, o setor continua tendo dificuldades com a queda no faturamento e com reduções também expressivas nos volumes embarcados de todos os produtos da pauta. Tais resultados continuam sendo influenciados pela crise internacional, especialmente no mercado imobiliário americano. A China é o principal mercado da madeira brasileira, seguida dos Estados Unidos e da Bélgica.


Já o milho vem se mantendo como o grande destaque acumulando aumento de 83,8% em quantidade e 43% em valor dado a queda de 22% na cotação média do produto. As vendas externas de algodão também cresceram em volume embarcado de 10,7% e queda de 3,4% em valor devido à retração de 12,7% no preço internacional.

Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...