Zelaya

>Lula cria disputa interna para recuar da besteira que fez em Honduras

Posted on dezembro 5, 2009. Filed under: eleições, estratégia, Honduras, ministra Dilma Rousseff, Zelaya |

>

O governo brasileiro está em busca de uma forma para sair da sinuca de bico em Honduras. Ensaia recuar, com indicações de que a ministra Dilma Rousseff está em conflito com o assessor Marco Aurélio Garcia.

O governo condenou as eleições em Honduras, marcada há muito tempo, antes mesmo de as eleições acontecerem. O Brasil poderia ter continuado pedindo a volta de Zelaya, mas deveria ter acompanhado as eleições. A melhor posição seria a de apostar na democracia hondurenha. Agora terá que sair dessa situação estranha em que a eleição ocorreu, o eleitorado compareceu, o Congresso votou contra a volta de Zelaya. O que mais pode fazer o Brasil? Recuar.

O governo percebeu agora a situação desconfortável e ficou assim por um erro de estratégia e análise. Fonte: Miriam Leitão

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

>Lula assistirá “Filho do Brasil” dia 28.Será?

Posted on novembro 26, 2009. Filed under: Banco Central, cinema, CMN, IBGE, IPCA-15, Lula, o Filho do Brasi, TCU, Zelaya |

>

Foto
PRESIDENTE LULA

<!– function paginaSlideShow216229(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O presidente Lula vai assistir ao filme “Lula, o Filho do Brasil” no dia 28, quando a produção será exibida em São Bernardo, cidade onde iniciou sua carreira política e sindical. A primeira exibição pública do filme foi realizada no dia 17 de novembro e marcou a abertura do 42º Festival de Cinema de Brasília. Ao todo, o Palácio do Planalto reservou 740 das 1.320 cadeiras, e estiveram presentes ministros, ex-ministros e parlamentares da base aliada. Questionado se o ator Ruy Ricardo Dias seria mais bonito do que ele, o presidente respondeu: “É porque vocês não me conheceram quando eu tinha 30 anos”.

Sponholz

Sponholz

BC divulga resultado do
setor público consolidado em outubro

<!– function paginaSlideShow216228(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Banco Central divulga nesta quinta (26) o resultado do setor público consolidado (governo federal, Estados, municípios e empresas estatais) em outubro. Em setembro, o setor registrou um déficit primário de R$ 5,763 bilhões. O maior déficit da série, iniciada em 1991, registrado em meses de setembro. No acumulado de 2009 até setembro, o esforço fiscal do setor público consolidado soma R$ 37,714 bilhões, o equivalente a 1,70% do PIB. Em igual período de 2008, antes do agravamento da crise financeira internacional, o primário somava R$ 109,472 bilhões, ou 5,11% do PIB.

IBGE divulga IPCA-15 de novembro

<!– function paginaSlideShow216227(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga nesta quinta (26) o resultado da inflação medida pelo índice de Preços aos Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) em novembro. No mês passado, o IPCA-15 foi de 0,18%, ante a taxa de 0,19% em setembro. Com este resultado, até este mês, a inflação acumulada no ano é de 3,34% e, no período de 12 meses, de 4,14%. O IPCA-15 é apurado com base na variação dos preços entre a segunda quinzena do mês anterior e a primeira quinzena do mês corrente.

CMN realiza penúltima reunião de 2009

<!– function paginaSlideShow216226(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Conselho Monetário Nacional (CMN) realiza nesta quinta (26) a penúltima reunião de 2009. Na semana passada, o conselho decidiu que os bancos que realizam financiamento imobiliário só poderão conceder empréstimos para a compra da casa própria pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH) , mesmo no programa Minha Casa, Minha Vida, com a oferta de dois seguros diferentes para o mutuário, que poderá escolher a opção mais barata. Na reunião desta quinta, o CMN deverá analisar as medidas em prol dos agricultores de café. O encontro está marcado para as 15 horas, no Ministério da Fazenda.

Afeganistão: EUA têm nova estratégia

Foto
PRES. BARACK OBAMA

<!– function paginaSlideShow216198(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciará na próxima terça (1º) a nova estratégia do país para a guerra no Afeganistão. A expectativa é a de que Obama anuncie um aumento inicial no número de tropas americanas no país e uma retirada posterior. O assunto está em debate em Washington há dois meses, desde que o comandante dos EUA no Afeganistão, o general Stanley McChrystal, disse que seriam necessários ao menos 40 mil soldados para evitar um fracasso da missão. Os altos comandantes militares apresentaram ao presidente planos alternativos que incluem a adição de entre 10 mil até 45 mil soldados.


