universitário

>Fies: universitário não precisará de fiador

Posted on setembro 9, 2010. Filed under: Fies, ministro da Educação, Tesouro, universitário |

>Medida provisória inclui programa estudantil no Fundo Garantidor de Crédito

O governo federal quer acabar com a exigência de fiador para a concessão de empréstimos do Financiamento Estudantil (Fies), programa de crédito educativo destinado a universitários da rede privada.
Uma medida provisória publicada ontem no Diário Oficial da União inclui o Fies no Fundo Garantidor de Crédito. Com isso haverá uma espécie de seguro que dispensará a figura do fiador.
A regra já começará a valer este ano, segundo anunciou ontem o ministro da Educação, Fernando Haddad. Para isso, os Ministérios da Fazenda e da Educação deverão regulamentar o texto da medida provisória, o que deve ocorrer até o fim do mês.
— O Brasil precisa chegar a 10 milhões de universitários na próxima década — disse Haddad, lembrando que atualmente há 6 milhões de estudantes em cursos superiores.
Para ele, a exigência de fiador é o principal entrave à concessão do Fies, programa que foi recentemente reformulado com a redução da taxa de juros para 3,4% ao ano e a ampliação do prazo de pagamento (três vezes a duração do curso, mais carência de 12 meses).
Outra inovação estabelece que profissionais formados em cursos de licenciatura (formação de professores) e medicina poderão quitar o empréstimo simplesmente trabalhando na rede pública de saúde ou de ensino básico — a cada mês de trabalho, a dívida cai 1%, sem desembolso de dinheiro por parte do profissional.
O fundo garantidor é formado por recursos do Tesouro e, agora, também das próprias instituições privadas de ensino superior. A regulamentação irá justamente definir qual o percentual de contribuição das instituições.
A ideia do governo é que elas abram mão de parte dos recursos que recebem do Fies, destinando a verba ao fundo garantidor.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>"O Aprendiz Universitário" reestreia hoje sob comando de João Doria Jr.

Posted on abril 15, 2010. Filed under: João Doria Jr, O Aprendiz, universitário |

>

O Aprendiz Universitário volta à grade de programação da Record totalmente repaginado. Com cerca de 125 mil inscrições, um recorde da atração, a edição de 2010 é a maior de todos os tempos na emissora. O programa estreia nesta quinta-feira (15/04) sob o comando do empresário e apresentador João Doria Jr., um dos profissionais mais bem-sucedidos do mercado, eleito pela revista IstoÉ uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil.

Dos 125 mil inscritos, foram selecionados apenas 16 candidatos para a edição. Eles foram escolhidos de acordo com seus currículos, entrevistas e desempenho durante as etapas de seleção.


Desde o último fim de semana de janeiro, os escolhidos estão confinados no Sheraton São Paulo WTC Hotel. Os 16 participantes enfrentam provas e tarefas de difícil superação, sob o olhar atento do apresentador João Doria Jr. Apenas um deles terá a oportunidade de conquistar o grande prêmio
, R$ 1 milhão, além de uma vaga remunerada no Grupo Doria  Associados.

Ao lado de João Doria Jr. estão dois grandes nomes do mundo
corporativo. A empresária Cristiana Arcangeli e David Barioni são os conselheiros do programa e acompanham o desempenho dos aprendizes, auxiliando o apresentador nas decisões mais difíceis, como as que precisam ser tomadas na sala de reunião.

Programa motiva o estudo


Além do entretenimento, o Aprendiz Universitário vem com a função de motivar os brasileiros a estudar. Durante a coletiva de imprensa, João Doria Jr. também afirmou que espera que a atração inspire as os brasileiros a se dedicarem aos estudos para ter um futuro de sucesso.


– O brasileiro precisa buscar na educação o caminho de luz para melhorar na vida. Não há democracia que se consolide sem educação e sem emprego.


Esta é a sétima edição do programa, a terceira como Aprendiz Universitário. Todas as outras foram realizadas com profissionais já formados. As outras edições foram apresentador por Roberto Justus.


O Aprendiz Universitário vai ao ar todas às terças e quintas às 23 horas.


Veja quem ganhou as outras edições do reality:


Aprendiz 1 – Viviane Ventura

Aprendiz 2 – Fabio Porcel
Aprendiz 3 – Anselmo Martini
Aprendiz 4 – O Sócio – Tiago Aguiar
Aprendiz 5 – O Sócio – Clodoaldo Araujo
Aprendiz 6 – Universitário – Marina Erthal

O Aprendiz Universitário, às 23h, após “Bela, a Feia”, na Record.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Trapalhadas do MEC coloca política educacional em descrédito

Posted on março 19, 2010. Filed under: educação no Brasil, Enem, Ensino Médio, MEC, Ministério da Educação, Sisu, UFMT, universidades, universitário |

> No ano passado milhares de estudantes brasileiros sofreram um grande baque com o cancelamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que substituiu os tradicionais vestibulares para ingresso nas faculdades públicas do país. O exame foi cancelado, em outubro, após o jornal “O Estado de S.Paulo” avisar ao Ministério da Educação que a prova tinha vazado.

Depois de muitas desculpas, manifestações pelo país afora, um novo exame foi feito. Eis que mais problemas  estão acontecendo, revelando que o Ministério da Educação, com sua nova fórmula, não consegue transmitir seriedade para os estudantes brasileiros que sonham com uma vaga nas faculdades públicas. Desta vez um problema técnico no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), registrado no domingo, fez com que estudantes não classificados para vagas em instituições federais de ensino superior aparecessem como convocados para matrícula. Alunos que viram seus nomes na lista de espera chegaram a procurar as instituições, mas não puderam preencher a vaga.

O problema tem reflexos em todo o Brasil. Em Cuiabá alunos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) denunciaram ao Ministério Público o “sumiço” de vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A reclamação é que, em questão de horas, os candidatos passam de aprovados para não aceitos, mesmo adquirindo pontuação suficiente. Nove estudantes de Mato Grosso tiveram esse problema, o mesmo registrado em todo o Brasil, e que leva o sistema mais uma vez a cair no descrédito.

O assunto ganha desdobramentos e as universidades mineiras já decidiram que vão dispensar o resultado do Enem de 2009 e fazer processos seletivos próprios no meio do ano. Em um documento assinado pelo Fórum das Comissões de Processos Seletivos de Minas Gerais (ForCops) e endereçado à Secretaria de Educação Superior, do Ministério da Educação (MEC), 15 instituições avaliam que o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) está em “descrédito”.

A situação é complicada e o governo federal, através do Ministério da Educação, não vem demonstrando competência para solucionar o grave problema. A grande verdade é que o MEC não acertou nas mudanças. Centralizou e complicou. A educação no Brasil enfrenta problemas em todos os níveis e agora a questão se complica em nível universitário. Uma pena para o país e para o governo, que deveria ter a educação como prioridade. Fonte: A Gazeta

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...