técnica Survey

>Pesquisa Gazeta Dados aponta queda de Silval e indica que eleição será decida em 2º turno

Posted on setembro 28, 2010. Filed under: eleições 2010, Indecisos, Mato Grosso, Mauro Mendes, pesquisa espontânea, Pesquisa Gazeta Dados, segundo turno, Silval Barbosa, técnica Survey, Wilson Santos |

>

Pesquisa do Instituto Gazeta Dados publicada no Jornal A Gazeta na edição 6877 de 28 de setembro, o governador Silval Barbosa candidato a reeleição caiu 3 pontos percentuais em relação a pesquisa anterior e Mauro Mendes subiu 1 ponto. Os números ficaram assim:
  • Silval Barbosa   43%
  • Mauro Mendes  27%
  • Wilson Santos   15%
  • Indecisos           12%
  • Brancos/Nulos    3%
 Com os resultados aponta um viés de que queda contínua de Silval e aponta para um pequeno crescimento de Mauro Mendes, Wilson Santos permanece estabelizado. Esses dados aponta com segurança que as eleições 2010 para governador em Mato Grosso será decida em 2º turno.



Histórico das pesquisas do Gazeta Dados

Em relação ao levantamento anterior, de 18 e 19 de setembro, Silval oscilou 3 pontos percentuais dentro da margem de erro, da mesma forma como Mendes. O principal adversário do peemedebista teve crescimento de somente 1 ponto percentual, saindo de 26% para 27%. Já o tucano Wilson Santos permaneceu com os mesmos 15% apontados desde a segunda rodada do Gazeta Dados, feita de 3 a 5 de setembro. Marcos Magno (PSOL), que vinha apresentando 1% da preferência dos eleitores, não pontuou.

Da primeira rodada do Gazeta Dados, ainda em agosto, antes do início do horário eleitoral gratuito, Silval Barbosa avançou 12 pontos, partindo de 31%, passando a 48%, 46% e agora está com 43%. Durante 40 dias de campanha, o atual governador impôs uma frente sobre os demais candidatos, o que lhe assegura a condição de primeiro lugar.
O empresário Mauro Mendes, que começou na terceira colocação com 15%, foi a 21%, depois 26% e hoje tem 27%, deixando para trás o adversário Wilson Santos (PSDB), com quem disputou a prefeitura de Cuiabá em 2008 e saiu derrotado em segundo turno. O tucano iniciou a campanha pela sucessão ao governo com 23%, caiu para 15%, índice que se manteve até o último final de semana. Foram 8 pontos percentuais perdidos que, pelo comportamento dos números, acabaram repassados a Mendes, resultando no aumento do índice do candidato do PSB.
Também no voto estimulado, categoria quando o eleitor tem acesso à lista de candidatos, o número de indecisos mostra uma oscilação expressiva. Eram 23% e agora totalizam 12%, 11 pontos percentuais a menos. O total de votos nulos de brancos sai de 7% para 3%, um recuo de 4 pontos percentuais.
Com 2,095 milhões de eleitores aptos a votarem em Mato Grosso, os 12% que declaram não ter ainda escolhido o candidato ao governo representam 251,4 mil votos. Com o dia da votação bem próximo, somente fatos novos e relevantes podem levar essa parcela do eleitorado a indicar claramente qual seria a tendência eleitoral. Vale lembrar que as sondagens refletem um quadro de momento e que podem variar por conta de qualquer fato político. O Gazeta Dados vai divulgar a quinta e última rodada regional de pesquisa no dia 3 de outubro.
Pesquisa espontânea
Na evolução do voto espontâneo, o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, teve um crescimento de 17 pontos percentuais, saindo de 15%, passando a 30%, 31% e agora 32%. A escolha na modalidade espontânea é considerada por estatísticos como o voto consolidado porque o eleitor responde ao entrevistador em qual candidato vai votar, sem acesso a relação oficial de candidatos.
O neossocialista Mauro Mendes chegaria em 3 de outubro em segundo lugar com 19% da preferência dos eleitores, uma elevação de 11 pontos desde a primeira rodada estadual realizada pelo Gazeta Dados. Mendes iniciou com 8%, foi a 13%, esteve em 15% e hoje apresente 19%.
Já o ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), nos quatro levantamentos do instituto, manteve o índice de 10%. Marcos Magno não pontuou na modalidade de voto espontâneo. Enquanto brancos e nulos caíram de 7% para 4%, o total de indecisos recuou significativamente de 60% para 35%, 25 pontos percentuais.
Segundo turno
Como tradicionalmente vem expondo em suas pesquisas, o Gazeta Dados projetou os confrontos para um segundo turno. Silval Barbosa venceria facilmente os adversários Mauro Mendes ou Wilson Santos.
Quando a simulação coloca Silval e Mauro, o peemedebista ganharia o pleito com 15 pontos percentuais de frente. O governador teria 45%, 2% a mais que na pesquisa anterior. Já o empresário do PSB ficaria com os mesmos 30%, indicados no levantamento feito há sete dias.
Entre Silval e Wilson, o favoritismo é ainda mais expressivo para o atual governador, que levaria a eleição com 35 pontos de frente. Peemedebista teria 52% e o tucano 17%. Silval cresceu 3 pontos e Wilson perdeu 5 pontos, comparando-se com a amostragem dos dias 18 e 19 de setembro.
Em uma virtual disputa com Mauro e Wilson, o tucano sai derrotado das urnas com 20% das intenções de voto contra 41% atribuídos ao socialista, uma diferença de 21 pontos, apontando que a chance de Wilson chegar a uma final nesta eleição parece difícil.
Perfil da Pesquisa – Realizada nos dias 25 e 26 de setembro, entrevistadores do Gazeta Dados estiveram em 40 municípios, divididos em sete regiões de Mato Grosso, ouvindo 1 mil eleitores. Com margem de erro de 3% variando para mais ou para menos, a pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) sob o número 39.272/2010. O instituto aplica a técnica Survey de questionários padronizados capazes de gerar resultados representativos do eleitorado mato-grossense.
Fonte: A Gazeta
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...