Fotografia é história
Desconhecida famosa
Foto

<!– function paginaSlideShow216191(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

Você sabe quem é Rosemary Silva? Ela é a loirinha que, vinte anos atrás, ficou conhecida como a “Fogueteira do Morumbi”. Ganhou esse título depois da confusão que criou ao lançar de sua cadeira na arquibancada do estádio um rojão luminoso para comemorar a vitória da Seleção sobre o Chile nas eliminatórias para a Copa de 1990. O foguete atingiu o goleiro adversário – Rojas –, que caiu no chão. Deu o maior quiprocó no Brasil e mundo a fora.

Como foiMeses depois comprovou-se que o ferimento do atleta chileno tinha sido uma encenação. Ele foi punido. Ela inocentada, mas teve momentos de fama. Posou para a Playboy. Virou celebridade com direito a entrevistas para rádios, revistas, tevês e jornais. Separou-se. Mudou-se para Brasília. Casou-se novamente. Voltou para o Rio. Hoje vive discretamente. Tem uma pequena rede de lanchonetes ambulantes. Eu mesmo a fotografei para a Veja quando ela esteve em Brasília para participar de um evento esportivo. Orlando Brito.

Sponholz

Sponholz

Dutra: PT vai vencer sem sapato alto

Foto
JOSÉ EDUARDO DUTRA

<!– function paginaSlideShow216224(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

“O PT vai vencer as eleições presidenciais de 2010 sem sapato alto”. A afirmação foi feita nesta quarta (25) pelo ex-senador José Eduardo Dutra, matematicamente eleito para a presidência nacional do partido. Segundo ele, o partido tem agora uma proposta concreta de governo para apresentar aos eleitores, após quase oito anos de governo Lula. Dutra disse que o PT vai continuar as negociações para manter todos os partidos da base aliada do governo Lula juntos em torno da candidatura da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil). O ex-senador venceu as eleições do partido embora a apuração não tenha ainda terminado. Na última parcial divulgada, Dutra tinha mais de 236 mil votos, o que representava 57,9% de todos os votos já apurados. O ex-senador só deve assumir o cargo oficialmente em fevereiro de 2010, durante o congresso nacional do partido.

MP de Honduras conclui caso Zelaya

Foto
MANUEL ZELAYA

<!– function paginaSlideShow216223(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O Ministério Público de Honduras entregou nesta quarta (25) ao Congresso Nacional a sua opinião legal sobre a restituição do presidente deposto Manuel Zelaya ao poder. O assessor jurídico do Ministério Público, Nick Atala, ressaltou que “é um relatório completo” de toda a atuação do Ministério Público em relação aos processos abertos contra Zelaya por crimes políticos e comuns. O Comissário Nacional dos Direitos Humanos, Ramón Custódio, e a Procuradoria Geral da República também já entregaram seus relatórios. O Parlamento decidirá sobre a restituição de Zelaya em cumprimento do acordo assinado pelas comissões do presidente deposto e do presidente interino, Roberto Micheletti, no último dia 30 com o objetivo de resolver a crise política causada pelo golpe de Estado de 28 de junho.

Movimento estudantil italiano
apoia extradição de Battisti

<!– function paginaSlideShow216221(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O movimento estudantil italiano Ação Universitária e o partido conservador Liga Norte, aderiram nesta quarta (25) ao abaixo-assinado que pede a extradição do terrorista Cesare Battisti. O objetivo é pressionar o presidente brasileiro a acatar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que há uma semana votou pela extradição do italiano. O presidente da Ação Universitária, Giovanni Donzelli, pediu a Lula que “demonstre governar um país civil e democrático e dê continuidade à decisão da Suprema Corte”. Na visão dos senadores da Liga Norte, uma decisão rápida de Lula em favor da extradição de Battisti “é um ato de respeito em relação aos familiares das vítimas deste sanguinário pseudo-escritor terrorista e aos nossos honestos emigrantes no Brasil”. As informações são da Agência Ansa.

Associação critica proposta
que limita atuação do TCU

Foto
VICTOR FACCIONI

<!– function paginaSlideShow216220(id, num) { var index = -1; for (var i = 1; i 1) { //alert(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)); document.getElementById(“img_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +eval(index – 1)).style.fontWeight = ‘bold’; } else if (index != -1) { document.getElementById(“img_” +id+ “_” +index).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +index).style.fontWeight = ‘bold’; } break; default: document.getElementById(“img_” +id+ “_” +num).style.display = ”; document.getElementById(“link_” +id+ “_” +num).style.fontWeight = ‘bold’; } } //–>

O presidente da Associação Nacional dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, Victor Faccioni, criticou nesta quarta (25) o anteprojeto de mudanças na administração pública que impede o Tribunal de Contas da União (TCU) de atuar antes de algum fato ocorrer. Em discurso durante o Congresso Brasileiro de Controle Público, que acontece até sexta (27) em Salvador, Faccioni afirmou que a proposta preocupa porque limita os trabalhos do TCU, que possui obrigações constitucionais que não podem ser alteradas por lei ordinária ou complementar. Para ele, o Brasil não pode limitar seu sistema de auditoria porque “é direito de todo cidadão saber como está sendo gasto o seu dinheiro”.

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...