Voto espontâneo

>Pesquisa Gazeta Dados aponta liderança de Silval Barbosa

Posted on setembro 9, 2010. Filed under: eleições 2010, Gazeta Dados, Mato Grosso, Mauro Mendes, Pesquisa Gazeta Dados, Rejeição dos candidatos, segundo turno, Silval Barbosa, Voto espontâneo, Wilson Santos |

>

Eleições 2010 – Segunda rodada de pesquisa do Gazeta Dados em Mato Grosso aponta a reeleição do governador Silval Barbosa (PMDB), definida em primeiro turno. No intervalo de 17 dias, entre o levantamento anterior e este, realizado dos dias 03 a 05 de setembro, o candidato impôs uma frente de 27 pontos percentuais em relação ao segundo colocado. Silval possui 48% das intenções de voto estimulado, enquanto Mauro Mendes (PSB) 21%.
Esta amostragem indica a queda de Wilson Santos (PSDB) que perdeu a segunda posição para o socialista. O tucano saiu de 23% e baixou a 15%. Já Mendes saltou de 15% para 21%. 
O líder Silval Barbosa cresceu de 31% para 48%. Candidato do PSOL, Marcos Magno, manteve o quarto lugar e os mesmos 1%.
Com mil entrevistas feitas em 40 municípios do Estado, divididos em 7 regiões, margem de erro fixada em 3% para mais ou menos, a sondagem tem o registro número 31.973/2010 no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT). Diferente da primeira rodada, a nova pesquisa apresenta os reflexos da entrada no ar do horário eleitoral gratuito de rádio e televisão, que começou no dia 17 de agosto.
O desempenho dos candidatos na propaganda eletrônica pode ter sido decisivo na dança dos números que abrangem ainda um recuo no total de indecisos de 23% para 10%. Brancos e nulos, antes 7%, agora totalizam 5%.
Na corrida pelo comando do Palácio Paiaguás, o peemedebista subiu praticamente 1 ponto percentual por dia. Já o socialista avançou 6 pontos e o ex-prefeito de Cuiabá caiu 8 pontos. O Gazeta Dados fez a simulação dos votos válidos, aqueles que são considerados pela Justiça Eleitoral para declarar um candidato eleito.
No caso de pesquisa, para chegar aos índices retiram-se os votos brancos, nulos e os indecisos. No voto estimulado, quando o eleitor tem acesso à listagem de quem está na disputa, Silval atinge 56,5% dos votos válidos, seguido por Mauro com 24,7% e Wilson com 17,6%. Magno fica com 1,2%.
Voto espontâneo 
Na modalidade espontânea, onde o eleitor diz o nome de sua preferência sem acesso à relação de candidatos, o favoritismo de Silval Barbosa se confirma. O peemedebista dobrou as indicações de votos, passando de 15% para 30%. Mauro Mendes inverteu posição com Wilson Santos e, em segundo lugar, obteve 13%, subindo 5 pontos percentuais. O ex-prefeito da Capital, que renunciou ao cargo para só concorrer ao governo do Estado, manteve iguais 10%.
Analistas políticos costumam afirmar que o voto espontâneo é a escolha consolidada, porque o eleitor guarda na memória o nome de sua preferência. Entre as duas rodadas estaduais do Gazeta Dados nesta eleição, o comportamento dos indecisos acompanhou a votação estimulada, apresentando queda. A redução foi de 60% para 42%, 18 pontos percentuais a menos. Brancos e nulos, baixaram 2 pontos, saindo de 7% para 5%.
Rejeição dos candidatos
Da mesma forma como houve mudanças nas declarações de intenção de votos, a rejeição aos candidatos apresentou alterações. Wilson Santos (PSDB) manteve a liderança neste quesito, mas aumentou o índice de 19% para 21%.
Marcos Magno (PSOL), que estava na segunda posição passou de 19% para 13%. Mauro Mendes (PSB) permaneceu no terceiro lugar e foi de 9% a 7%. Silval que tinha menor percentual de rejeição, repetiu a performance, caindo de 7% para 5%.
Brancos e nulos aumentaram de 8% para 15% e a somatória de indecisos oscilou 1 ponto percentual e de 38% foi a 39%.
Segundo turno
Mesmo com a tendência de vitória em primeiro turno, o Gazeta Dados simulou os confrontos dos dois candidatos que iriam para um possível segundo turno. Entre Silval e Mendes, o atual governador venceria o pleito com 50% da preferência dos 2,095 milhões de eleitores de Mato Grosso, contra 21% do empresário. O peemedebista, em comparação com a primeira rodada de pesquisa, saltou de 37% para 50%. Já o socialista manteve 21%. Brancos e nulos permaneceram em 8% e os indecisos baixaram de 34% a 21%.
Num confronto com o tucano, Silval amplia a distância com 52%, 34 pontos percentuais de vantagem. O atual governador tinha 39% e o ex-prefeito de Cuiabá caiu de 25% para 18%. Brancos e nulos variaram de 8% para 7% e os indecisos caíram 5 pontos, de 28% para 23%.
Colocados na disputa de um suposto segundo turno, Mauro Mendes derrotaria o adversário Wilson Santos por 39% a 23%. No levantamento anterior, o candidato do PSB perderia com 25% contra 31% dos votos atribuídos ao tucano. Nesta modalidade, indecisos baixaram 10 pontos percentuais, de 35% para 25%. Já brancos e nulos subiram de 9% para 13%.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( 2 so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...